Algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

Após meses ou até anos de espera, o seu novo imóvel finalmente fica pronto e é hora de receber as chaves. No entanto, apesar de toda a empolgação que o momento pede, você precisa manter a cabeça fria, pois agora é também a hora de realizar a vistoria do seu imóvel e todo cuidado é pouco.

São diversos os itens que devem ser checados, alguns são fáceis de serem verificados e até mesmo quem não entende nada de construção civil, pois estão diretamente relacionados ao dia a dia de uso do imóvel. Outros, precisam de um pouco mais de atenção, porque não são tão óbvios.

Sendo assim, separamos algumas dicas para te ajudar na hora de conferir se está tudo certinho, realizar a vistoria e evitar dores de cabeça na hora da mudança. Basta organizar um check list para não esquecer o que tem que ser verificado na hora e se alguma coisa não estiver funcionando, cole uma etiqueta e anote na sua lista.

Veja também: “Descubra fatores que afetam a valorização do imóvel”

Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

  • Área útil

    A metragem útil do imóvel deve ser verificada quando você receber as chaves. Variações de até cinco por cento para mais ou para menos em relação ao que consta no memorial descritivo são aceitas pela norma de desempenho das edificações.

  • Bacias sanitárias

    Logo após realizar a vistoria nos banheiro e lavabo, dê a descarga para conferir o seu funcionamento, vazão e escoamento da água nas bacias.

  • Elétrica

    Primeiramente, veja se todos os pontos de energia que estavam no projeto foram instalados.
    Em seguida confira se todas as tomadas e bocais para lâmpadas e luminárias do imóvel estão funcionando. Para isso, leve um voltímetro ou algum equipamento eletrônico.
    Ainda mais, teste o interfone e a campainha para ter certeza que estão devidamente funcionando.
    Então, abra o quadro de luz e veja os disjuntores. Todos eles devem estar devidamente identificados.

  • Paredes

    Verifique se todas as paredes do imóvel estão retas, se seguem uma direção constante e não apresentam “barrigas”.

  • Pias

    Abra todas as torneiras para verificar seu funcionamento e o fluxo de vazão da água por elas. Verifique também se a água escoa com facilidade pelo ralo da pia.
    Logo depois de abrir as torneiras, olhe embaixo da bancada e veja se não há vazamento no sifão ou nos flexíveis.
    Confira se as bancadas foram instaladas bem na horizontal. Se estiverem tortas haverá acúmulo de água em algum canto.

  • Portas e esquadrias

    Abra e feche todas as janelas e portas do imóvel para verificar se estão funcionando de forma correta. Movimente as folhas e observe se todas acompanham as respectivas chaves e também se trancam e destrancam com facilidade.
    Os vidros das janelas não podem ter riscos ou partes trincadas. Observe também se estão bem firmes, do contrário ficarão trepidando com o vento.
    Não deixe de conferir também se existe algum arranhão ou mancha nas esquadrias.

  • Ralos

    Quando for realizar a vistoria do seu novo imóvel, leve um recipiente plástico. Lá, encha-o com água e despeje o líquido próximo de cada um dos ralos. Dessa forma, você conseguirá verificar se eles estão obstruídos e se o escoamento da água foi feito de forma correta.

  • Revestimentos

    Verifique se os revestimentos estão bem instalados e se não existe nenhuma mancha ou trinca. Confira, também, se o rejunte não está solto ou faltando.
    Se encontrar peças pisos ou azulejos com defeito, use fita adesiva para marcar.

O termo de vistoria do imóvel

Só assine o termo de vistoria se estiver tudo em ordem. Se você verificar algum problema no imóvel peça para que ele seja anotado no termo.

E se depois que você já estiver morando lá aparecerem outras falhas graves, que não podiam ser verificadas no momento da vistoria, como por exemplo problemas estruturais, reclame formalmente e solicite a solução.

Por fim, lembre-se que se encontrar algum problema, isso não significa que a construtora seja ruim. Afinal, erros  podem acontecer. Porém, a construtora é obrigada a executar o reparo.

Veja também: “Manutenção preventiva, para que serve e quais benefícios?”

Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

Este texto foi útil? Então, continue acompanhando nosso blog, temos sempre novidades nas áreas de Arquitetura, Construção, Design, Iluminação e Decoração.

E aqui também você encontra os profissionais mais qualificados para te ajudar a realizar seus sonhos. Peça um orçamento sem compromissos!

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário