Conheça nossas Trilhas

19 de junho de 2024
30.57°C New York
fachada projeto EA-172

Uma obra bem sucedida começa com um bom projeto, elimine os riscos e Entenda Antes de construir!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Seu projeto, a construção de uma casa é algo maravilhoso, você se dedicará para deixá-la do jeito que sempre quis, confortável e bonita para atender as necessidades da sua família.

Quando pensamos em construir, surgem diversas dúvidas e receios, mas calma, vamos te ajudar a entender todo o processo de construção para que você tenha uma obra bem sucedida.

Falando em obra bem sucedida, o que seria uma obra bem sucedida?

Bom, basicamente está relacionada a documentação em dia, administração do tempo, recursos e a equipe dentro e fora do canteiro de obras a fim de cumprir o cronograma e a previsão financeira proposta no orçamento do projeto inicial.

Com isso em mente, temos um norte, um guia para nos direcionar rumo a uma obra bem sucedida.

O primeiro passo é você entender o que você e sua família deseja nessa construção, e para isso o projeto arquitetônico será a representação técnica de todos esses desejos e gostos.

Sendo assim, ele se torna o primeiro passo.

Primeiramente vamos entender qual a finalidade de um projeto arquitetônico:

Os projetos de construção servem para organizar a obra e facilitar a sua execução. Portanto a planta baixa junto com os demais desenhos técnicos formam uma espécie de manual do construtor. Onde os profissionais responsáveis por executar a obra irão ter como guia.

Uma vez que os documentos especificam as dimensões das paredes, níveis de piso, tamanho das portas, janelas e outras informações. É possível prever problemas comuns nas obras. Consequentemente, gastos desnecessários e desperdícios são evitados, ao mesmo tempo que a eficiência no canteiro de obras aumenta.

Tudo isso só é possível graças aos estudos e análises detalhadas que são feitos pelos profissionais habilitados, como arquitetos e engenheiros.

Não perca tempo com projeto para construir sua casa
Orçamentos de obra: o que é e como fazer? | Clique para ver Projeto completo EA-138.

 

Vejamos os 3 piores erros que podem acontecer ao construir sem projeto: 

  • Você terá uma obra irregular, correndo risco de multas e paralização.

O profissional que desenvolve projetos conhece a legislação e o fará de acordo com ela. Construir sem um projeto feito por um profissional autorizado, terá como consequência uma obra irregular.

Além disso pode estar sujeita às penalizações da lei, incluindo multas e demolições.

Em algumas circunstâncias, podendo significar gastos ainda maiores para adequá-la, além do valor do projeto, terá o custo da correção da obra.

  • Erros na execução que acarretam a desperdícios e gastos desnecessários

As interpretações equivocadas ou problemas de comunicação estão aptos a acontecerem, em algumas situações até mesmo com o projeto. Mas se simplesmente não existirem esses desenhos, as probabilidades de erro são muito maiores. O que resulta em situações de construir paredes e ter que derrubá-las por que algo não “encaixou”. 

  • Tempo elevado na execução da obra

O proprietário planeja iniciar uma obra visando o começo, meio e fim, mas sem um projeto, pode ser que nunca tenha fim!

É na fase de planejamento, antes da execução, que planeja-se a duração da obra, principalmente se necessitar certa urgência.

Porém, a falta de planejamento resulta na perda de tempo, como refações, deslocamentos na compra de materiais extras, na escolha e encomenda de materiais.

Além disso também na organização da mão de obra e em diversas outras situações.

Se gasta tempo, gasta dinheiro, sendo impossível um orçamento ou previsão de término da obra, se não existir um projeto.

Veja também: Descubra quais são as 3 principais soluções para quem precisa de um projeto para construir.

Certo, mas então como que eu não preciso perder tempo com o projeto para construir, sendo que ele é tão importante?

Não é que você não precisa de um projeto, você simplesmente pode ganhar tempo elaborando um projeto a partir de um modelo inspiração! 

O desenvolvimento de um projeto é algo demorado, é necessário diversas reuniões com o arquiteto ou engenheiro. Muitas vezes após a segunda reunião o profissional te apresenta um esboço com base nas informações que você forneceu a ele. Contendo por exemplo o tamanho do terreno, quantidade de quartos que deseja, tamanho da construção. Caso deseja fazer um sobrado ou uma casa térrea essas demais informações estarão nesse projeto.

No entanto, existe uma grande chance de você não gostar da ideia apresentada, e pedir para alterar dezenas de coisas. Lembre-se todas essas reuniões e alterações, além do custo, também levam um tempo para serem realizadas. Para evitar isso, é possível iniciar o seu projeto a partir de um modelo inspiração e assim agilizar o desenvolvimento do seu projeto. Com isso é possível reduzir custo na elaboração do projeto, além de diminuir o risco de você não gostar do projeto.

Hoje em dia, existem outras opções que além de serem mais acessíveis também garantem a satisfação de que você está pagando por um projeto que realmente gostou. Digamos que existem 3 opções para você adquirir o seu projeto, cada uma delas com suas vantagens e desvantagens, como tudo na vida, se você quer conhecer essas 3 opções, clique aqui. 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   

Plantas de casas para terrenos 10×20 – Modelos e dicas!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Neste artigo, iremos abordar alguns modelos e daremos algumas dicas de plantas de casas para terrenos 10×20. De antemão cumpre destacar que nós trabalhamos para facilitar a vida de quem vai construir uma casa, seja em área urbana ou área rural.

Confira no decorrer deste artigo as melhores plantas de casas para terrenos 10×20 metros. Se preferir, solicite uma conversa para falar sobre projeto personalizado com a nossa equipe, será um prazer fazer uma casa especialmente para você.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20:

Primeiramente, gostaria de pontuar que uma das principais dúvidas na hora de construir é a escolha do tamanho do imóvel.

Plantas de casas para terrenos 10x20 - Modelos e dicas!
Plantas de casas para terrenos 10×20 – Modelos e dicas!

 

Para casais recém-casados, uma residência de 01 ou 02 quartos surge como uma ótima opção. Entretanto, quando se trata de uma família maior, a melhor escolha está na casa de 03 quartos, já que possuem um tamanho maior, sendo suficiente para acomodar a família toda.

Nesse sentido, existem diversas opções de projetos de plantas de casas terreno 10×20 com essas características.

 

Plantas de casas para terrenos 10x20 - Modelos e dicas!
Plantas de casas para terrenos 10×20 – Modelos e dicas!

 

Dessa forma, os projetos de 03 quartos podem e devem abranger os mais variados estilos, trazendo desde plantas mais simples, contendo apenas os cômodos básicos, sendo eles: sala; cozinha; banheiro; área de serviços e os quartos; como também as versões mais elaboradas, incluindo opções contendo: suíte; área de lazer; cozinha americana e closet, mesmo quando tratamos de plantas de casas terreno 10×20, conforme mostraremos a seguir, alguns modelos e dicas de casas funcionais e de fácil construção.

Veja os primeiros 3 modelos:

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 2 quartos e 1 suíte, garagem para 2 veículos. 113 m² de área construída.

 

A planta da casa abaixo contém uma suíte para o casal; mais dois quartos interligados ao banheiro social; um corredor no centro com uma pequena bancada para um escritório ou até mesmo como local de estudos. Uma cozinha de fácil acesso para a sala de jantar e sala de estar, como também para a lavanderia.

Ademais, uma varanda protegendo a entrada principal e a garagem contendo vaga para dois carros; sem deixar de lado a fachada com estilo moderno e telhado já embutido.

 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-100.

 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-100.

 

Planta de casa  – Projeto Arquitetônico composto por 3 quartos (1 suíte), garagem para 2 veículos. 139m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-121.

Planta de casa  – Projeto Arquitetônico composto por 3 quartos (1 suíte), garagem para 2 veículos. 133m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-141.

 

Entre as plantas de casas terreno 10×20 contendo 03 quartos, uma das alternativas mais procurada é a casa térrea, já que possui um projeto que acomoda muito bem uma família composta por até cinco pessoas.

No último projeto, conforme demonstrado na imagem; na parte frontal, possui um jardim e garagem para dois carros. Dando continuidade, na parte inicial do imóvel estão a sala de estar conjugada com a sala de jantar, a cozinha e a lavanderia.

Além disso, ao avançarmos pela casa, temos o banheiro social, uma área utilizada como jardim de inverno, e um dos quartos, com medidas suficientes para duas camas. O segundo quarto, com um tamanho um pouco menor, ideal para uma cama e por último o quarto de casal, com suíte.

 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-141.

 

Assim, esse é apenas um dos muitos e diversos exemplos de plantas de casa terreno 10×20 com 03 dormitórios. Existem MUITAS outras opções e variações possíveis, como por exemplo a exclusão da suíte e a opção por um quarto maior.

Caso esteja interessado em mais detalhes sobre qualquer um dos projetos, clique no botão do WhatsApp ao lado e fale com nosso consultor.

Veja mais modelos para se construir em terrenos 10 por 20:

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 3 quartos (2 suítes), garagem para 2 veículos. 163,62m² de área construída.

 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Orçamentos de obra: o que é e como fazer? | Clique para ver Projeto completo EA-112.

 

Outra alternativa bastante interessante para aproveitar ao máximo o espaço do terreno 10×20, é apostar na construção de um sobrado com 03 quartos, com a possibilidade de ter um imóvel bem confortável.

Nesse sentido, a parte inferior seria reservada para ambientes como salas de estar e jantar, cozinha, despensa, lavanderia e lavabo, contendo ainda, a cobiçada área de lazer, com espaço gourmet e churrasqueira.

Já na parte superior, ficariam os três quartos, contendo sacada em todos eles, e o banheiro social. Destacamos ainda que, no quarto de casal, teria suíte e closet, com um grande espaço disponível capaz de garantir todo o conforto aos seus usuários.

Agora que você já sabe como é possível utilizar muito bem esse tipo de lote para erguer a sua nova casa, que tal ver mais alguns modelos e dicas de plantas de casas terreno 10×20?

