Etapas do Planejamento de Obras, quais são elas?

Etapas do Planejamento de Obras, quais são elas?

Uma construção exige um conhecimento mínimo do proprietário para não ficar perdido em meio as muitas etapas do planejamento de obras.

Esse conhecimento é importante para não te surpreender e frustar.

Por isso, montamos esse artigo, para ajudar você entender antes de iniciar a sua construção.

Então vamos ver todas as etapas do planejamento de obras, uma visão geral e resumida do caminho que você irá percorrer para que sua construção seja realizada com sucesso.

Vamos lá?

Índice de Conteúdos:


Etapas do Planejamento de Obras

Receba até 4 orçamentos próximos

Projeto arquitetônico

Primeiramente, o Projeto Arquitetônico nada mais é do que o seu sonho desenhado em um papel agregando forma e função.

Então nele deve conter a planta baixa do imóvel detalhada, cortes, cobertura, fachadas e especificações das aberturas (portas e janelas).

Mas para que o projeto seja feito da melhor maneira e sem dores de cabeça, não deixe de procurar por um profissional competente, seja ele, Arquiteto ou Engenheiro Civil.

Então além da estética ao projeto, o profissional também fará com que os espaços sejam bem aproveitados, tenham uma boa circulação, ergonomia, conforto térmico e funcionais. Dentre outros fatores importantes que muitas pessoas esquecem na hora de construir.

Após a conclusão do projeto, o profissional emitirá um documento perante o CAU ou CREA, de responsabilidade técnica, onde se tornará responsável pela direção da obra.

Mas em alguns casos, os projetos acima de uma metragem estipulada pela prefeitura devem ser acompanhados de projetos complementares. Esses projetos variam de plano direto de uma cidade para outra (seu arquiteto ou engenheiro saberá te orientar).

Então o profissional fará o anexo dos projetos, RRT ou ART, documentos do proprietário, documentos do imóvel (IPTU, matrícula ou escritura do terreno), certidão negativa de débitos juntamente com as taxas solicitadas pela Prefeitura Municipal e protocolará no mesmo.

Assim que for emitido o Alvará de construção, já podemos começar a executar as etapas do planejamento de obras.

Explicamos com mais detalhes quais documentos são necessários para iniciar uma construção, acesse aqui. 

Outra informação importante e que faz toda diferença na hora de construir, é o planejamento de obras. Por isso, converse com o profissional responsável e solicite um orçamento aproximado da obra.

Etapas do Planejamento

Então, não se esqueça dos seguintes itens:

1-Verifique o tempo necessário para obter as licenças junto aos órgãos públicos;

2-Regularize todos os procedimentos;

3-Faça a matrícula do imóvel e solicite alvará de construção;

4-Solicite a certidão negativa de débito;

5-Verifique se há rede elétrica e infraestrutura de água e esgoto;

6-Instale uma placa indicando o responsável técnico para garantir uma gestão de canteiro de obras;

7-Defina um espaço para guardar os materiais;

8-Analise as possibilidades para contratação de funcionários e a capacidade técnica deles;

9-Lembre-se de ficar atenta aos direitos trabalhistas;

10-Defina o que será feito com os resíduos da obra;

11-Organize o fluxo de caixa para manter as contas em dia;

12-Faça o Gerenciamento de Obras para se certificar de que a entrega será feita dentro do prazo estabelecido.

Agora que a documentação já esta ‘ok’, podemos partir para as outras Etapas do Planejamento de Obras. Murar este terreno e solicitar a ligação de água e energia para realmente colocar a mão na massa! 


Serviços Preliminares

São caracterizados como serviços preliminares, a preparação para o inicio da obra, incluindo a limpeza do terreno, terraplanagem e/ou corte do terreno e compactação do solo (faça com acompanhamento de um profissional, se tudo estiver perfeito, o terreno já pode receber as novas etapas do planejamento de obras).

Mas também se encaixa neste item a montagem do canteiro e barracão de obras (local de armazenamento de materiais e ferramentas). Mas tem-se utilizado containers para isso, montagem do gabarito e a definição dos eixos de execução das fundações.

Fundações

Primeiramente, elas são as responsáveis por distribuir a carga da construção para o solo, as fundações tem a função de evitar problemas como trincas e rachaduras. Então, para isso, o tipo de fundação deve ser feito e escolhido de maneira correta e por um arquiteto ou engenheiro capacitado.

As fundações podem ser:

Diretas ou Rasas

Essas transmitem as cargas diretamente para o solo por suas bases, com profundidade igual ou inferior a 3 metros e geralmente são executadas manualmente.

Elas são construídas de concreto armado (concreto e aço), elas possuem um ótimo custo benefício.

As mais comuns são:

As sapatas isoladas (recomendado para solos firmes e de boa resistência);

A viga baldrame (localizada abaixo do nível do solo, percorre todo perímetro das paredes, conectando com às sapatas isoladas, para um melhor travamento das colunas ou pilares);

Os radiers (recomendada para solos com baixa resistência e ficando em contato direto com o solo. É uma placa de concreto armado ou protendido);

E a sapata corrida (é uma fundação superficial contínua de concreto armado, e se assemelha a viga baldrame muito utilizada na construção de casas com vãos pequenos, muros, paredes de reservatórios e piscinas, onde o peso da construção é transferido para as colunas e depois distribuído linearmente para o solo).

Etapas do Planejamento

Em todos os casos, é muito importante fazer a impermeabilização das fundações.

A impermeabilização ressalva as paredes de terem infiltração, esse é um problema que ocorre com frequência e causa uma tremenda dor de cabeça, pois a tinta não para na parede e fica juntando mofo devido a infiltração.

