Conheça nossas Trilhas

25 de maio de 2024
17.95°C New York
Iluminação Influencia a Produtividade

Iluminação influencia a produtividade do seu trabalho?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

A iluminação influencia a produtividade diretamente na forma como a pessoa enxerga, e indiretamente, afetando o seu humor. A produtividade é um dos fatores mais importantes para garantir o sucesso e o crescimento de um negócio. Independentemente do tipo de empresa, porte ou ramo de atuação. Então com isso em mente, os profissionais buscam aplicativos e estratégias para otimizar o tempo e melhorar o desempenho no trabalho.

Iluminação influencia a produtividade?

Existe um fator importante que muitas vezes é negligenciado pela maioria das empresas: a iluminação. Já é de conhecimento geral que ler no escuro pode prejudicar a visão, mas a influência da iluminação no ambiente de trabalho vai muito além disso e pode ter um impacto significativo na produtividade de uma empresa. Quer saber como? É só continuar a leitura!

Iluminação X Produtividade

Você sabia que a visão é o sentido responsável por cerca de 80% da percepção do mundo ao nosso redor? Sabendo que a luz é um componente essencial da visão, não é difícil entender por que uma iluminação inadequada em seu escritório pode ter um grande impacto negativo na produtividade. Nesse sentido, tanto a iluminação fraca quanto uma luz muito forte podem ser prejudiciais.

Veja também: “Luz quente e luz fria, quais são as diferenças?”

Iluminação Influencia a ProdutividadeKarla Araujo Arquitetura e Interiores
É comprovado cientificamente que um ambiente com más condições de iluminação diminui o nível de cortisol, um hormônio responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Dessa forma, um espaço escuro deixa as pessoas desanimadas, sem foco e com baixa atenção aos detalhes. Além disso, com a iluminação fraca as chances de cometer algum erro por causa da baixa visibilidade aumentam.

Já em locais iluminados excessivamente, é comum que as pessoas sintam dores de cabeça e ardência nos olhos.

Como ter a iluminação ideal

Iluminação Influencia a ProdutividadeFREITAS ARQUITETURA E INTERIORES

Bem, agora você deve estar se perguntando como deve ser a iluminação adequada para manter a produtividade em um ambiente de trabalho, correto? Encontrar um meio-termo entre a iluminação fraca e em excesso é o primeiro passo. Outra dica valiosa é distribuir toda a iluminação uniformemente no ambiente para evitar reflexos, sombras e ofuscamento.

A seguir, selecionamos os principais pontos que você precisa considerar ao iluminar o ambiente:

Luz natural

Iluminação Influencia a ProdutividadeFlávio Lima Arquitetura

Sem dúvidas, a luz natural é a melhor alternativa de como a iluminação influencia a produtividade no local de trabalho.

Além de reduzir a taxa de dor de cabeça entre os trabalhadores, a luz natural reduz o estresse e a sonolência, conforme mostrou um estudo realizado na Grã-Bretanha e publicado no “The Responsible Workplace”. Segundo o estudo, a iluminação natural é um fator determinante no nível de satisfação dos trabalhadores.

Ao longo dos anos, os designers encontraram maneiras inovadoras para permitir que a iluminação natural entre no ambiente de trabalho e faça parte da decoração. Portas e janelas de vidro são as alternativas mais usadas para isso. Então, aproveite esses recursos simples e bem úteis para melhorar o desempenho no trabalho.

Luz artificial

Sabemos que nem sempre será possível aproveitar a luz natural e, por isso, a iluminação artificial também precisa de uma atenção especial no escritório. Ao escolher as lâmpadas, é preciso ficar atento à temperatura de cor.

Basicamente, existem lâmpadas frias, quentes e neutras. A iluminação com temperatura mais neutra ou fria tende a aumentar a produtividade no ambiente de trabalho. Assim, deixando a pessoa mais alerta e animada durante o dia.

Utilize pontos de iluminação direcionados sobre o local de tarefas com lâmpadas mais claras que a luz natural. Assim, você consegue otimizar a iluminação e evita sombras no local. Para não deixar de lado a decoração do espaço, é possível adicionar uma luminária moderna, capaz de transformar o local e deixar o ambiente de trabalho mais inspirador.

Veja também: “Portas e Janelas: Madeira, Alumínio ou Vidro? Qual escolher?”

Iluminação Influencia a ProdutividadeFlávio Lima Arquitetura

Agora que você já sabe como a Iluminação Influencia a Produtividade de trabalho, invista em um projeto de iluminação bem elaborado que garanta o equilíbrio entre a iluminação natural e artificial. Essa pode ser uma ferramenta poderosa para melhorar o desempenho em uma empresa e, claro, trabalhar mais feliz.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Plantas na Decoração

Plantas na Decoração, quais são as vantagens?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Primeiramente, o uso de plantas na decoração, além de outras vantagens, traz mais beleza e harmonia para a casa. Porém, o uso de plantas também tem algumas desvantagens que é importante que você Entenda Antes de decorar seus ambientes.

Confira neste post tudo que você precisa saber sobre o uso de plantas na decoração e só depois decida usá-las ou não para enfeitar sua casa.

Plantas na DecoraçãoMarcio Erlim – Arquiteto

Vantagens do uso de plantas na decoração

Deixam o ambiente mais aconchegante

Qualquer ambiente fica mais aconchegante quando decorado com plantas. Elas transmitem imediatamente uma sensação de ambiente agradável e confortável, além de muito mais charmoso.

Garantem mais tranquilidade

Cuidar de plantas é uma excelente terapia, traz calma e tranquilidade e em uma rotina agitada.