 

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 2 quartos (1 suíte), garagem para 2 veículos. 159m² de área construída. 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Orçamentos de obra: o que é e como fazer? | Clique para ver Projeto completo EA-107.

Este outro projeto de plantas de casas terreno 10×20 é um sobrado prático e com a possibilidade de vários usos, contendo uma sala ampla, uma boa cozinha, 2 dormitórios no pavimento superior, sendo uma suíte.

Uma casa ideal para acomodar uma família pequena, com um filho. Ainda vale a pena destacar, um espaço em baixo da escada destinado para escritório, que também poderá ser utilizado como biblioteca ou até mesmo o que a sua imaginação preferir.

Os últimos projetos para terrenos 10×20:

Por fim, abaixo estão os últimos modelos de casas que são compatíveis com terrenos 10×20, podem ser cobertas com telha de barro, conter garagem coberta, sala de estar e de jantar conjugadas, com 2 ou 3 quartos, podendo ter suíte, área de serviço, área de churrasqueira, enfim. 

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 2 quartos (1 suíte), garagem para 2 veículos. 99m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-131.

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 2 quartos, garagem para 1 veículo. 72m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-122.

 

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 3 quartos (1 suíte), garagem para 1 veículo. 94m² de área construída. 

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-126.

 

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 2 quartos, garagem para 1 veículo. 83m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-105.

 

Planta de casa – Projeto Arquitetônico composto por 3 quartos, garagem para 2 veículos. 114m² de área construída.

Modelos e dicas de plantas de casas com terreno 10 por 20   
Projetos para Terrenos 10×20 | Clique para ver Projeto completo EA-123.

Conclusão

Sendo assim estes modelos são ideais para aqueles que buscam o financiamento através do programa Casa Verde Amarela, substituta do programa Minha Casa Minha Vida; ou para quem pretende investir em casas populares.

Agora você passou a conhecer vários modelos de plantas de casas terreno 10×20. Por isso, que tal começar a pensar na sua?

Saiba que você pode adquirir esses projetos prontos ou então personaliza-los. Clique aqui e veja como. 

É com enorme alegria que compartilhamos esse conteúdo com você leitor. Se ainda te resta qualquer tipo de dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco. Contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados, prontos para oferecer, com total segurança e eficiência, todo o suporte necessário.


Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um contato para o que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio, seja com projetos arquitetônicos prontos ou personalizados, deixe seu WhatsApp e e-mail para nós e aproveite para receber uma revista de projetos prontos!

10 Curiosidades sobre o sistema steel frame para construção de casas

10 Curiosidades sobre o sistema steel frame para construção de casas

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Apesar de se tratar de um sistema construtivo amplamente empregado nos Estados Unidos da América e na Europa, o Steel Frame para construção, também conhecido como construção a seco, não possuía grande visibilidade no Brasil. Trata-se de um cenário que vem se transformando aos poucos. Na medida em que ele vem despertando a curiosidade de todos no mundo da construção civil brasileira. 

 

Basicamente, o Steel Frame é um sistema construtivo industrializado e altamente racionalizado. Alicerçado em estruturas de perfis de aço galvanizado. Neste post iremos apresentar 10 curiosidades sobre o sistema Steel Frame com o intuito de fomentar mais o debate sobre essa nova tendência do campo da construção civil.

O que é o steel frame para construção?

Antes de começarmos a listar nossas curiosidades, é necessário discorrer de forma sucinta sobre o método Steel Frame para construção. Para darmos início a nossa explicação sobre esse sistema construtivo, optamos por iniciar nosso percurso explanativo através da introdução de um modelo mais conhecido que se assemelha ao sistema Steel Frame em forma e em função: o chamado Wood Frame

Você já viu aqueles programas de reformas estadunidenses? Já reparou como eles realizam as construções? Se sim, você já deve ter notado uma característica comum entre a estrutura das casas de lá. Esses shows raramente exibem projetos tradicionais de alvenaria. Trata-se de um fenômeno que ocorre devido a uma particularidade do mercado de construção civil estadunidense: a predominância do uso do o Wood Frame, um sistema de construção pré-pronto que é modelado por montantes e travessas de madeira e possui um fechamento composto por placas.

O primeiro passo que devemos tomar para entender as diferenças desse sistema consiste em trazer o nosso olhar para o próprio nome dele: Wood Frame.  Na língua inglesa, “Frame” é uma palavra que significa “armação”; “wood”,  por sua vez, quer dizer “madeira”. Nesse sentido, a tradução literal para o nome do método é “armação de madeira” .

Leia mais em: Casas pré fabricadas – O Guia completo para quem vai investir em construção

Esse nome nos oferece uma pista de como esse sistema funciona. Primeiramente, os trabalhadores fazem uso de materiais pré-moldados para erguer uma espécie de “esqueleto” da casa em madeira maciça.  Trata-se de um “molde” que irá delinear o contorno da casa e de todos os seus aposentos.

O que é o Steel Frame para construção

Em seguida, uma vez terminada a primeira etapa, basta revestir esse arcabouço com chapas especializadas e a construção está concluída. Assim, não há necessidade de erguer paredes com tijolo e cimento. É costumeiro que esses espaços sejam preenchidos usando um tipo de madeira particular, denominada de OSB (Oriented Strand Board – Painel de Tiras de Madeira Orientada). No entanto, faz-se necessário apontar que é possível utilizar outro material.

O Steel Frame segue o mesmo princípio, com uma pequena diferença: troca-se a estrutura de maneira por uma de aço galvanizado. Trata-se de uma substituição pequena, mas que resulta em um produto final muito mais resistente e sustentável do que aquele por Wood Frame.

Leia também: Sistema construtivo a seco, conheça o Wood Frame

Pode-se perceber que o processo inteiro é semelhante a uma linha de montagem do que uma construção civil. Pois, conta com um planejamento do início do projeto até o seu final.

Não é a primeira vez que escrevemos sobre esse assunto no nosso blog, um leitor atento deve ter percebido que já discorremos de forma aprofundada sobre as vantagens e desvantagens do sistema Steel Frame em nosso post Sistema construtivo a seco, conheça o Steel Frame – Entenda Antes!. Caso deseje uma leitura mais aprofundada, siga o link acima!

10 Curiosidades sobre o sistema Steel Frame para construção de casas

sistema Steel Frame para construção de casas

 

  • É um método que usa pouca água

Diferentemente dos métodos de alvenaria, muito próprios da construção civil brasileira, o Steel Frame não necessita de água para sua execução. Aqui encontramos uma das características principais desta metodologia responsável por auferir ao processo seu nome alternativo: construção a seco.

Como veremos de forma mais aprofundada em seguida, esse atributo resulta em múltiplos benefícios para o engenheiro que optar pela adoção do Steel Frame.

  •  A limpeza do canto de obras

De imediato, o primeiro impacto positivo consequente da adoção do método Steel Frame se encontra na própria qualidade do processo de construção. O fato do Steel Frame não fazer uso de água em sua execução se traduz diretamente na condição organizacional do canteiro de obras, resultando em um incremento das condições de trabalho de todos envolvidos.

  •   Um método ecologicamente sustentável

Seguindo na mesma esteira argumentativa que os pontos anteriores, trazemos outro benefício que construir a seco nos oferece: o Steel Frame para construção é um método ecologicamente consciente.

Para justificar esse argumento basta trazermos nosso olhar para dois fatos: primeiramente o Steel Frame se configura como uma metodologia extremamente eficiente no seu uso de água. Em segundo lugar, pode-se apontar que a construção a seco produz cerca de 400 por cento de resíduos a menos. Isto, quando comparada à alvenaria tradicional.

  •  Maior previsibilidade 

Os impactos positivos do Steel Frame para construção em produzir uma quantidade menor de resíduos não ficam apenas na dimensão ambiental. Trata-se de um benefício que tem impactos diretos no nível do planejamento estratégico. Pois resulta na possibilidade da execução de um cálculo mais preciso relativo à quantidade total de material necessário. 

  •  A velocidade da construção

Outro ponto a ser destacado sobre o sistema Steel Frame é relativo a sua velocidade. Basta realizarmos uma comparação de uma construção realizada em Steel Frame com uma elaborada em modelos tradicionais de alvenaria para que notemos que a adoção do sistema estrangeiro se configura como um incremento de celeridade de quase 300 por cento.  

Esse sistema torna possível finalizar uma casa em 60 dias ou até menos! Trata-se de uma consequência direta da natureza do Steel Frame como um sistema pautado no uso de materiais pré-fabricados.

  • Confiabilidade no processo

Por se tratar de um processo inteiramente industrializado, podemos afirmar que o Steel Frame se configura como um sistema construtivo altamente confiável e preciso. O segredo dessa precisão se encontra na produção industrial das vigas de aço. Assim, resultando em um projeto calculado em seus mínimos detalhes.

  • Redução do peso da estrutura

A leveza dos perfis de aço galvanizado utilizados no sistema Steel Frame para construção resultam em uma consequência curiosa: uma diminuição substancial do peso total da estrutura. Nesse sentido, podemos argumentar que a estrutura construída a seco não causa grandes esforços de carga para a estrutura. Portanto, necessitam apenas de fundações superficiais. 

  • A profundidade técnica do sistema Steel Frame para construção

A velocidade e a limpeza do sistema Steel Frame confere uma ilusão de aparente simplicidade ao processo. Trata-se de uma ilusão que esconde a grande profundidade técnica envolvida no sistema. O segredo para uma boa execução de Steel Frame é planejamento e mão de obra qualificada.

Podemos compreender o Steel Frame como um sistema que se sobressai por sua previsibilidade, pois o detalhamento industrial típico do modelo faz com que todas as questões fiquem claras no momento da elaboração do projeto. Com um Steel Frame não há gastos posteriores, pois não há desperdício.

  • Uma casa construída com Steel Frame apresenta alguma limitação?