A impermeabilização geralmente é feita com neutrol, um liquido preto que após sua secagem fica parecido com uma borracha.

Indiretas ou Profundas

Utilizadas em solos com baixa resistência, as estacas tipo brocas (cilindros de concreto e aço que enterrados conectam as fundações rasas com solos mais firmes), são as fundações indiretas mais comuns utilizadas em casas.

As fundações com estacas são indicadas para solos com pouca resistência.

Em caso de solos com aterros, é necessário cavar muito para conseguir achar um solo firme, e geralmente as estacas tem mais de três metros de profundidade.

Estrutura ou Superestrutura

São as construções que estão acima do nível do solo, sendo elas as partes estruturais, que sustentam a edificação. São compostas pelos pilares, as vigas e lajes.

Digamos que a estrutura e superestrutura são os esqueletos da construção, que devem ser fechadas com alvenaria. Então, vamos para próxima etapa…

Paredes e Vedações

Uma das Etapas do Planejamento de Obras, é o fechamento das estruturas, existem vários sistemas construtivos de vedação, os mais comuns são as alvenarias de tijolos e argamassa, com acabamento de chapisco, emboço ou reboco.

Também existe também o sistema de drywall, gesso acartonado com perfis metálicos fazendo a sustentação dessas placas. Apesar de parecer frágil, esse é um sistema super resistente, montamos um artigo completo, gesso drywall para paredes realmente vale a pena?

Etapas do Planejamento

Telhados e Forros

A construção do telhado é dividida em duas etapas: estrutura (engradamento) e cobertura (telhas).

As telhas podem ser: Cerâmicas, Concreto, Metálicas, Fibrocimento e vários outros modelos.

Existem muitos estilos de telhados, também abordamos esse assunto em um artigo muito bacana: Quais os modelos de telhados e tipos de telhas? Entenda Antes!

Etapas do Planejamento

Instalações Hidrossanitárias

As instalações hidrossanitárias são:

Instalação de água fria;

Instalação de esgoto;

Instalação de água quente;

Instalação de água de reuso (se houver);

A cisterna pode ser uma ótima opção para reaproveitamento de água, saiba como funciona e se vale a pena ter uma cisterna clique aqui. 

Etapas do Planejamento

Instalações Elétricas

É a passagem de eletrodutos, fios e cabos, seguida da instalação de tomadas e interruptores.

Então, toda a instalação é dividida em circuitos protegidos por disjuntor. Esse é um projeto complementar que deve ser realizado para que não falte tomadas ou pontos de iluminação em sua casa.

Etapas do Planejamento

Instalações Complementares

Essa etapa tem relação com as instalações elétricas, pois é no projeto complementar elétrico que serão definidos os pontos de energia da residência.

Mas nas instalações complementares estão inclusas: TV, CFTV, internet, gás, ar condicionado, chuveiro, banheiras, hidromassagem e outros equipamentos.

Acabamentos e Revestimentos

O assentamento de pisos cerâmicos, porcelanatos, pisos laminados, azulejos, granitos fazem parte de uma das Etapas do Planejamento de Obras.

Então a escolha desses revestimentos são importantes tanto para a estética do ambiente, quanto para a segurança. Por isso, tenha a ajuda de um profissional para fazer a escolha dos mesmos.

Etapas do Planejamento

Esquadrias – portas e janelas 

As esquadrias são as portas e janelas. Existem vários tipos de esquadrias no mercado. Elas podem ser em material Metálico, Alumínio, Madeira, PVC e Vidro temperado.

Mas a instalação deve ser bem feita para evitar problemas na abertura, além disso, é recomendado fazer a impermeabilização dos esquadros que irão receber as esquadrias, pelo mesmo fato de evitar infiltrações e aborrecimentos ao longo do tempo.

Pinturas e Texturas

Etapa de pintura interna, externa e texturas. A pintura interna em paredes de alvenaria se divide em:

Preparar as paredes, pisos e tetos;

Aplicar selador;

Aplicar massa corrida;

Pintura com tinta acrílica em duas ou três demãos.

Louças e metais

Etapa de instalação de lavatórios, sanitários, bancadas, box de banheiro, torneiras e outros equipamentos relacionados.

Área externa e Paisagismo

Finalmente, essa etapa é o acabamento externo da sua obra, ela que dará vida e beleza para o visual da sua construção. Piscina, quadra, área para churrasqueira, gradil, plantio de grama e cultivo do jardim.

Então fizemos um artigo comparando a opção de ter um gramado ou concretar todo quintal, veja qual a melhor opção aqui.

Limpeza final de obra

Então, a última das Etapas do Planejamento de Obras, é a limpeza! É importante olhar todos os detalhes para que fique tudo muito limpo e bonito para receber a família.

Também é nessa etapa que é testado o funcionamento de todas as instalações

Etapas do Planejamento de ObrasArqtª Thaís Gonçalves

“A falta de conhecimento em construção só traz transtornos, problemas, atrasos, mal gosto e prejuízo. Por isso, não pense em fazer tudo sozinho, contrate profissionais especializados da área para elaborar os projetos, planejar, orçar e executar a obra. Você terá economia de tempo e dinheiro, qualidade, segurança e bom gosto.”

Boa obra!!! 



Gostou desse artigo? Deixe seu comentário, compartilhe com um amigo que irá iniciar uma obra, isso pode prevenir muitos transtornos.

Entenda Antes de construir! 

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

(1) Comentários

Deixe seu comentário

dasdasdasdasdas

 

[easy-budget]

Você é um profissional ou deseja construir ou reformar?Cadastre-se
×