Purificador de ar

As plantas removem as toxinas do ar, tais como o formaldeído (presente em tapetes, vinil, fumaça de cigarro e sacolas de supermercado), benzeno e tricloroetileno (ambos encontrados em fibras sintéticas, tintas e solventes).

As plantas purificam o ar puxando os contaminantes para o solo. Lá, os microorganismos da raiz convertem essas substâncias em alimento para a planta.

Veja esses exemplos de plantas na decoração: “Essas casas são para quem ama jardins – Entenda Antes!”

Plantas na Decoração

Respiração mais fácil

Durante a fotossíntese, as plantas absorvem dióxido de carbono e liberam oxigênio, em um padrão oposto ao dos humanos. Ou seja, pessoas e plantas são parceiros naturais. Por isso, colocar plantas em espaços internos pode aumentar os níveis de oxigênio.

No entanto, no período da noite, a fotossíntese cessa e as plantas respiram normalmente como seres humanos, absorvendo oxigênio e liberando dióxido de carbono. Assim, prefira colocar no quarto plantas como orquídeas, suculentas e bromélias epífitas que continuam absorvendo dióxido de carbono mesmo durante o período noturno.

Liberação de umidade

As plantas, além de oxigênio, liberam vapores e água, o que aumenta a umidade do ar em torno delas.

Por isso, uma boa ideia é colocar várias plantas juntas para aumentar a umidade de um quarto ou sala, ajudando a manter a saúde respiratória, diminuindo a incidência de pele seca, resfriados, dores de garganta e tosse seca nos moradores e frequentadores da casa.

Melhora o foco

Estudam demonstram que 70 dos alunos ficavam mais focados nos estudos quando as aulas ou palestras aconteciam em lugares em que haviam plantas.

Assim, uma boa ideia pode ser colocar algumas plantas no home office ou no quarto de estudo das crianças.

Plantas na Decoração

Melhoras para a saúde como um todo

Além de serem benéficas para o sistema respiratório, o uso de plantas nos ambientes internos também contribui para a saúde como um todo.

A presença de plantas em quartos de hospital, por exemplo, acelera as taxas de recuperação de pacientes cirúrgicos, de acordo com alguns estudos. E, em comparação com pacientes em quartos sem plantas, eles necessitavam de menos medicação para a dor, tinham menor frequência cardíaca e pressão arterial controlada. Por isso, experimentavam menos fadiga e ansiedade e saindo do hospital mais cedo.

Em pesquisa semelhante, plantas na decoração de escritórios diminui a fadiga, os resfriados, dores de cabeça, tosse e dores de garganta.

Plantas na DecoraçãoMarcio Erlim – Arquiteto

Desvantagens do uso de plantas na decoração

Trabalho com a manutenção

Não adianta ter lindas plantas em casa mas não cuidar para que elas permaneçam saudáveis.

Algumas plantas precisam ser regadas mais vezes quando estão ao ar livre. Pois o solo nos vasos secam mais rapidamente!

Será preciso também alimentar suas plantas com adubos e fertilizantes, também limpá-las para remover o pó. Assim como você faz com seus móveis e demais objetos da casa.

Necessidade de umidade

A maioria das plantas dentro de casa necessitam de 50 por cento de umidade do ar para ficarem saudáveis e bonitas. Isto é uma desvantagem, especialmente durante épocas do ano onde o tempo está mais seco em alguns lugares.

Para resolver o problema, coloque suas plantas em bandejas cheias d’água ou use um umidificador nos ambientes com plantas.

Insetos

Algumas plantas podem atrair insetos indesejados para sua residência e isso pode ser tornar um incômodo, principalmente se algum morador em casa tiver medo ou nojo desses bichinhos.

Use fertilizantes e pesticidas para minimizar ou acabar de vez com o problema.

Veja também: “Qual a importância da fase de acabamento?”

Plantas na Decoração

Bolores e fungos

Pode acontecer de algumas plantas não receberem a quantidade adequada de luz e calor e por isso desenvolverem fungos em suas folhas ou mesmo no solo. Então essas ocorrências podem acabar matando a planta.

Contudo, elas podem liberar esporos de mofo e poluentes no ar que você respira.

Cuidados nas férias

Primeiramente, para viagens mais longas você irá precisar fazer alguns arranjos especiais, do contrário ao retornar não encontrará elas vivas. Então se você vai viajar por uma semana ou alguns dias, tenha certeza que suas plantas ficarão bem.

Você pode pedir para alguém regar suas plantas uma vez por semana, cobrir suas plantas com plástico e assim criar um terrário temporário ou criar um sistema de drenagem com um balde de água e um pedaço de corda de fibra natural.

Gostou da matéria? Acesse nossa revista para ver mais matérias como esta.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Madeira na Decoração

Como usar madeira na decoração?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Usar madeira na decoração nunca sai de moda. Afinal, trata-se de um material nobre que deixa qualquer ambiente mais aconchegante, confortável e sofisticado. No mais, ela é prática, versátil e combina com diferentes estilos de decoração, dando aquele toque todo especial.

Confira agora, neste post, como usar a madeira na decoração de sua casa. Inspire-se!

Madeira na Decoração

Quartos

O quarto é o ambiente ideal para decoração com madeira, afinal não existe material que transmita mais conforto do que ela.

Abuse da madeira nos móveis, nos detalhes, no piso, nas portas e janelas, até mesmo no quarto das crianças.

Outra dica, que também pode ser usada em outros cômodos da casa, é fazer o teto também de madeira, criando um clima ainda mais aconchegante e cheio de charme.

Mas se o orçamento está apertado, um painel de MDF para cobrir a parede ao fundo da cama e assim dar impressão de uma parede de madeira, pode ser uma excelente opção.

Veja também: “Como economizar na fase de acabamento da construção?”