Quando se observa a reação das pessoas sobre o Steel Frame, frequentemente se nota a indagação delas sobre questões relacionadas à qualidade proporcionada por suas paredes. Visando responder essas questões, optamos por agrupá-las numa mesma categoria. Sendo assim, iniciamos com a pergunta mais frequentemente levantada: “posso pendurar coisas numa parede de Steel Frame?”

A resposta é sim! Frequentemente se imagina que paredes de madeira são menos resistentes que de concreto e tijolo. Contudo, o OSB é um material extremamente moderno e eficiente. Podemos averiguar essa eficiência no fato de que essas paredes apresentam maior resistência que aquelas de tijolos. 

Assim, afirmamos categoricamente que furar uma parede é uma ação perfeitamente possível em uma casa de Steel Frame. A única restrição é que você precisará provavelmente de uma broca maior!

“Como é a temperatura da casa?”

Uma parede de madeira parece extremamente desconfortável quando nos referimos à questões pertinentes à temperatura. Portanto, é um prazer poder tranquilizar vocês sobre essa preocupação. Devido a sua composição física, o OSB age como um excelente controlador térmico, sendo capaz de proteger de forma extremamente eficiente o morador de temperaturas extremas. 

  • Investimento

Imagino que você possa estar olhando para esse texto e pensando, “Será que é caro fazer um Steel Frame?”

Felizmente a resposta para isso é não! Apesar de fazer uso de mão de obra altamente qualificada e de tecnologia de ponta, o Steel Frame ainda sai mais em conta que a maioria das construções tradicionais. Nesse sentido, podemos argumentar que a própria eficiência do sistema construtivo em questões de material. Bem como, água e tempo se traduz diretamente para o preço do produto final.

Por fim, esperamos que este post tenha tido utilidade para vocês. E como resultado, que tenham aprendido um pouco sobre esse novo sistema. Afinal, ele chegou para revolucionar a área da construção civil. Sabemos que a alvenaria ainda se encontra enraizada no imaginário popular, mas esperamos que vocês se mantenham abertos para conhecer o Steel Frame para construção de casas.

Qual janela escolher?

15 modelos de janelas para deixar sua casa ainda mais bonita

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Neste artigo, iremos abordar a respeito da importância das janelas em sua casa. Posteriormente, falaremos 15 modelos interessantes para a sua casa.

As janelas são um item indispensável e muito importante em qualquer projeto. Afinal, é através dela que teremos a ventilação natural no ambiente interno, bem como a entrada de luz neste mesmo ambiente. Além disso ela possui um papel fundamental no bem-estar de quem ocupa um determinado espaço. Pois, nenhum indivíduo quer ficar olhando somente para as paredes. Ademais, servem como um elemento decorativo para a fachada de seu imóvel.




Modelos de janelas

Primeiramente, é importante ressaltar que, atualmente existem diversos modelos de janelas. Assim sendo necessário um estudo preliminar a respeito do local de instalação para, então, a escolha ideal para cada ambiente.

Contudo, é importante frisar que, ter variedades no momento da sua escolha, acaba ampliando as possibilidades de utilização deste item. Entretanto a harmonia com os outros componentes presentes no mesmo ambiente precisam existir. Principalmente, porque as janelas não funcionam apenas como um apoio no projeto arquitetônico, sua relevância exige bom gosto e criatividade.

Como já mencionado, as janelas possuem uma enorme representatividade no momento da sua escolha, pois elas agem como mediação entre os ambientes internos e externos. Com a finalidade de,  iluminação, ventilação, vista, decoração, segurança. De tal forma que, o maior desafio da instalação é fazer com que nenhum desses aspectos citados anteriormente deixem de existir.

Quais os materiais disponíveis?

Antes mesmo de passarmos a conhecer alguns dos diversos modelos ideais para a sua residência, é importante conhecermos os materiais utilizados para a fabricação deste item:

Aço

As janelas de aço são muito resistentes, tanto contra qualquer tipo de impacto, como também em relação a mudança do clima local. Entretanto, a sua recomendação é de que não seja utilizada em ambientes úmidos, já que elas podem enferrujar com o tempo.

Alumínio

As janelas de alumínio diferentemente das anteriores são muito bem aceitas em locais e ambientes úmidos. Visto que, este material é resistente a corrosões e ferrugens.

Madeira

As janelas de madeira são recomendadas para você que procura aquele diferencial em sua decoração. Afinal, além do charme, elas são compatíveis com a maioria dos componente de decoração.

PVC

As janelas em PVC além de resistentes, possuem a capacidade de funcionar como um isolante acústico.Além disso, ela é imune a ferrugem.

Modelos de janelas

Seguindo essa linha de pensamento, depois de apresentado os matérias utilizados, é ideal que passemos a conhecer alguns dos modelos de janelas disponíveis no mercado. Pois assim, as chances de acertar na escolha deste item no momento da obra aumentam. Por isso, selecionamos 15 modelos de janelas para deixar sua casa ainda mais bonita:

Janela Veneziana

Muito utilizada em projetos residenciais, pois permitem a passagem de ventilação e iluminação mesmo estando fechada. Ideal para ambientes que estejam expostos a iluminação solar e para quem quer privacidade, já que as folhas externas são fechadas. As folhas internas normalmente são de vidro ou então vazadas, colaborando também com a iluminação local. São indicadas normalmente para os quartos.

Janela Veneziana

Janela de Abrir

É o modelo tradicional e bem parecido com uma porta comum que encontramos nas residências. Elas possuem duas folhas que podem abrir tanto para dentro, quanto para fora do ambiente. Esse modelo permite bastante ventilação para o local da sua instalação, uma vez que são indicadas para salas e quartos.

Janela de Abrir

Janela de Correr

Possuem no mínimo duas folhas de correr, permitindo uma ótima abertura para entrada de ventilação. Possui também a modernidade como fator positivo e são geralmente instaladas nos quartos, salas e cozinhas.

Janela de Correr

Janela Guilhotina

Semelhantes as janelas de correr, no entanto, se movimentam de maneira vertical. Hoje em dia possuem modelos contemporâneos e atuais no mercado, visto que são mais comuns em casas antigas. Ideal para quem deseja um ambiente bem iluminado.

Janela Guilhotina

Janela Camarão ou Sanfonada

Seu nome se dá por causa da sua abertura, onde as suas folhas são dobradas como se fosse uma sanfona. Indicada para qualquer ambiente, já que proporciona uma ampla iluminação e uma boa ventilação. É um modelo mais elegante, mas que acaba sendo um pouco mais trabalhoso no momento da sua limpeza.

Janela Camarão ou Sanfonada

Janela Projetante

A sua abertura é feita para o lado de fora do ambiente e a sua folha é fixada na parte superior ou então nas laterais da janela. Muito utilizadas em salas, escritórios, lavanderias, entre outros locais, pois possuem diversos tamanhos e contemplam uma boa ventilação e luminosidade.

Janela Projetante

Janela Bay Window

Embora não seja comum no nosso país, já que necessita de um projeto com adaptações específicas, são indicadas para quem deseja bastante luminosidade. Elas são compostas por três faces de vidro que vem da cultura inglesa e que garantem uma iluminação natural no ambiente.

Janela Bay Window

Janela Pivotante

São aquelas janelas em que as suas folhas giram sobre o seu próprio eixo. Normalmente são instaladas em banheiros e salas, pois é possível regular e direcionar a sua entrada de ar. Lhe garantem também além da ventilação, a luminosidade.

Janela Pivotante

Janela Basculante

Normalmente utilizadas em banheiros, cozinhas e lavanderias. Sua abertura permite uma agradável ventilação no ambiente, e funcionam através de uma alavanca em sua lateral que pode ser aberta facilmente.

Janela Basculante

Janela Colonial

São aquelas marcadas pelo seu visual rústico, feitas em ferro ou madeira. Esse modelo contribui para uma ampla iluminação no ambiente, no entanto, possui uma desvantagem significativa, qual seja, a necessidade de manutenção intensiva para evitar o empenamento em virtude da iluminação solar e umidade excessiva.

Janela Colonial

Janela Tombar

uma curiosidade é a sua abertura realizada para o lado de dentro do ambiente. Em face a esse formato diferente, ela é indicada para espaços menores. Entretanto, passa a ser conhecida como um dos modelos de janela de vidro mais interessantes do mercado, pois, contribui para uma boa iluminação do ambiente e trás bastante ventilação para o local.

Janela Tombar

Janela de Vidro Blindex

conhecida também como vidro temperado, que proporciona um isolamento acústico. Prática para limpar e muito resistente. No entanto, uma janela desse modelo é mais cara que uma janela de vidro tradicional, mas varia o preço de acordo com o local que você feche o negócio. Utilizada para qualquer ambiente que você procura ter ventilação e luminosidade.

Janela de Vidro Blindex

Janela Fixa

menos comum do que os outros modelos, com diferencial para o seu charme. Como o próprio nome diz, ela não possui abertura e movimentação alguma. Por essa razão são indicadas para locais em que se busca segurança, como por exemplo, hospitais, escritórios, entre outros.

Janela Fixa

Janela Maxim-Ar

muito utilizadas em escritórios comerciais e em ambientes molhados de uma casa. Ela é fixa na extremidade superior, com abertura para o lado de fora.

Janela Maxim-Ar

Janela Oscilo-Batente

esse modelo seria uma junção entre os modelos de janela tombar e a janela de abrir, haja vista que, permite dois tipos de abertura, ou seja, uma parte para fora e a outra tombando. Esse modelo permite a entrada de circulação de ar, sem contar com a claridade. São indicadas para ambientes multiuso.

Janela Oscilo-Batente

Dentre todos esses modelos que acabamos de ver, é possível haver também a mistura entre elas em um mesmo modelo. A escolha dependerá das necessidades e gosto de cada cliente.





Agora é hora de pensar nas criações do seu próprio ambiente. Como já mencionado, você não precisa de muito para começar a mudança na sua casa, nós lhes apresentaremos várias dicas simples e acessíveis para a escolha da sua janela. Entretanto, não se esqueça que no momento da escolha, é preciso levar em consideração as características do seu projeto, e lembre-se também de contratar um profissional que tome todos os cuidados necessários no momento da sua instalação.

Leia também: O que é peitoril e qual sua importância na construção?

Esperamos que tenham gostado do assunto e que tenha ficado claro a importância de uma janela no seu imóvel. Caso tenha surgido interesse pelo assunto, e até mesmo restado alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco. Contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados, prontos para oferecer, com total segurança e eficiência, todo o suporte necessário.

Fale conosco, solicite o seu orçamento a respeito daquilo que você procura e precisa sobre o mundo da construção que iremos te ajudar a realizar este sonho. Esperamos e estamos dispostos a inspirá-los a construir ou redecorar as janelas de sua casa.

saunas

Tudo sobre as saunas, benefícios para saúde, onde fazer e como construir uma em casa

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Você gosta de saunas, gostaria de ter uma em sua casa? Pois saiba que é mais fácil do que parece. Ter uma sauna em casa para deleite da família é algo muito simples. Confira neste novo artigo tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é sauna?

Já pensou em estar em um lugar em que você pode sentir seus músculos relaxando, desacelerar a mente, encontrar tranquilidade e ainda por cima cuidar da saúde? Pois bem, esse lugar é sauna!

A sauna, também chamada de banho finlandês, nada mais é do que uma sala  com um ambiente muito aquecido. Seu objetivo é  propiciar relaxamento e, em alguns casos, promover o convívio social entre os frequentadores do recinto.

E não pense que as saunas são uma coisa moderna. Elas são um costume muito antigo. Visto que, elas teriam surgido há cerca de 9 mil anos e foram criadas por povos nômades que ocuparam a Finlândia na pré-história.

Para esses povos finlandeses, as saunas eram lugares sagrados, onde era realizada a purificação do corpo e do espírito. Lá ocorriam rituais de curanderia, partos e até casamentos. Dessa forma, como em um cerimonial religioso, também havia regras bem rígidas: era proibido fazer barulho, fofocar ou falar mal de alguém. A invenção finlandesa deu origem ao tipo que hoje conhecemos como sauna seca. Já o banho de vapor ou sauna úmida surgiu bem depois, na Grécia antiga.

Porém,  foram os turcos que mais avançaram nessa técnica, aquecendo caldeirões de bronze cheios de água em grandes salões de mármore com teto côncavo, desenvolvendo o chamado banho turco.



saunas

Os benefícios das saunas para a saúde

Entre todos esses povos citados acima, a sauna era muito popular por seu suposto poder curativo. Ainda no século 4 a.C., o grego Hipócrates, considerado o pai da medicina, afirmava que a temperatura alta podia tratar qualquer doença.

Hoje, no entanto, podemos citar como benefícios das saunas:

  • Alívio de dores de coluna;
  • Aumento da circulação sanguínea;
  • Hidratação da pele e;
  • Desobstrução dos poros;
  • Combate ao stress;
  • Combate à hipertensão;
  • Relaxamento da musculatura;
  • Limpeza e desobstrução das vias respiratórias;
  • Desintoxicação e expulsão das impurezas do organismo ;
  • Combate doenças do sistema respiratório.

Em contrapartida, as saunas não são recomendados para mulheres grávidas ou crianças muito pequenas. Assim como, não devem ser frequentadas por pessoas com pressão baixa, diabetes, problemas cardíacos ou algumas doenças respiratórias. Na dúvida, consulte seu médico antes.

Além disso, você nunca deve ficar dentro de uma sauna se sentir fraqueza ou com náuseas.

saunas

Os tipos de saunas

Existem, basicamente, dois tipos de sauna, construídas de formas diferentes que são as mais comuns: a sauna seca e a sauna a vapor.

A sauna seca, em geral tem seu revestimento de madeira e conta com um  aquecedor e pedras quentes que recebem a essência de eucalipto, aromatizando o ambiente.

Já a sauna a vapor, conta com a evaporação da água no local, e é revestida em piso frio e azulejos, para manter o isolamento do ambiente úmido. em virtude disso, é bem mais popular do que a sauna seca e muito usada em clubes e academias.

saunas

Como construir uma sauna seca

Para construir uma sauna seca, deve-se partir do princípio do revestimento interno, das paredes ao chão serem feitos em madeira porosa. Além disso, conta com um forno para o aquecimento e pedras por cima dele, onde se joga a essência de eucalipto.

A sauna de madeira pode ser construída dentro de um cômodo da sua própria casa, revestido com a madeira. Mas, como também é comum em casas, pode ser construído à parte, do lado de fora, como um chalé ou cômodo de madeira. Ou seja, pode ser construído totalmente de madeira ou contar com uma alvenaria para o revestimento externo.

Definido a base do revestimento externo, é preciso pensar no isolamento térmico adequado. Essa camada pode ser feita com lã de vidro ou isopor, por todas as paredes. 

Para saber mais sobre as saunas secas, confira nosso artigo Descubra os benefícios da Sauna Seca”.

Feito isso, a próxima camada é o revestimento interno de madeira. Sendo as melhores madeiras o cedro, o mogno, a cumaru e o ipê.

A altura do cômodo da sauna geralmente é em torno de 2,50 metros.

Para fazer os bancos você pode optar entre madeira ou alvenaria. Em geral, aproveita-se a linha das paredes e se constrói bancos contínuos como arquibancadas. Dependendo da largura que se tem disponível pode se fazer uma arquibancada mesmo com  uma escada de bancos de 3 ou 4 lances. Lembrando que o banco mais alto está mais próximo de altas temperaturas e o banco mais baixo de temperaturas menores.

Para o respiro e suspiro da sauna, ou seja a entrada e saída de oxigênio, faça dois buracos com a largura de 10 x 10 cm, em posições opostas, sendo um a 30 cm do teto e outro próximo ao chão, perto da entrada de ar do ambiente de banho da sauna. Em ambos faça o acabamento com uma treliça de madeira para regulara entrada de ar.

Uma boa iluminação pode ser feita com lâmpada fluorescente de 7 watts conectada a dois pontos de fiação e presa por uma arandela de madeira. No entanto, o interruptor deve ficar longe da área de banho.

O piso da sauna seca é revestido em madeira, mas pode ser feito cimentado ou com cerâmica anti-derrapante. Assim como, deve incluir o ralo para escoar a água do banho.

E por fim, a porta é de madeira revestida em lã de vidro e deve contar com uma janelinha de vidro que possa ser aberta para correr ar se necessário.

Atenção: no espaço onde será instalado o aquecedor não deve ser revestido de madeira. Assim sendo, use placas refratárias nas paredes ou tijolos refratários ao redor do forno.

saunas - sauna seca
Fonte: Socalor Saunas

 

Como construir uma sauna a vapor

Primeiramente, é preciso definir se o espaço da sauna será para uso comercial ou caseiro. Pois, sua construção depende diretamente de seu fim. Assim sendo, para saunas caseiras é aconselhado uma metragem, e comercial outra. 

Para saunas caseiras, o próprio banheiro pode acomodar uma sauna a vapor.

Uma sauna a vapor comercial para 4 pessoas pode ter o espaço mínimo de 3m x 3m. No entanto, as saunas comerciais costumam ter 1 ou 2 metros a mais no comprimento dos bancos.

Com relação à altura do teto, essa pode ser um pouco menor que a da sauna seca. Afinal, ela conta somente com piso frio e cerâmica, sem necessidade de revestimento em madeira. Atente-se, as saunas a vapor precisam uma inclinação no teto de 10%. Uma vez que, é fundamental para a condensação do vapor em gotas. Caso esteja aproveitando um cômodo já construído, o isolamento pode ser feito com rebaixamento de PVC e placas de isopor em direção oposta aos bancos.

O suspiro e o respiro são feitos da mesma forma que na sauna seca. Porém, a diferença é que conta também com uma saída de vapor, um nicho na parede com o cano de vapor em cotovelo, jogando o vapor para o piso da sauna, pois o ar quente sobe e é bem aproveitado, de frente para os bancos.

Para saber mais sobre saunas a vapor, recomendamos a leitura do nosso artigo Tudo o que você precisa saber sobre a sauna a vapor”.

No cômodo deve haver um conduíte para a iluminação e ponto para o circuito elétrico, com quadro de comando para o termostato.

Para o isolamento térmico e revestimento, o indicado é vermiculita e cimento, proporção de 5 latas de vermiculita para uma de cimento. Bem como, o revestimento das paredes pode contar com azulejos, cerâmica ou mármore. Quanto ao acabamento, use argamassa no teto e tinta acrílica. 

O piso pode ser de ardósia, cerâmica ou pedras.

 

saunas - sauna a vapor
Fonte: Socalor Saunas

 

Dicas para um banho de sauna agradável

Depois que você já aprendeu como construir uma sauna na sua casa, veja as dicas a seguir para um banho de sauna ainda mais agradável:

Dica 01

Mantenha-se hidratado durante o seu banho de sauna. A transpiração faz você perder muita água e você precisa repor isso ingerindo líquidos. Sem a reposição adequada, é provável que você sentirá fadiga.

Dica 02

Não faça a ingestão de álcool e, em seguida, faça um  banho de sauna. Isso pode ser uma combinação perigosa.

Dica 03

Use óleos essenciais para potencializar os efeitos da sauna, como por exemplo:

  • Óleo essencial de lavanda: promoverá descanso e relaxamento, especialmente quando inalado. Mas não é só isso, ela também tem propriedades anti-sépticas e anti-inflamatórias, e por isso, é bom remédio para acne, eczema e outros problemas de pele.
  • Óleo essencial de camomila: têm propriedades calmantes, para tratar a irritação mental, impaciência e TPM. É também eficaz no tratamento da pele irritada.
  • Óleo essencial de eucalipto: pode ser utilizado para tratar uma variedade de doenças, incluindo dores de cabeça, gripe e dores musculares. Ajuda a abrir as vias aéreas e aliviar a tosse, espirros e outros sintomas respiratórios. Mas atenção, não deve ser usado por pessoas com doenças cardíacas, pressão alta ou epilepsia.
  • Óleo essencial de hortelã: é um grande estimulador mental quando inalado, e tem como resultado promover a clareza e melhoria do foco. É bom também para dores de cabeça.
  • Óleo essencial de rosa: é recomendado para o tratamento de eczema, depressão, estresse e sintomas da menopausa e disfunção sexual.

saunas 05

 

Então, gostou do nosso artigo sobre saunas? Que tal construir a sua agora? E para mais dicas e informações interessantes sobre engenharia, arquitetura e decoração, continue acompanhando as nossas publicações!