Madeira na Decoração

Madeira na DecoraçãoBruna Alvim Campos

Madeira na DecoraçãoARCHtec Arquitetura e Interiores

Madeira na DecoraçãoFundos Arquitetura

Salas

A sala, seja de estar, de jantar ou de home theater, é um outro ambiente que fica lindo e muito mais confortável quando se usa madeira na decoração.

Aposte em painéis de madeira, revestimentos, móveis e até mesmo em colunas e estruturas de madeira aparentes.

E para complementar, aposte em cores fortes nos estofados, cortinas e tapetes. Porém, nada mal investir em acessórios e detalhes em branco, dando um ar bem moderno ao ambiente.

Madeira na DecoraçãoFlávio Lima Arquitetura

Madeira na Decoração
Madeira na DecoraçãoHeloisa Zarpelon Arquitetura e Interiores

Madeira na DecoraçãoARCHtec Arquitetura e Interiores

Cozinha

Na cozinha, aposte em móveis (mesas, cadeira, banquetas), armários, acessórios e até mesmo no piso de madeira. E não fique com medo de misturar os diversos tons de madeira com o branco ou com cores mais vibrantes, pois o resultado é lindo.

Assim, a cozinha fica muito mais charmosa e convidativa com esse tipo de decoração.

Madeira na DecoraçãoHeloisa Zarpelon Arquitetura e Interiores

Madeira na Decoração
Madeira na DecoraçãoF & H Arquitetura e Engenharia

Madeira na Decoração

Banheiro

Não é muito comum, mas a madeira também pode ser usada na decoração do banheiro, seja na bancada da pia ou no revestimento do piso.

Mas atenção! O ideal é revestir o piso com material que imita a madeira e que possa ser usado em áreas molhadas. Mas madeira “in natura” pode não ser uma boa opção.

Madeira na Decoração

Bruna Alvim Campos

Madeira na DecoraçãoFlávio Lima Arquitetura

Madeira na Decoração

Combinando diferentes tons de madeira na decoração

Por fim, seguem algumas dicas sobre como combinar tons de madeira entre si. Mas, para saber mais, vale dar uma olhada no post “Como combinar tons de madeira com a decoração?”

Use cores similares para conectar os tons de madeira

Observe as cores das madeiras que você pretende usar no ambiente e escolha cores intermediárias entre elas e o restante dos objetos (estofamento, pintura ou tapetes).

  1. Utilize uma cor conciliadora

    Conciliar dois tons de madeira é uma boa ideia, você pode utilizar um tom mais claro e um outro escuro. Neste caso, escolha uma única cor para pontuar a decoração e servir como intermediária.

  2. Use tapetes

    Esta com certeza é a melhor dica quando o assunto for necessária a transição entre os tons dos detalhes e o tom do piso.

  3. Peça única

    Outra boa ideia é escolher uma peça única e grande de um tom de madeira diferente para ser o destaque da decoração do ambiente.

  4. É possível misturar um tom de madeira natural com madeira pintada

    A combinação do tom de madeira natural com peças em madeira pintada de outras cores fica muito moderno e elegante quando bem equilibrada. Sem falar que traz um toque de alegria e descontração ao ambiente.

Veja também: “A melhor forma de decorar um imóvel!”

Madeira na DecoraçãoCONCRETIZZE – Arquitetura e Interiores

Gostou das dicas? Pronto para usar madeira na decoração de sua casa sem medo de errar? Mas, se ainda tem dúvidas, procure um profissional e elabore com ele um projeto que agrade você e toda a família. Então, tenha certeza que sua casa ficará como você sempre sonhou.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Tipos de Pisos

Tipos de pisos para utilizar no acabamento de uma casa

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Para escolher de forma adequada o melhor tipo de piso para a sua obra primeiro é preciso conhecer o que existe disponível no mercado.
Pensando nisso, elaboramos este post com informações úteis sobre os 12 diferentes tipos de pisos existentes. Entenda Antes e faça uma boa escolha.

Tipos de pisos que podem ser usados em acabamentos

Tipos de Pisos

  1. Piso de Cerâmicas

    Primeiramente, a cerâmica é um dos tipos de pisos mais usado no Brasil. Então ele pode ser encontrado em diversos tamanhos, texturas, cores, qualidades e preços. Também pode ser utilizados em áreas internas e externas.Porém, na hora de escolher a sua cerâmica é preciso conferir se ela é adequada para o ambiente em questão. Por isso, é necessário consultar o seu PEI – Resistência à Abrasão.

    Tipos de Pisos

  2. Piso de Porcelanatos

    O porcelanato também é bastante utilizado. Pode ser semi-polido, polidos ou peça rústica.Você também pode encontrar o material esmaltado e em diversas texturas, principalmente imitando madeiras, mármores e granitos.

    Tipos de Pisos

  3. Piso de Granito

    O piso de granito, além de muito bonito, é resistente e apresenta alta durabilidade. Podem ser utilizados em residências e também em locais de grande tráfego de pessoas, como shoppings, supermercados, prédios comerciais e aeroportos.
    Pode ser encontrado em diversas tonalidades e preços. Os mais conhecidos são: Branco Itaúna, Verde Ubatuba, Cinza Corumbá, Cinza Andorinha e Preto São Gabriel.

    Tipos de Pisos

  4. Piso de Mármore

    O mármore, como o granito, é uma rocha metamórfica, composta principalmente por minerais de calcita. O mármore, no entanto, apresenta coloração mais uniforme que o granito e a formação de veios definidos.
    É indicado apenas para ambientes internos. E, por ser pouco produzido no Brasil, apresenta um custo muito elevado.