10 dicas para escolher a churrasqueira perfeita para sua casa

Churrasqueira: 10 modelos perfeitos para a sua casa!

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Neste artigo, iremos abordar algumas dicas para você encontrar a churrasqueira perfeita. Sabemos que a churrasqueira é imprescindível em um espaço de lazer, portanto, vale a pena investir em algo que irá lhe proporcionar momentos de prazer.

Aqui você verá que, a churrasqueira é considerada por muitos, a estrela da área de lazer. Por isso, mesmo que não seja possível instalar aquele modelo tradicional, vale a pena investir em outras alternativas. Como por exemplo, a churrasqueira elétrica. Assim, independente do tamanho do local, é possível obter um belo espaço gourmet.

Veja também: O que é uma varanda gourmet? Entenda Antes!


Seguindo essa linha de pensamento, a churrasqueira é um item que não pode faltar na sua casa. Por diversas questões vale a pena entender e conhecer um pouco a respeito de cada uma delas.

Modelos e materiais

Como citado anteriormente, existem inúmeros modelos de churrasqueira. Elas agradam a todos os gostos e decorações. Como por exemplo: a churrasqueira tradicional, construída com tijolos, necessitando de uma chaminé e do uso do carvão. Ao passo que, existem opções modernas, como a churrasqueira à gás ou o modelo americano.

Da mesma forma, existe uma variedade gigantesca de materiais. Dentre os mais utilizados, é comum encontrar modelos de tijolo, de concreto, em vidro e de inox.

Uma vez que, a variedade de modelos e materiais é tão grande, separamos alguns dos modelos mais interessantes para você:

Churrasqueira de Tijolo à Vista

Esse modelo é a mais tradicional e utilizada em nosso país. Afinal, seu visual rústico é mais utilizado nas decorações dessa área. Entretanto, esse modelo não só necessita de uma mão de obra especializada, como também de um espaço razoável para a sua instalação. Afinal, ela não é tão compacta quanto alguns outros modelos.

Seja como for, que faz com que o brasileiro opte por este modelo, é a possibilidade de instalação de um forno ou até mesmo um fogão a lenha ao seu lado. Portanto, atendendo facilmente as necessidades de uma família grande.

Churrasqueira de Tijolo à Vista

Churrasqueira de Concreto

Embora construídas sob medidas, ela é muito parecida com o modelo de tijolinho. Contudo, a diferença está no material utilizado e no seu acabamento. Ainda assim, são adaptáveis a espaços menores e com uma ampla variedade de revestimentos. Nesse sentido, aposte nos azulejos e revestimentos para deixar a sua churrasqueira com uma aparência diferente.

Churrasqueira de Concreto

Churrasqueira Pré-Montada

Ela já vem montada, necessário apenas a sua instalação no seu devido lugar. Esse modelo é construída de tijolo refratário e muito resistente. Além disso, ela permite revestimento e mão de obra especializada.

Entretanto, o seu espaço de instalação deve ser único e exclusivo pra ela, já que o seu tamanho é limitado.

Churrasqueira Pré-Montada

Churrasqueira Elétrica

Por não utilizar carvão, garante o sabor defumado da carne que estamos acostumados. Contudo, sua vantagem se encontra nos seus variados tamanhos e formatos. Encontrados hoje em dia, por exemplo, modelos portáteis e até mesmo fixas. Em comparação com qualquer modelo a carvão, as churrasqueiras elétricas geram menos fumaça e sujeira.

Churrasqueira Elétrica

Churrasqueira à Gás

É o modelo mais próximo a um fogão tradicional da nossa lista. Isto é, seu acendimento é realizado por uma válvula ligada diretamente ao botijão de gás. Por isso, é considerado modelo mais seguro, já que o seu acendimento é rápido e a sua chama pode ser controlada facilmente. O grande destaque, se dá por conta da facilidade de limpeza. Já a manutenção e o gosto da carne é bem parecido com a elétrica.

Churrasqueira a Gás

Churrasqueira à Bafo

Esse modelo é conhecido como estilo americano. As churrasqueiras à bafo, possuem um modo peculiar de assar a carne.  Em virtude disso, possui um sabor diferenciado.

Elas tem uma tampa que, ao ser fechada cria uma espécie de estufa de calor. Ou seja, ela segura o calor dentro da churrasqueira. Abafando a carne e assim, assando. Há também aqueles que a utilizam com a tampa aberta, conforme uma churrasqueira tradicional.

Na maioria das vezes são feitas de ferro e bem compactas. Por isso, não são indicadas para churrascos com um grande número de pessoas.

Churrasqueira a Bafo

Churrasqueira de Vidro

Mesmo seu nome mencionando o vidro, elas não são totalmente construídas com esse material. O vidro é utilizado em suas laterais, enquanto que a sua base e a coifa são de alvenaria ou metal. O diferencial desse modelo é apenas visual, já que ela funciona da mesma maneira que a churrasqueira tradicional. O principal atrativo desse modelo é a visão panorâmica do churrasco, criando um visual limpo e moderno.

Churrasqueira de Vidro

Churrasqueira de Ferro

Muito interessante para quem busca um modelo diferenciado para a sua casa. O principal modelo de ferro são as portáteis, as de parede e a bafo; e o seu acendimento pode ser tanto elétrico, a gás ou com o próprio carvão.

Churrasqueira de Ferro

Churrasqueira Portátil

Utilizada por quem não possui um espaço suficiente para a construção de uma churrasqueira. É um modelo bem compacto que pode ser utilizada em qualquer lugar, como por exemplo no balcão e na pia. Outra grande vantagem é o seu custo em relação aos outros modelos. Interessante saber também que, elas possuem o acendimento a carvão, a gás ou elétrico. Entretanto, em razão da sua facilidade de utilização por conta do seu tamanho, é um modelo utilizado em churrasco de número reduzido de pessoas.

Churrasqueira Portátil

Churrasqueira Giratória

Possui espetos ligados a um sistema giratório em um eixo de 360 graus. Em tese, possuem um modelo mais compacto e permitem o preparo de carnes saborosas. Esse modelo evita que o churrasqueiro tenha que virar a carne a todo instante.

Churrasqueira Giratória

 

Agora que você já conferiu alguns estilos de churrasqueiras para compor a sua casa, é hora de pensar nas criações do seu próprio ambiente. Como já mencionado, você não precisa de muito para começar a mudança na sua casa, nós lhes apresentaremos várias dicas simples e acessíveis para quem pensa na instalação da churrasqueira ideal para o seu espaço. Além disso, uma boa churrasqueira valoriza qualquer imóvel. Por isso, vale a pena investir.

Leia também: Áreas de lazer para você se inspirar – Entenda Antes!

Por fim, é importante destacar que ter uma churrasqueira em casa merece sempre um cuidado especial. Portanto. necessita de profissionais competentes e especializados.

Esperamos que tenham gostado do assunto e que tenha ficado claro a importância de uma churrasqueira no seu imóvel. Caso tenha surgido interesse pelo assunto, e até mesmo restado alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco. Contamos com uma equipe de profissionais altamente qualificados, prontos para oferecer, com total segurança e eficiência, todo o suporte necessário.

Fale conosco, solicite o seu orçamento a respeito daquilo que você procura e precisa sobre o mundo da construção que iremos te ajudar a realizar este sonho. Esperamos e estamos dispostos a inspirá-los a construir ou redecorar a sua churrasqueira, transformando-a ainda mais em um espaço de encontro e celebração.

Lareira a gás: Como funciona e qual o melhor modelo?

Lareira à gás: Como funciona e qual o melhor modelo?

(Clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Um dos itens de decoração mais desejados nos dias de hoje são as lareiras. E assim, como vários produtos de alta demanda, existem vários tipos de lareiras. A lareira a lenha tradicional está ficando para trás, sendo utilizada cada vez menos. Como uma alternativa mais atraente a lareira à gás tornou-se a mais procurada. No entanto, sua instalação deve ser bem planejada para evitar problemas no futuro. Ou seja, é importante contar com a ajuda de um especialista antes de tomar qualquer decisão.

Por isso, reunimos nesse artigo algumas informações importantes para você que está pensando em adquirir uma lareira à gás.

Boa leitura.

Primeiramente, como funciona a lareira à gás?

Como funciona uma lareira à gás?

A lareira à gás, é bastante prática e funcional. A princípio, ela necessita somente de uma tubulação de cobre, um registro no local em que for colocada, um dispositivo de segurança que corta a saída de combustível caso a chama se apague e um ponto de gás que é de onde vem a chama.

O gás pode ser o natural (gás de rua) ou o liquefeito, conhecido como gás de cozinha. É interessante ter um registro independente, para que em casos de manutenção não seja preciso cortar o gás da casa inteira. Seu acionamento é feito por um botão, similar ao de um fogão ou até mesmo por um controle remoto.

Já as lareiras menores não têm necessidade de ter chaminé, porém, é recomendada para que o gás carbônico proveniente da queima vá embora mais rapidamente. Ainda assim, recomenda-se também que o ambiente seja ventilado.

A lareira à gás pode ter dois modelos:

  1. As “lareiras lineares” que possuem pedras vulcânicas e necessitam de um nicho de alvenaria para ser colocada. Esse nicho é uma caixa com espaço central aonde se encaixa a lareira.
  2. As de “lenho cerâmico”, é uma falsa lenha que fica sobre o queimador imitando o lenho tradicional.

Vantagens da lareira à gás

As vantagens de uma lareira à gás

A principal vantagem de lareira à gás é que ela não emite ou fumaça, ou fuligem. Consequentemente, não sujam o ambiente. Você não se sente “defumado” por estar em um lugar esfumaçado. Por não fazer fumaça ela pode ser instalada em qualquer lugar da casa, sem contar que como não gera cinzas provenientes da queima da madeira. Ou seja, não tem necessidade de se preocupar com a limpeza, economizando seu tempo.

Esse modelo, também não tem demanda de abastecimento constante, como acontece com as lareiras a lenha. Assim, permitem mais conforto e praticidade. A lareira à gás, evita o trabalho pesado de compra, armazenamento e manuseio das lenhas.

Leia também: Como construir uma lareira? Conheça a melhor forma!

Nesse tipo de lareira, o aquecimento das pedras vulcânicas se mantém por mais tempo, ainda que o fogo esteja baixo. Ou seja, ela mantém o ambiente mais quente além do que é esperado convencionalmente.

Optar por uma lareira à gás otimiza o ambiente, dando lugar para outras peças decorativas, pois ela não necessita de um espaço grande para ser colocada. Podem ser instaladas em casas ou apartamentos, em lugares como salas, quartos, escritórios, terraços, etc.

Outra vantagem da lareira à gás é que ela podem ser feita sob medida, com especificações exatas. Você pode, até mesmo, optar por uma ou duas linhas de fogo. Pode ser modelo cooktop, formato de caixa, entre vários outros modelos. Da mesma forma, pode-se escolher o tipo de acabamento que você desejar, tornando-a um acessório decorativo único e exclusivo.

Apesar da lareira à gás ter um certo custo inicial significativo, com a sua instalação, os custos operacionais são mais baixos do que as lareiras decorativas elétricas ou a etanol, por exemplo.

Dicas de decoração

Dicas de lareira à gás

  • Para ambientes espaçosos e altos uma boa dica para compor sua lareira é utilizar uma escada como decoração, elas deixam o visual moderno e despojado, dando um toque especial.
  • A lareira é um bom lugar para ler um livro. Ou seja, quem gosta de um cantinho tranquilo e sossegado, é só colocar uma poltrona aconchegante e separar seus livros preferidos para leitura.
  • Plantas e lareiras são uma ótima combinação, não tem nada mais charmoso que isso para preparar seu ambiente.
  • Lareiras à gás é uma ótima opção para ambiente com televisão. Se você não quer correr o risco de ter algum problema eletrônico e gosta de chamas fortes, opte por esse tipo de lareira.
  • Nada melhor do que dormir bem quentinho no inverno, não é mesmo? Por isso, ter lareiras À gás no quarto é uma ótima opção para se aquecer. Além disso, você não terá que se preocupar em inalar a fumaça gerada na lareira.
  • Cores vivas sempre deixam o ambiente divertido. Por isso, pense em colocar uma lareira combinando com as cores fortes. Assim, você pode criar um local perfeito para reunir com sua família para jogos e brincadeiras.
  • A lareiras à gás é ótima para ambientes externos e abertos, onde o vento circula. O fogo dura mais tempo e proporciona o efeito tipo fogueira, excelente para noites especiais.

Continue lendo sobre esse assunto: Lareiras: Tudo o que você precisa saber sobre elas!

Quando o outono e inverno vão chegando, vamos tirando nossas roupas de frio do armário para nos preparamos. Nesse momento, com certeza gostaríamos de uma lareira quentinha. Como vimos, são tantas a vantagens de uma lareira a gás que pensamos: Porque não instalei uma ainda?

E você, qual modelo mais gostou? Não perca tempo e procure um especialista para providenciar uma! Mas não se esqueça, quando for comprar sua lareira à gás verifique se ela possui uma válvula de segurança e se está dentro das normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Tudo o que você precisa saber sobre a manutenção de casas pré-fabricadas!

Tudo o que você precisa saber sobre a manutenção de casas pré-fabricadas!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Mesmo que sejam lindas, as casas pré-fabricadas precisam de cuidados. Um equívoco muito comum entre as pessoas, é pensar que a manutenção de casas pré-fabricadas não se faz necessária. Provavelmente, como são mais rápidas e fáceis de montar, oferecem essa ideia equivocada. De qualquer maneira, assim como toda residência, merecem a devida atenção. Afinal, essas casas, mesmo sendo práticas, possuem a necessidade de manutenção.

Em suma, é preciso realizar pequenas vistorias e reparos sempre que possível e o mais indicado é que isso ocorra a cada dois anos. Portanto, a intenção é que elas se mantenham boas por muito mais tempo. Pois mesmo que o objetivo não seja passar o resto da vida nela, é preciso pensar no futuro. Ou seja, caso um dia ela seja alugada, por exemplo, precisa estar em boas condições. Assim, é possível ter um retorno agradável e sentir que todo o esforço para adquiri-la, de fato, valeu a pena. Entenda melhor sobre o assunto e saiba como funciona a manutenção de casas pré-fabricadas e esclareça todas as suas dúvidas.

Por que realizar manutenções?

Qualquer casa pode se tornar um ambiente arriscado ou impróprio para viver caso manutenções não sejam realizadas. Além disso, quanto mais manutenções são feitas de forma programada, melhor se encontra o ambiente. Essas manutenções, muitas vezes, nem sempre são grandes coisas. Afinal, pode ser somente a aplicação de um novo verniz, renovar os vidros, trocar madeiras, etc. É importante ressaltar que as manutenções colaboram de grande forma para que o ambiente se torne muito mais agradável. Existem indivíduos que, por exemplo, julgam as casas pré-fabricadas como sendo feitas com materiais ruins. Porém, a verdade é que, dificilmente a culpa é da construtora, do arquiteto ou dos materiais utilizados. É sim, de fato, possível encontrar casas com materiais mais simples e fracos. Entretanto, as manutenções fazem com que mesmo os materiais mais simples tenham ótima durabilidade. Por conta disso, é de suma importância garantir manutenções adequadas, estratégicas e muito eficazes.

Manutenção de casas pré-fabricadas

Existem uma série de manutenções que podem e devem ser feitas nas casas pré-fabricadas. Essas manutenções são muito mais necessárias nas casas de madeiras. O motivo é que, como a madeira é algo que merece maior atenção, deve-se garantir esse aspecto. Além disso, elas ficam muito mais viçosas e belas a partir do momento que são bem cuidadas. Dessa forma, é indispensável prestar atenção nesse ponto. Em suma, mesmo quando se trata de uma madeira extremamente cara e de altíssima qualidade, a manutenção é necessária. Afinal, isso faz com que ela tenha uma qualidade acima do comum e dure por muito mais tempo. Aliás, é muito frequente observar casas pré-fabricadas bem melhores que outras. Nem sempre isso está ligado com o dinheiro que a pessoa investiu na casa, mas sim, no cuidado. Portanto, é possível observar casas de 10 anos atrás, mas que parecem-se como novas. Confira os principais cuidados:

1. Elétrico

Manutenção de casas pré-fabricadas: Parte elétrica

Como já é de se imaginar, a parte elétrica de uma residência conta muito. Afinal, ela está ligada em grande parte com a segurança dos moradores. Uma casa pré-fabricada que não possui manutenções elétricas, é uma casa não muito segura para se viver. Além disso, negligenciar esse aspecto pode resultar em sérios problemas. Um exemplo disso, é em relação aos eletrodomésticos que queimam com frequência, cheiro de queimado saindo da torneira, etc. Dessa maneira, indica-se veementemente que as manutenções elétricas sejam feitas. Principalmente quando a casa é de madeira, há uma probabilidade muito maior de necessitar dessas manutenções elétricas.

Dependendo do tamanho da casa, quantidade de moradores e diversos outros fatores, a frequência da manutenção muda. Existem moradores, por exemplo, que querem garantir 100% de eficácia e segurança. Por conta disso, solicitam reparos elétricos e testes mensais. Já outros, preferem realizar uma vez a cada dois meses ou uma vez por ano.

2. Manutenção hidráulica

manutenção de casas pré-fabricadas: Parte de encanamentos

É inútil evitar, já que todas as residências necessitam de manutenção hidráulica. A intenção é sempre evitar problemas. Ou seja, residências que começam a apresentar uma conta maior de água, vazamentos e inconstâncias, precisam da manutenção. Nesse tipo, encontram-se as manutenções preditiva, corretiva e preventiva. Cada uma delas possui uma finalidade. Entretanto, todas colaboram para a melhoria eficaz do ambiente. Ademais, também servem como uma ótima forma de evitar custos. Afinal, evitam gastos desnecessários e focam muito mais em evitar problemas, principalmente a preditiva e preventiva. Já quando um problema infelizmente aconteceu, o tipo de manutenção solicitado deve ser a corretiva. Caso a intenção seja apenas se precaver, a manutenção preventiva é a melhor. Já a preditiva, serve como uma forma de avisar quais locais estão prestes a ter um problema em breve. Por isso, é muito importante mantê-las sempre no cronograma de manutenção de casas pré-fabricadas e garantir tranquilidade.

3. Manutenção da madeira

Manutenção de casas pré-fabricadas: Madeiras

Assim como as demais manutenções, a madeira também merece atenção. Na manutenção de casas pré-fabricadas, ela é um dos aspectos principais. Ademais, garante a qualidade do imóvel. Porém, muito além disso, também serve para a estética. Ou seja, com ela é possível obter uma casa pré-fabricada bonita por muito mais tempo. Tudo isso colabora também para evitar que cupins e demais animais a ataquem. Logo, aumenta a durabilidade do material, além de deixá-lo mais bonito e também protegido. Tais características são extremamente importantes para quem deseja manter uma residência. Principalmente, é claro, quando a manutenção ocorre em casas pré-fabricadas de madeiras. Afinal, as madeiras são mais sensíveis e exigem, de fato, um cuidado mais intenso e assertivo. Por isso, muitas vezes indica-se a utilização de vernizes com proteção contra cupins. Outra ótima opção são os vernizes que não deixam a água penetrar na madeira. Assim, o exterior estará sempre bonito.