    Tipos de Pisos
    Veja também:
    “Iluminação para piscinas – Melhores Exemplos”

  5. Piso Laminado de madeira

    Feito de lâminas de madeira de reflorestamento e portanto, sustentável.
    Esse é um piso flutuante, visto que não é colado no contrapiso. Então, as lâminas são assentada sobre uma manta, em sistema de encaixe tipo e presos pelos rodapés que são colados.

    Tipos de Pisos

  6. Piso vinílico

    Trata-se de um piso produzido com resina de PVC, em formato de réguas com dimensões que variam bastante de um fabricante para o outro.
    São instalados com o sistema do tipo macho-fêmea sobre manta. São indicados para áreas internas de menor tráfego e podem ser encontrados em diversas estampas que imitam madeira.

    Tipos de Pisos

  7. Piso de Tábua corrida

    Piso em madeira natural de lei, geralmente extraída da Amazônia. Possui encaixe tipo macho-fêmea e sua instalação é feita sobre um ripamento.
    Conferem muita beleza e conforto, mas não são sustentáveis. Após instalado, o piso precisa ser raspado e sintecado para adquirir brilho.

    Tipos de Pisos

  8. Piso de Tacos

    Os tacos foram muito populares nas décadas de 60 a 80, mas atualmente são pouco utilizados pois possuem um custo elevado.
    Assim como o piso de tábua corrida, é preciso raspar e sintecar o piso.
    As madeiras mais comuns para a produção de tacos são ipê, grápia e cumaru.

    Tipos de Pisos

  9. Piso de Ardósia

    O piso em pedra ardósia também é muito utilizado devido a sua durabilidade e preço baixo.
    Ele pode ser utilizado em áreas internas e também externas. Mas, é preciso ter cuidado pois é um piso muito escorregadio quando molhado.

    Tipos de Pisos

  10. Piso de Pedra São Tomé

    A pedra São Tomé é o piso ideal, e por isso o mais utilizado, ao redor de piscinas.
    Elas podem ser encontradas em peças regulares 30x30cm e irregulares (retalhos).

    Tipos de Pisos

    Veja também: “Áreas de lazer para você se inspirar – Entenda Antes!”

  11. Piso de Ladrilho hidráulico ou lajota

    Estão novamente na moda, trazendo charme e muito estilo. Mas porém, seu custo é elevado se comparado com as cerâmicas e porcelanatos.
    São produzidos a base de cimento e tem produção artesanal.

    Tipos de Pisos

  12. Piso de Cimento queimado

    Solução de baixo custo para pisos, indicada para áreas internas e externas.
    Esse é um dos tipos de pisos para ambientes com estilo de decoração industrial ou moderno.

    Tipos de Pisos

Viu como existem diversas opções? Mas na hora de escolher o piso da sua casa, consulte um profissional capacitado e experiente. Só ele poderá de indicar a melhor opção para cada ambiente, de acordo com o estilo arquitetônico do imóvel e também com o estilo de vida dos moradores.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Como decorar seu imóvel

Como decorar seu imóvel? 7 Dicas para você fazer!

Como decorar seu imóvel sozinho? Você já teve aquela vontade de criar algo para tornar sua casa mais bonita e com a sua cara? Pois saiba que tudo que você precisa é um pouco de criatividade e disposição para criar peças incríveis. Então, após a primeira tentativa, é bem provável que fique viciado e já comece a procurar a próxima ideia!

Mas, com algumas dicas de decoração, design de interiores e “Faça você mesmo” você vai aprender como decorar qualquer ambiente. Assim, deixando-o impecável, e que faça você se sentir mais à vontade naquele espaço.

Como decorar seu imóvel

Pensando nisso, reunimos 7 dicas e ideias de decoração no estilo DIY para você se inspirar. Os projetos são fáceis, acessíveis e, o mais interessante, é que você pode adaptar as ideais de acordo com a sua realidade.

1 – Faça uma galeria de quadros

As galerias de quadros estão em alta e combinam com todos os estilos de decoração. Basta reunir molduras de várias formas e tamanhos e organizar suas imagens favoritas.
Pode ser as fotos que você tirou em uma viagem ou imagens de diversos padrões, como arte abstrata, padrões geométricos e frases que você encontra na internet.
Use a criatividade e deixe o ambiente mais despojado e cheio de personalidade.

Como decorar seu imóvel

2 – Crie móveis com caixotes e pallets

Os pallets e caixotes de feira são os materiais favoritos para quem gosta de decoração sustentável e “Faça você mesmo”. Então, esses itens são extremamente versáteis e podem ser usados para criar peças decorativas para casa, bem como para a fabricação de peças de mobiliário.
Mas, uma vantagem é que pallets e caixotes são fáceis de encontrar, são baratos – você pode conseguir até de graça – e podem ser utilizados em qualquer ambiente da casa.
Use a criatividade para fazer peças decorativas e funcionais como nos exemplos abaixo.

Como decorar seu imóvel

Veja também: “A melhor forma de decorar um imóvel!”

3 – Dê uma cara nova com tinta spray

A tinta spray é uma das melhores amigas de quem curte projetos de DIY e não é difícil entender o motivo. A aplicação é bem simples e existe uma enorme variedade de cores e tipos de acabamento.
Então, se você quer decorar a aparência dos objetos de decoração que já tem em casa, mas não quer gastar muito dinheiro, não há nada melhor do que uma tinta spray.
Como decorar seu imóvel

4 – Pinte uma parede com estêncil

Pintar a parede com estêncil é uma alternativa incrivelmente barata, fácil de fazer e que substitui o papel de parede tradicional.
Existe uma enorme variedade de desenhos que você pode comprar prontos em lojas de artesanato ou criar o seu próprio molde para pintura utilizando folhas de acetato ou até mesmo papelão.