Valores e profissionais

Juntar dinheiro e se planejar para uma manutenção de casas pré-fabricadas é a melhor forma de garantir eficácia e durabilidade do ambiente. Ademais, é possível encontrar esse serviço disponível por valores menores que um salário mínimo. Mesmo que pareça um valor muito alto, é possível encontrar locais onde ele é parcelado e, assim, torna-se mais acessível. De fato, as manutenções são as responsáveis por manter as residências bonitas. Logo, elas podem futuramente também servir como uma ótima fonte de renda. Afinal, sabe-se que casas bem cuidadas são as mais procuradas em sites de aluguel e compra.

Quando o exterior e o interior da casa estão ok, ninguém se importará de pagar o preço. De qualquer maneira, encontrar profissionais adequados também é importante. A Entenda Antes, por exemplo, possui os melhores negócios e os realiza de maneira muito ágil. Afinal, atuam indicando especialistas confiáveis e experientes na sua região. Dessa forma, não há com o que se preocupar.

Conclusão

Como visto, a manutenção de casas pré-fabricadas é algo fácil e exige somente um pouco de planejamento para que tudo saia como o planejado. Dessa maneira, é possível mantê-la muito mais bonita e em perfeito funcionamento por muito mais tempo. Possui alguma sugestão ou opinião? Entre em contato conosco ou comente na publicação!

Você pode se interessar: Casas pré fabricadas | O Guia completo para quem vai investir em construção

Lareiras: Tudo o que você precisa saber sobre elas!

Lareiras: Tudo o que você precisa saber sobre elas!

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Poucos elementos decorativos e funcionais têm tanta representatividade quanto as lareiras. Afinal, com o forte apelo estético, ela pode trazer sensações de acolhimento, aconchego, romantismo e intimidade. Além disso, terá um ambiente quentinho durante as baixas temperaturas no inverno.

O modelo mais presente no imaginário coletivo é aquele à lenha, de alvenaria. Ainda que, com as possibilidades tecnológicas, as lareiras passaram a ter novos tipos e deixaram de ser uma exclusividade das regiões mais frias. Assim também, passando a serem adotadas também nas localidades de clima quente.

Como a rotina de uso dos espaços é algo que deve ser levando em conta na decoração, é importante um bom planejamento antes de decidir as melhores opções. Por isso, vamos compartilhar sobre os tipos de lareiras existentes, a melhor para cada cômodo e as informações sobre manutenção, gastos e segurança. Saiba tudo sobre elas!

Quais‌ ‌os‌ ‌tipos‌ ‌de‌ ‌lareiras‌ ‌que‌ ‌existem?‌

1.      As lareiras ecológicas

lareiras ecológicas

Esse tipo de lareira tem sido bastante difundido no mercado, especialmente pela diversidade que proporciona. Ou seja, é possível encontrá-lo com outros nomes: biolareira, lareira à álcool, lareira à etanol ou queimadores. Veja os detalhes a seguir.

●       Estrutura técnica

As lareiras ecológicas possuem parede dupla de aço inox, com o interior revestido por manta cerâmica. São relativamente leves e vêm acompanhadas de uma haste para acender, abrir e fechar o equipamento. Há estruturas de 60 centímetros, por exemplo, que podem aquecer uma área de até 40 metros quadrados.

●       Fonte de alimentação da chama

Deve-se utilizar combustíveis renováveis acima de 92 graus para manter a chama acesa. Álcool de cereais, como por exemplo, milho e arroz, álcool de beterraba, cana-de-açúcar e etanol de posto de gasolina são alguns deles.

O tempo de queima vai depender de dois fatores: o tamanho do recipiente de cada modelo e o nível de circulação de ar. Uma área que tenha muito contato com o vento, acelera o processo de queima, impactando no desempenho do tempo.

Uma vez que o combustível termine, a chama apaga e é necessário o reabastecimento. Leia atentamente a recomendação disponível no manual de cada fabricante, pois, embora as informações destacadas aqui sejam gerais para esse tipo de lareira, os detalhes específicos são informados caso a caso.

●       Intervenção local

As intervenções no espaço físico vão depender da demanda de utilização, já que as biolareiras podem ser instaladas de diversas maneiras. Podem ser fixas, encaixadas em móveis, em nichos de madeira, porcelanato ou pedras, só para citar algumas.

●       Modelos

Existem modelos portáteis, pequenos e decorativos, que vão desde características rústicas às mais futuristas. Estão disponíveis não apenas as de chão, como também as de mesa, suspensas ou até mesmo para paredes.

2.      Lareiras elétricas

lareiras elétricas

Lembra que comentamos anteriormente sobre a não exclusividade de lareiras em regiões de clima frio? É aqui que entram as lareiras elétricas. Mas isso não significa que elas não sejam funcionais quanto ao conforto térmico exigido pelo frio.

Além disso, alguns modelos oferecem simulações do fogo em 3D, produzindo aquela estética visual e suprindo o imaginário afetivo que algumas pessoas têm, mesmo morando nas cidades mais quentes do Brasil. Acompanhe!

●       Estrutura técnica

As características técnicas são semelhantes à de um aquecedor. Pode ser acionada por controle remoto e além disso, dependendo do modelo, pode-se escolher as cores das chamas e a intensidade do calor.

●       Fonte de alimentação da chama

Neste caso, o fogo real não está presente. A funcionalidade do aquecimento, o que inclui o tempo de uso, depende do fornecimento de energia elétrica e da potência do equipamento.

●       Intervenção local

É necessário saber se o ambiente de utilização comporta a potência necessária. Por isso, conte com especialistas da área para não ter complicações ao adquirir um tipo que não esteja adequado ao lugar que você deseja utilizar.

As indicações do fabricante devem ser consideradas, já que alguns modelos precisam de um espaço mínimo para a circulação de ar. Caso contrário, podem gerar superaquecimento.

●       Modelos

A maioria tem um padrão quadrado ou retangular, o que as permitem serem usadas como um quadro de parede. Assim, elas podem ser embutidas em móveis, em nichos diversos e em gessos. Do mesmo modo, elas podem ocupar o espaço de uma lareira tradicional que foi desativada.

3.      Lareiras à gás

lareiras a gás

 

Assim como as anteriores, as lareiras à gás oferecem praticidade, porque dispensam grandes manobras espaciais como são as que requerem chaminés e outros recursos.

●       Estrutura técnica

Para utilizar este tipo de lareira é importante prever o ponto de gás desde o início da obra. Por isso, para o acendimento, também é necessário um ponto elétrico e algumas opções oferecem controle remoto.

Antes de adquirir o produto, veja se o mesmo oferece detalhes, como sensores de trava de gás e detectores de vazamento, que são meios para interromper o funcionamento em caso de falha.

●       Fonte de alimentação da chama

A fonte de alimentação é o gás encanado ou de botijão. Há modelos que contam com a programação do tempo de queima e, caso não seja especificado pelo usuário, apagam-se automaticamente após cinco horas de uso.

●       Intervenção local

Por depender dos pontos de gás e elétrico, pode não ser prático para os espaços em que a instalação de gás não esteja prevista. Por isso, a importância do planejamento prévio ao período de construção ou reforma.

●       Modelos

Há muita variedade de modelos. Alguns são parecidos com a estrutura inox da lareira ecológica, nas quais se utilizam de maneira complementar ao nicho, pedras vulcânicas ou lenhas de cerâmica refratária, assim, dando um toque especial de beleza.

Saiba mais sobre lareiras à gás: Lareira a gás: Como funciona e qual o melhor modelo?

4.      Lareiras à lenha

lareiras a lenha

Mesmo com tantas variedades no mercado, há os que não abrem mão da tradicional lareira à lenha. Os argumentos vão desde gostar do cheirinho da lenha queimando, ao som do fogo durante a queima e até mesmo porque ela sempre foi o sonho de consumo tão esperado.

Se este é o seu caso, veja as informações abaixo.

●       Estrutura técnica

As lareiras à lenha exigem detalhes como caixa de fogo, coifa e duto. Os materiais para sua composição são bem mais pesados, já que contam com pedras, cimento e tijolos.

●       Fonte de alimentação da chama

O fogo desse tipo de lareira depende da lenha. Logo, o espaço de armazenagem do material deve estar previsto e ter a ventilação adequada para evitar que as lenhas umedeçam.

A duração da queima requer alguns cuidados para que seja mantida. Por exemplo, as lenhas devem estar bem secas. A intensidade da temperatura vai depender do tamanho dos cortes ou do nível do fogo no material: a madeira no ponto de carbonização emite menos calor do que a madeira em chamas.

●       Intervenção local

Como vimos anteriormente, as intervenções no ambiente não são tão simples quanto as que foram apresentadas anteriormente.

Considerando os modelos de alvenaria, temos uma construção mais complexa dentro do contexto geral do projeto. Cálculos como profundidade da lareira e o tubo da chaminé que ultrapassa a parte superior da casa, bem como a grelha de ventilação necessária para não esgotar o oxigênio do ambiente, são pontos relevantes a serem considerados. Saiba mais!

●       Modelos

Salvo, guardados todos os cuidados necessários, é hora de aproveitar as possibilidades. Esse tipo de lareira também permite atender a grandes áreas e levar calor a outros cômodos das residências.

Além do já mencionado modelo de alvenaria ou abertas, encontramos por exemplo, modelos de canto, central, rústicas, de ferro, fechadas, revestidas com pedras, com porcelanato e até mesmo as que dão um toque mais moderno ao ambiente como as suspensas.

5.      Lareiras externas

lareiras externas

Nos modelos externos, encontramos as versões à gás, à lenha e ecológicas, garantindo aquele momento intimista no jardim, na varanda, na piscina… Desse modo, considere os aspectos citados, para escolher a que se adequa melhor às suas necessidades.

 

6.      Lareiras portáteis

lareiras portáteis

As portáteis representam facilidade e uma dinâmica mais livre para transportá-las de um ambiente a outro. Mas para isso, observe as questões de segurança que detalharemos mais abaixo.