Como decorar seu imóvel

5 – Prateleiras personalizadas simples

As prateleiras são uma ótima opção para decorar e organizar a casa. Para fazer suas próprias prateleiras personalizadas, você só vai precisar de mão francesa para suporte e tábuas de madeira. Depois, é só usar a criatividade para colocar seus objetos decorativos, livros, plantas etc.

Como decorar seu imóvel

6 – Use fotos

Use as fotos de bons momentos em família para criar uma decoração personalizada para a sala ou quartos. Você pode criar murais apenas colando as fotos na parede formando o desenho desejado, como coração ou formas geométricas.
Outra opção simples é criar um varal de fotos com um barbante ou corda. Então pendurar as fotos com pequenos pregadores. O resultado fica lindo!

Como decorar seu imóvel

Veja também: “Como usar papel de parede na decoração? Entenda Antes!”

7 – Decore com plantas

As plantas por si só são a maneira mais simples para decorar seu espaço e o dar uma nova vida.
Mas para criar um efeito mais especial, você pode personalizar os vasos tradicionais de argila e criar padrões geométricos e design interessantes.
Vidros e latas também podem ser reaproveitados e utilizados como vasos na decoração da sua casa.

Como decorar seu imóvel

Agora é com você! Use nossas dicas de decoração e transforme esses e outros projetos de DIY em realidade!

 

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Formas Baratas de Decorar

Quais são as formas baratas de decorar seu imóvel?

Formas baratas de Decorar? Essa dúvida pode até surgir, mas com criatividade você descobre que da para decorar sua casa sem gastar quase nada!

Deixar a sua casa confortável e elegante do jeito que sempre quis é uma sensação incrível, mas que pode causar estragos em sua carteira.

Mas acredite, tem como decorar a casa mesmo com um orçamento limitado. Você pode tirar proveito de maneiras inteligentes e acessíveis para transformar qualquer ambiente do chão ao teto sem precisar gastar milhares de reais.

Formas baratas de Decorar!

As dicas abaixo reúnem as formas baratas para decorar qualquer tipo de imóvel. Então, siga as nossas ideias de decoração e aprenda como transformar todos os cômodos da sua casa!

Planeje-se

As formas baratas de decorar sua casa podem e devem ser uma tarefa divertida. Mas, para que não se torne um verdadeiro pesadelo, é preciso ter um planejamento. Assim como qualquer projeto de design de interiores, você precisa reservar um tempo para criar um plano para seu espaço. Considere as seguintes perguntas na hora de fazer seu planejamento:

  • Como o espaço será utilizado? Se for mudar a decoração de uma sala de estar, por exemplo, analise se ela será utilizada para entretenimento, trabalho etc.
  • Qual é o seu estilo e como você vai introduzi-lo no ambiente?
  • Quais itens serão necessários para decorar esse espaço e como vai obtê-los?
  • Qual o orçamento disponível?

Com todas as respostas em mente, pode ter certeza de que você vai economizar muito mais tempo, energia e dinheiro enquanto decora seu imóvel.

Veja também: “6 Estilos de decoração para Jardins.”

Use o que você já tem

Antes de começar a gastar dinheiro comprando novos itens de decoração, considere tudo que você já tem. Algumas de suas peças podem ter um grande potencial decorativo e você nem se deu conta disso!

Formas Baratas de Decorar

Muitas vezes, basta fazer alguns ajustes e dar uma cara totalmente nova à peça. Sabe aquele móvel de antigo que está com defeitos? Experimente lixar e até pintar de outra cor e terá um móvel praticamente novo e sem gastar muito.

Esse foi apenas um exemplo, mas você pode aproveitar várias coisas que você já tem em casa, mudar a aparência e criar uma nova utilidade.

Faça você mesmo

O “Do It Yourself” ou “Faça você mesmo” é uma tendência ideal para quem quer economizar ao decorar sua casa e colocar a criatividade em prática.

Formas Baratas de Decorar

Existem diversos tutoriais na internet que ensinam a criar desde móveis até itens simples de decoração para renovar a aparência da sua casa de forma bem econômica. Além disso, não tem dinheiro que pague a satisfação de poder mostrar um projeto que você mesmo faz!

Mesmo que você não tenha muitas habilidades para o trabalho manual, é possível encontrar projetos de DIY bem bonitos e fáceis de fazer para usar em cada cômodo da sua casa.

Compre peças usadas

Não subestime as coisas incríveis que você pode encontrar em bazares, lojas que restauram móveis antigos ou em sites de compra e venda na internet. É possível encontrar peças incríveis e por um preço bem menor do que se fossem novas.

Formas Baratas de Decorar

Apenas mantenha a mente aberta, pois um item que parece desgastado pode ser transformado e ganhar uma aparência totalmente nova. Também não tenha preguiça de pesquisar bastante até encontrar as peças que você precisa. O resultado pode ser surpreendente!

Veja também: “Descubra como escolher o seu estilo de decoração para sua casa!”

Adicione cor às paredes

Formas Baratas de Decorar

Muitas vezes, uma camada de tinta é a maneira mais rápida, fácil e barata de transformar um ambiente. Mas em questão de horas, você pode fazer as paredes sujas ou desbotadas parecerem novas! Até mesmo mudar as cores para um visual completamente diferente.

Se quiser ousar um pouco na pintura, experimente criar desenhos geométricos com tintas diferentes. O resultado é incrível e muito mais barato que um papel de parede.

Esperamos que essas formas baratas de decorar tenham ajudado você a ser criativo e pensar fora da caixa para renovar sua casa!

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

paisagismo - entenda antes

O que é Paisagismo e qual sua vantagem?

Você sabe o que é paisagismo e o que um profissional da área pode fazer por você? Então leia este conteúdo e Entenda Antes a importância do paisagismo na sua vida e na cidade em que você vive.

O que é Paisagismo

O que é paisagismo

O que é paisagismo? Muitas pessoas acham que isso se limita a criação de jardins e praças, mas ele vai muito além. O paisagismo é uma técnica que tem como objetivo projetar, planejar, fazer a gestão e a preservação de espaços livres. Sendo eles públicos ou privados, urbanos e não-urbanos.

Trata-se de uma área relacionada diretamente com a arquitetura e o urbanismo, sendo também chamado de arquitetura da paisagem.

Veja também: “Como combinar tons de madeira com a decoração?”

paisagismo - entenda antes

O arquiteto paisagista

O profissional responsável pelo paisagismo é o arquiteto paisagista. Sua tarefa é pensar e planejar o ambiente visando preservar seu solo e cobertura vegetal. Garantindo a continuidade botânica do espaço, além é claro, de deixá-lo bonito e funcional para seus moradores e visitantes.

Na maioria das vezes, um cliente procura um paisagista porque deseja ter um jardim bonito para a convivência em sua casa ou mesmo o ambiente de trabalho. Mas é importante lembrar sempre que o paisagismo vai muito além da estética.

O paisagista deve levar em consideração e harmonizar quatro características importantes em seus projetos:

  • Geográficas
  • Hidrográficas
  • Bióticas
  • Humanas

Considerando ainda outros componentes importantes da paisagem urbana, como vegetação, área construída, circulação de pessoas e a presença de espaços livres.

 

paisagismo - entenda antes

 

O projeto de paisagismo

Um bom projeto de paisagismo se define como a construção do espaço externo de um empreendimento, não importando se ele é corporativo ou residencial, uma área privada ou pública e institucional. E, como já foi destacado, é preciso que seja bonito, mas também que atenda as necessidade de seus usuários e que seja adequado ao uso.

Quando analisamos os elementos construtivos de um jardim, vemos que a vegetação é apenas um entre muitos. Ele precisa contemplar a iluminação, revestimentos de piso, espelhos d’água, pergolados, portaria e garagem, itens de acessibilidade universal e, até mesmo, calçada pública.

O projeto de paisagismo precisa ainda conversar de forma harmoniosa com a arquitetura do imóvel, bem como com sua função. Por exemplo, em prédio comercial não faz sentido criar apenas um gramado no jardim, é preciso acrescentar espaços de convivência e de relaxamento.

Quanto a escolha da vegetação, o projeto de paisagismo deve-se dar prioridade às espécies nativas da região, pois assim será mais fácil a manutenção do jardim. Mas não só isso, deve-se atentar para o porte, altura, sombra e na composição que as plantas fazem entre si. Assim, se for vegetação nativa, ótimo. Mas isso não é determinante. A qualidade do jardim depende das espécies se encaixarem, combinar em com a construção do espaço.

Veja também: “Decoração com cores neutras, você conhece?”

 

paisagismo - entenda antes

 

Paisagismo e sustentabilidade

Um projeto de paisagismo deve ser minimamente invasivo à natureza. Na verdade, ele deve existir para extrair o da natureza sua beleza vegetal, harmonizando-a com as características dos edifícios e casas ao seu redor.

Para criar belos jardins, o paisagista deve fazer um estudo ambiental e social para dar a esses espaço um valor estético, sem deixar de lado as funções práticas para a convivência.

 

paisagismo - entenda antes

 

A ideia é estabelecer harmonia entre os elementos sem agredir a natureza, e principalmente, mantê-la ainda mais presente.

Em edifícios candidatos às certificações de impacto ambiental e nos demais que desejam simplesmente respeitar o ecossistema, a tendência atual é adotar a drenagem naturalística. Sistemas de detenção e retenção das águas pluviais. bem como muros e paredes verdes que ajudam a reduzir a temperatura dos ambientes.

Assim, podemos dizer que paisagismo e sustentabilidade na arquitetura tem uma forte e íntima relação.

Veja também: Você NÃO precisa perder tempo com projeto para construir sua casa. Entenda o porquê!

Ficou alguma dúvida? Deixe sua pergunta e opinião nos comentários.

Gostou do artigo? Compartilhe com as pessoas, isso pode ajudar quem está pensando em ter um lindo paisagismo!

 

Decoração com Gesso

Quais diferenças entre argamassa, massa corrida e gesso

Vai construir e não sabe a diferença entre argamassa, massa corrida e gesso? Não tem problema, explicamos para você nesta matéria. Apesar de todas elas serem soluções que visam tornar a superfície das paredes plana e regular, permitindo a aplicação do acabamento, como as tintas. Cada um dos produtos é indicado para situações específicas e é preciso que você Entenda Antes de construir ou reformar.

Argamassa

A argamassa é fundamental para a construção. Sua principal função é assentar tijolos, azulejos, blocos cerâmicos, revestimentos de parede, granitos, pisos porcelanatos e pisos cerâmicos. Além de ser um excelente material para corrigir ondulações e nivelar paredes, tetos e pisos.

São encontradas argamassas para uso interno, externo, piso sobre piso, para porcelanato e também nas cores cinza ou branca.

O ideal é utilizar o produto específico, pois isso confere maior qualidade e segurança na instalação, evitando problemas como o descolamento.

O consumo de argamassa é geralmente de 4 kg a 8 kg por m², dependendo do tamanho do revestimento. E é muito importante ler e prestar atenção nas instruções da embalagem, que indicam o modo de preparo, modo de uso, tempo de secagem e validade do produto. E outra dica importante,é que a argamassa deve ser armazenada em local coberto e longe de qualquer contato com a umidade.