Qual‌ ‌tipo‌ ‌é‌ ‌melhor‌ ‌para‌ ‌cada‌ ‌cômodo?‌

Primeiramente, para responder a essa pergunta, deve-se ter em mente alguns aspectos como: a dinâmica dos usuários da casa, o tamanho dos espaços, qual a estética presente na composição, tempo estimado de uso, se vai haver comunicação entre os ambientes, finalidade, a disposição dos móveis, entre outros. Veja alguns exemplos:

Para aquecer o espaço

lareiras em salas

Lareira no quarto

lareiras em quartos

Lareira de centro na sala de estar

lareiras em salas

Lareira elétrica portátil na salinha de estar

lareiras para apartamentos

Lareira de etanol na sala/ambiente integrado

lareiras para ambientes integrados

Lareira portátil em ambiente integrado

Lareiras portáteis para vários ambientes

Lareira de chão no jardim

lareiras para jardim

Para os dias de celebração na área externa

Lareiras externa para comemoração

Valorizando os cantinhos externos

lareiras para o cantinho externo

Lareira na área da piscina

Lareiras para a área da piscina

Como‌ ‌é‌ ‌a‌ ‌manutenção,‌ ‌o‌ ‌gasto e o‌ ‌que‌ ‌eu‌ ‌preciso‌ ‌fazer‌ ‌para‌ ‌usar‌ ‌com‌ ‌segurança?

●       Segurança

Todos os tipos de lareiras devem respeitar os protocolos e normas atualizadas, estabelecidas pelas entidades competentes. Como por exemplo, no Brasil, temos a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que dita as adequações e as padronizações necessárias.

Além disso, é fundamental contar com profissionais qualificados e a leitura completa do manual de cada equipamento, para que não haja dúvida na hora de utilizar.

Outras recomendações são dadas pelo Corpo de Bombeiros sobre a utilização de equipamentos e inflamáveis: evitar a proximidade com cortinas, sofás, toalhas e outros elementos passíveis de incêndio.

Ademais, mantenha o ambiente ventilado, uma pessoa responsável monitorando o fogo e tenha cuidado com as crianças e os animais de estimação quando eles estiverem por perto. Além disso, foi verificado que as pessoas com diabetes têm redução da sensibilidade à dor e podem não perceber que estão sofrendo queimaduras.

●       Manutenção e Gastos

Podemos afirmar que as lareiras à lenha são o modelo que demanda mais manutenção. As cinzas devem ser totalmente removidas antes de uma nova queima; pelo menos uma vez ao ano é necessário verificar se a tubulação está desobstruída; algumas espalham fuligens no ambiente e ainda estão os cuidados no armazenamento adequado da lenha. Em contrapartida, as demais não contam com esse trabalho.

Em relação aos gastos, as lareiras elétricas podem representar um aumento significativo na conta de luz, principalmente se o tempo de uso for longo e durante muitos dias.

Quanto aos outros tipos, é importante prever o tempo de uso em horas e dias e a fonte geradora de calor. Observamos que as lareiras à gás podem oferecer uma boa relação custo-benefício. Mas como dito anteriormente, depende dos objetivos de cada um. O fato é que diante de tantas possibilidades, é possível realizar o cenário dos sonhos com a lareira certa para cada gosto! Boas escolhas!

Tudo o que você precisa saber sobre a Sauna a vapor

Tudo o que você precisa saber sobre a Sauna a vapor

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

O corpo humano pode acumular uma série de toxinas e gases prejudiciais. Isso tudo, infelizmente, ocorre de maneira imperceptível. A sauna a vapor atua de uma maneira extremamente sutil, mas muito potente, para remover tais toxinas. Como auxiliam na eliminação de todas as impurezas através da transpiração, oferecem ótimos e notáveis benefícios.

Acompanhe!

Como funcionam as saunas a vapor?

Como funcionam as saunas a vapor?

Um dos nomes pelos quais a sauna a vapor também é conhecida, é por sauna úmida. As saunas a vapor funcionam na intenção de garantir eliminação de toxinas. Assim sendo, oferecem benefícios, que podem ser notados das mais variadas formas. Entre elas, podemos citar a perda de peso, pele viçosa, maior disposição, etc. Um dos motivos pelos quais a sauna a vapor é tão popular, é justamente pelo fato de controlar a umidade. Isso pode parecer irônico, já que supõe-se que ela é conhecida como sauna úmida.

Muito além do relaxamento, funcionam de maneira eficaz para a prática de exercícios. Uma questão que faz com que seja desejada por muitas pessoas, é o seu tempo de ação. Isso porque, com a sua funcionalidade potente, permite que somente 30 minutos sejam o suficiente para suprir um exercício cardiovascular. Mesmo que seja um pouco mais cara, ainda assim são muito válidas.

Maiores benefícios da sauna a vapor

Antes de tudo, é importante ressaltar que, mesmo que ofereça benefícios, não se deve exceder o tempo indicado na sauna. Alguns modelos de saunas a vapor possuem funções diferentes, bem como calor e pressão. Por isso, é indicado sempre seguir a indicação do fabricante, principalmente quando se trata de sauna a vapor portátil. De qualquer maneira, é possível notar uma série de vantagens ao utilizar a sauna a vapor. Todos elas podem ser sentidas desde a primeira ou segunda utilização. Afinal, é uma espécie de tratamento que, mesmo sendo sútil, é potente e mexe com o organismo.

Como sempre, há aqueles benefícios que se destacam e que são os responsáveis pela popularidade do tratamento. Os mesmos benefícios também colaboram para que a sauna a vapor seja cada vez mais popular. De qualquer maneira, existem aspectos vantajosos que nem sempre são falados e que vão além do emagrecimento. Entre eles, estão:

  • Melhora do sono;
  • Previne a flacidez da pele;
  • Alívio de dores reumáticas;
  • Dilatação de vasos capilares (consequentemente, maior crescimento capilar e melhora do fluxo sanguíneo);
  • Reduz doenças como AVC, Alzheimer, infarto e tireoide desregulada;
  • Melhora a respiração e previne doenças respiratórias;
  • Aumenta a imunidade.

Quais os principais tipos de sauna a vapor?

Quais os principais tipos de sauna a vapor?

1. Sauna a vapor portátil – Ayurvédica

Nesse modelo de sauna a vapor portátil, a cabeça do indivíduo fica para fora da cabine plástica. Logo, para quem se sente angustiado dentro da sauna, essa é uma das melhores opções do mercado. Uma de suas maiores vantagens, inclusive, está no fato de ser uma forma relaxante e prática de terapia. Além do relaxamento físico, permite que o consumidor não respire o vapor úmido. Assim, é possível ter uma maior vascularização e aumento da circulação sanguínea. Caso deseje, é possível também utilizá-la para a prática de aromaterapia e assim garantir eficácia em todos os tratamentos. De instalação fácil, possui uma cabine plástica de PVC, fita gabarito e demais itens inclusos. Em alguns sites, pode ser encontrada pelo valor de R$ 1.000,00. Isso pode mudar conforme fornecedor, promoções, região de venda, site, frete, etc. De qualquer forma, é uma opção boa para quem é iniciante e quer usufruir dos benefícios.

2. Sauna a vapor a gás – Baby Pop

Indicada para ser fixada na parede externa do cômodo, essa sauna é um equipamento profissional e resistente. Prova disso, é o fato de ser um aparelho alimentado à botijão de gás. Isso também faz com que seja extremamente econômico. Além disso, ele consegue suprir cômodos de até 10 m³ (metro cúbico). Entre as suas maiores e mais notáveis características, sem dúvida está o fato de ser extremamente ágil na vaporização. Para que funcione, basta ligar a sauna e se preparar para o banho de vapor normalmente. Ademais, a sua estrutura é considerada segura, já que é feita de aço carbono 12 e possui tratamento fosfatizante e anticorrosivo. A sua instalação é descomplicada. No entanto, é importante ressaltar que não possui quadro de comando de temperatura. Além de ficar do lado de fora, precisa conter somente a tubulação de vapor dentro do ambiente. O seu preço é de R$ 2.325,05.

3. Sauna a vapor portátil – Sauna Casa Steamer

Permitindo a utilização de óleos para aromaterapia, essa sauna a vapor portátil é a mais indicada para emagrecimento. Ela é muito semelhante a uma estufa, causando até mesmo um pouco de confusão em muitos consumidores. De qualquer forma, é feita de metal ABS e possui tensão de 110V. No mercado, pode custar mais de R$ 600,00. Além disso, é considerada uma das melhores panelas de vapor para saunas portáteis. Porém, é muito importante ressaltar que o seu gerador jamais deve ser operado vazio. Antes de adquirir o produto, é muito importante pesquisar. Mesmo depois de adquirido, indica-se sempre ler o manual e seguir as instruções do fabricante. Entre demais características que possui, encontra-se o fato de que a operação somente é possível ser feita sem pressão. Dessa maneira, o vapor somente pode ser passado para evitar congestionamentos. Ainda assim, é uma ótima opção para todos aqueles que desejam algo simples.

Como instalar cada sauna a vapor

Uma dúvida muito comum que existe entre os simpatizantes de saunas a vapor, é sobre a instalação. Algumas podem ser utilizadas até mesmo no banheiro da residência. Já outras, o mais correto é ter um ambiente construído para utilizá-las. No caso das saunas a vapor construídas de forma profissional, o mais indicado é sempre contratar um especialista no assunto. Isso porque, assim, pode-se ter certeza de que nada sairá do controle e nem que ameaçará o bem-estar de alguém. Logicamente, o mais indicado é sempre, como dito anteriormente, ver as recomendações do fabricante. Contudo, caso a intenção seja instalar uma sauna de maneira mais profissional, é importante sempre conversar com um especialista no assunto. Desde que tudo seja feito da forma correta, é possível utilizar ótimos aparelhos de sauna a vapor. Além disso, também agrega-se saúde, segurança e praticidade em tudo o que é feito. O indicado é sempre pesquisar.

Você também pode se interessar: Tudo sobre as saunas, benefícios para saúde, onde fazer e como ter uma em casa

Shopping Basket
1