Veja também: “O que é uma penthouse, descubra e veja exemplos.”

Decoração com Argamassa

Flávio Lima Arquitetura

Massa corrida

A massa corrida comum (PVA) é a opção ideal para paredes que precisam ser rebocadas, como por exemplo, aquelas que receberão pregos para fixação de quadros ou suporte para equipamentos eletrônicos. Já em superfícies externas e ambientes ambientes úmidos (banheiros e cozinhas), deve ser usada a massa corrida acrílica. Pois essa apresenta maior resistência ao vapor de água.

A massa corrida é comprada em latas e já vem pronta para uso e pode ser conservada dentro da lata devidamente tampada. No entanto, se o produto secar não deverá ser utilizado.

A aplicação do produto é feita com desempenadeira e espátula, deixando a superfície o mais lisa possível. E após sua aplicação a parede deverá ser lixada para eliminação de eventuais ondulações e imperfeições. Depois da retirada do pó decorrente do lixamento e antes da pintura, deve ser aplicado um selador.

Mas atenção! Paredes revestidas com argamassas com cal não devem receber massa corrida imediatamente. É necessário deixar a cal reagir com o ar durante algumas semanas.

Quando o ambiente que está sendo reformado estiver ocupado, a melhor alternativa é usar a massa corrida, pois ela faz menos sujeira do que o gesso. Apesar de ela necessitar de maior consumo de material e ter um custo maior, essas desvantagens são compensadas pela menor quantidade de pó.

Decoração com Massa Corrida

WR Gesso e Decoração

Gesso

O uso do gesso é aconselhável quando a alvenaria está regular, sem saliências, de maneira que a parede esteja plana. Seu uso pode dispensar emboço e o reboco quando os blocos de concreto ou de cerâmica são de boa qualidade. Assim, fazendo que o consumo do produto seja menor, se comparado ao consumo da massa corrida.

Quando a velocidade de execução da obra é uma prioridade, o ideal é usar o gesso diretamente sobre a alvenaria. Outra opção que visa diminuir o tempo de execução da obra é revestir a parede com argamassa de cimento! Então esperar que a mistura fique seca e, na sequência, aplicar o gesso.

O gesso é mais econômico do que a massa corrida e é comercializado em pó. O ideal é produzir somente o volume de gesso que será aplicado, já que, depois de seca, a massa não poderá ser reaproveitada.

Veja também: “Luz quente e luz fria, quais são as diferenças?”

Decoração com Gesso

A aplicação do produto é feita com desempenadeira e espátula, deixando a superfície o mais lisa possível. E após sua aplicação a parede deverá ser lixada para eliminação de eventuais ondulações e imperfeições. Depois da retirada do pó decorrente do lixamento e antes da pintura, deve ser aplicado um selador.

 _____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

O que é Urbanismo

Descubra agora o que é Urbanismo

Se você sempre vê em sites e revistas a palavra “urbanismo” quando o tema é arquitetura, mas não sabe muito bem do que se trata, fizemos este post para que você aprenda de uma vez por todas o que é urbanismo e o que faz o profissional da área. Acompanhe!

O que é Urbanismo

Conceito e origem do urbanismo

No dicionário você encontra a seguinte definição para urbanismo: “conjunto das questões relativas a arte de edificar uma cidade”. Ou seja, se trata da forma que os profissionais da área utilizam para expressar sua maneira de ver a cidade.

A palavra urbanismo tem sua origem na palavra latina urbis que significa exatamente cidade e é considerado como uma disciplina, uma técnica da arquitetura que tem como foco o planejamento de uma cidade.

A história do urbanismo começa no final do séc. XIX e seu nascimento foi uma consequência do êxodo rural. Como muitas cidades passaram a sofrer com o rápido aumento populacional naquela época, os problemas habitacionais começaram a surgir na mesma medida que a Revolução Industrial avançava. Ou seja: as cidades, agora com novas e variadas pessoas, precisavam se reinventar antes que se tornasse impossível viver nelas.

Apesar disso, o conceito de urbanismo só surgiu em meados do século XX na Europa.

Veja também: “Quanto custa um projeto de arquitetura? Entenda Antes!”
O que é Urbanismo

O curso de Arquitetura e Urbanismo

Para se tornar um arquiteto é preciso frequentar o curso superior de Arquitetura e Urbanismo, que, geralmente, possui cinco anos de duração. No curso, são abordados diversos temas, tais como: representação gráfica, resistência dos materiais, planejamento urbano, projeto de edificações, paisagismo, arquitetura de interiores,etc.

As atividades exercidas pelo arquiteto urbanista se assemelham muito com às de um engenheiro civil. Pois ambos podem atuar na construção de edifícios. No entanto, o arquiteto urbanista está em vantagem quando se trata de planejamento urbano e regional.

Assim, o mercado de trabalho do urbanista, se alarga, pois pode, entre outras atividades: projetar, construir e reformar edificações dos mais variados portes; trabalhar nas áreas de desenvolvimento e planejamento urbano, preservação e restauro de patrimônio histórico; atuar em arquitetura de interiores, exercer tarefas de consultoria, assessoria e de gerenciamento de obras; realizar vistorias, laudos, avaliações e pareceres e ainda dedicar-se ao ensino e à pesquisa.

O que é Urbanismo

Desafios do urbanismo

Atualmente, o planejamento das cidades está cada vez mais urgente, devido ao crescimento acelerado das grandes cidades. Também das necessidades de espaços alternativos que comportem esse crescimento.

Com isso, surgem dois grandes desafios para os urbanistas:

  1. Como facilitar o movimento de pessoas nas cidades com o aumento de vias públicas?
  1. Como conseguir melhor comunicação entre bairros e espaços adequados tanto para os tipos diferentes de transportes como para sua quantidade?

Por outro lado, é preciso lidar ainda com um fator que movimenta a questão urbanística que é a especulação imobiliária dos terrenos na relação de máximo aproveitamento para se alcançar o maior lucro possível nas ações de compra e venda.

No Brasil, a representação mais prática disso, aparece no planejamento urbano com Leis de Uso e Ocupação do Solo e Planos Diretores, que são utilizados como instrumentos para uma melhorar e resolver as questões urbanística das cidades. Servindo o urbanista como um condutor de todo o processo.

Veja também: “Como funciona as curvas na hora de projetar sua casa?”
O que é Urbanismo

O que é Urbanismo Sustentável

O urbanismo sustentável é um conceito que reforça a necessidade do desenvolvimento sustentável e planejado através de diferentes pontos de vista: econômico, ambiental e humano.

Assim, o urbanismo sustentável não leva em conta apenas se determinada região oferece boa estrutura populacional. Mas também se o meio ambiente daquela região está sendo preservado. Ou se o projeto também é economicamente viável levando-se em conta seus impactos na natureza e na vida das pessoas.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Forma certa de Decorar

Qual a forma certa de decorar cada ambiente?

Se você sonha com a casa bonita, mas não tem noção em como decorar cada ambiente, não fique para trás, saiba Qual a Forma Certa de Decorar cada Ambiente! Aqui, você encontra dicas valiosas de como decorar cada um dos ambiente do seu imóvel. Acompanhe e Entenda Antes tudo que você precisa para fazer uma decoração memorável.

Forma certa de Decorar

Bruna Alvim Campos

Forma certa de decorar

Dicas para decoração da sala de estar

A sala de estar é o cartão de visitas da sua casa e um dos ambientes mais prazerosos de se decorar. E o primeiro passo é decidir quais as cores serão usadas, lembrando que as cores neutras e claras são as mais recomendadas para servirem de base da decoração. As paredes e alguns móveis, como sofás e mesas podem possuir tons mais básicos, deixando as almofadas, puffs e outros itens decorativos com cores mais fortes.

Além da televisão, que normalmente fica neste cômodo, é interessante preencher as paredes com quadros, obras de arte, fotografias e objetos importantes para os moradores da casa, trazendo personalidade ao ambiente.

Forma certa de Decorar

Flávio Lima Arquitetura

E, se a sala for ampla, uma boa ideia é criar vários espaços no cômodo, como por exemplo, uma área voltada para a sala de jantar e, em outro ponto, um bar com um belo aparador. Dessa forma, todos os ambientes se tornam acolhedores e aconchegantes e a sala é utilizada com o máximo de potencial.

Outro detalhe importante: favoreça a entrada de luz natural. Evite bloquear as janelas e use cortinas que permitam a passagem da iluminação, de maneira direta ou não. Assim, sua sala ficará muito mais bonita e acolhedora.





Veja também: “Decoração de sala de jantar, veja ótimas dicas!”

Forma certa de Decorar

Flávio Lima Arquitetura

Dicas para decoração da sala de jantar

A sala de jantar é um dos ambientes mais queridos da casa, pois é nele que celebramos data importantes com nossos amigos e familiares. Portanto, independentemente se sua sala é grande ou pequena, alguns itens são indispensáveis! A mesa, cadeiras, detalhes de decoração e um buffet para organização.

Quanto à iluminação, o mais indicado é utilizar um pendente ou lustre no centro da mesa, com design variando de acordo com o orçamento e com o da decoração.

Para ambientes pequenos, um espelho pode ser ótimo aliado, pois tem o poder de ampliar visualmente o espaço.

A escolha da mesa e quantidade de cadeiras deve ser feita de acordo com o espaço disponível.

Forma certa de Decorar

Flávio Lima Arquitetura

Dicas para decoração dos quartos

A decoração dos quartos deve alinhar conforto, beleza e funcionalidade.

A cama é o móvel principal do ambiente, por isso vale a pena investir em uma cama de qualidade! Considere sua cama como um investimento, pois ela poderá te acompanhar por anos. Preferencialmente, a cama deve ficar centralizada no meio da parede do quarto e sobrar, ao menos, 40 cm de cada lado para a circulação.

Forma certa de Decorar

ARCHtec arquitetura e interiores

Veja também: “Estilos de decoração : O estilo contemporâneo – Entenda Antes!”

E já que o quarto é um ambiente íntimo, vale decorar com objetos pessoais marcantes, cheios de significados e lembranças.

Interessante também apostar em objetos de design e obras de arte, para criar um efeito bem bonito. Invista também em tapetes, almofadas, cortinas e luminárias.

Forma certa de Decorar

Bruna Alvim Campos

Dicas para decoração da cozinha

Na cozinha, estilo e funcionalidade devem andar juntos. Os móveis e revestimentos devem ser resistentes às variações de temperatura e umidade do ambiente.

Quando for planejar sua cozinha, tente formar um triângulo de trabalho com a bancada, geladeira e fogão. Evite deixar a geladeira do lado do fogão, eles alcançam extremos opostos de temperatura e um pode danificar o outro.

Forma certa de Decorar

F & H Arquitetura e Engenharia

Nas bancadas, o melhor custo benefício costuma ser o granito.

Procure usar cores claras, mas não tenha medo de usar azulejos estampados, ou armários e eletrodomésticos coloridos se esse for o seu estilo.

Por fim, utilizar móveis planejados para a cozinha é uma ótima forma de otimizar o espaço, garantir estilo e muita praticidade.

Veja também: “O que é boiserie? Como usá-los em sua decoração?”

Forma certa de Decorar

Flávio Lima Arquitetura

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes por que acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!




Shopping Basket
1