Conheça nossas Trilhas

22 de junho de 2024
23.75°C New York
Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

Algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Após meses ou até anos de espera, o seu novo imóvel finalmente fica pronto e é hora de receber as chaves. No entanto, apesar de toda a empolgação que o momento pede, você precisa manter a cabeça fria, pois agora é também a hora de realizar a vistoria do seu imóvel e todo cuidado é pouco.

São diversos os itens que devem ser checados, alguns são fáceis de serem verificados e até mesmo quem não entende nada de construção civil, pois estão diretamente relacionados ao dia a dia de uso do imóvel. Outros, precisam de um pouco mais de atenção, porque não são tão óbvios.

Sendo assim, separamos algumas dicas para te ajudar na hora de conferir se está tudo certinho, realizar a vistoria e evitar dores de cabeça na hora da mudança. Basta organizar um check list para não esquecer o que tem que ser verificado na hora e se alguma coisa não estiver funcionando, cole uma etiqueta e anote na sua lista.

Veja também: “Descubra fatores que afetam a valorização do imóvel”

Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

  • Área útil

    A metragem útil do imóvel deve ser verificada quando você receber as chaves. Variações de até cinco por cento para mais ou para menos em relação ao que consta no memorial descritivo são aceitas pela norma de desempenho das edificações.

  • Bacias sanitárias

    Logo após realizar a vistoria nos banheiro e lavabo, dê a descarga para conferir o seu funcionamento, vazão e escoamento da água nas bacias.

  • Elétrica

    Primeiramente, veja se todos os pontos de energia que estavam no projeto foram instalados.
    Em seguida confira se todas as tomadas e bocais para lâmpadas e luminárias do imóvel estão funcionando. Para isso, leve um voltímetro ou algum equipamento eletrônico.
    Ainda mais, teste o interfone e a campainha para ter certeza que estão devidamente funcionando.
    Então, abra o quadro de luz e veja os disjuntores. Todos eles devem estar devidamente identificados.

  • Paredes

    Verifique se todas as paredes do imóvel estão retas, se seguem uma direção constante e não apresentam “barrigas”.

  • Pias

    Abra todas as torneiras para verificar seu funcionamento e o fluxo de vazão da água por elas. Verifique também se a água escoa com facilidade pelo ralo da pia.
    Logo depois de abrir as torneiras, olhe embaixo da bancada e veja se não há vazamento no sifão ou nos flexíveis.
    Confira se as bancadas foram instaladas bem na horizontal. Se estiverem tortas haverá acúmulo de água em algum canto.

  • Portas e esquadrias

    Abra e feche todas as janelas e portas do imóvel para verificar se estão funcionando de forma correta. Movimente as folhas e observe se todas acompanham as respectivas chaves e também se trancam e destrancam com facilidade.
    Os vidros das janelas não podem ter riscos ou partes trincadas. Observe também se estão bem firmes, do contrário ficarão trepidando com o vento.
    Não deixe de conferir também se existe algum arranhão ou mancha nas esquadrias.

  • Ralos

    Quando for realizar a vistoria do seu novo imóvel, leve um recipiente plástico. Lá, encha-o com água e despeje o líquido próximo de cada um dos ralos. Dessa forma, você conseguirá verificar se eles estão obstruídos e se o escoamento da água foi feito de forma correta.

  • Revestimentos

    Verifique se os revestimentos estão bem instalados e se não existe nenhuma mancha ou trinca. Confira, também, se o rejunte não está solto ou faltando.
    Se encontrar peças pisos ou azulejos com defeito, use fita adesiva para marcar.

O termo de vistoria do imóvel

Só assine o termo de vistoria se estiver tudo em ordem. Se você verificar algum problema no imóvel peça para que ele seja anotado no termo.

E se depois que você já estiver morando lá aparecerem outras falhas graves, que não podiam ser verificadas no momento da vistoria, como por exemplo problemas estruturais, reclame formalmente e solicite a solução.

Por fim, lembre-se que se encontrar algum problema, isso não significa que a construtora seja ruim. Afinal, erros  podem acontecer. Porém, a construtora é obrigada a executar o reparo.

Veja também: “Manutenção preventiva, para que serve e quais benefícios?”

Entenda Antes algumas dicas para realizar a vistoria do seu imóvel!

Este texto foi útil? Então, continue acompanhando nosso blog, temos sempre novidades nas áreas de Arquitetura, Construção, Design, Iluminação e Decoração.

E aqui também você encontra os profissionais mais qualificados para te ajudar a realizar seus sonhos. Peça um orçamento sem compromissos!

Pia na Decoração

Pia na decoração – Onde e como colocar?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Está construindo ou reformando sua cozinha tem dúvidas de onde e como colocar a pia? Tem dúvidas também de como escolher a melhor para você e sua família? Então não deixe de ler este texto e Entenda Antes tudo que você precisa saber sobre a pia na decoração da cozinha!

Pia na Decoração Arquitetura Casa Doze

A pia na decoração da cozinha!

A cozinha é o coração da casa, não há dúvidas. Por isso, é muito importante pensar com cuidado no projeto e decoração desse espaço.

Além de bonita, a cozinha tem antes de tudo ser extremamente funcional, especialmente no que diz respeito à distribuição do fogão, geladeira e pia.

Veja também: “Quais são as formas baratas de decorar seu imóvel?”

Pia na DecoraçãoFlávio Lima Arquitetura

Onde colocar a pia

Os arquitetos recomendam que, mesmo em uma cozinha simples e pequena, a distribuição dos elementos principais, pia, fogão e geladeira, forme um triângulo para facilitar a usabilidade e a funcionalidade do espaço.

Pia na DecoraçãoArquiteta Maria Júlia Migotto

Embaixo da janela

No geral, a pia costuma ser colocada embaixo da janela, principalmente no Brasil. Isso não significa que esse seja o modo correto, porém acabou se tornando uma prática que tem lá os seus motivos:

  • Iluminação: com a pia debaixo da janela é possível se aproveitar melhor a luz natural, uma vez que a pia é uma parte da cozinha bastante utilizada e portanto você precisa ter uma boa iluminação para desenvolver as atividades domésticas no local;
  • Estética: a pia debaixo da janela fica muito bonita e harmonioso;
  • Espaço: o espaço debaixo da janela é melhor aproveitado quando se coloca a pia nele. E aproveitar todos os espaços disponíveis e muito importante, principalmente em cozinhas pequenas.

Na ilha

A ilha da cozinha é o conjunto formado por fogão e pia juntos, que são posicionados no meio da cozinha e não colado na parede como são os modelos tradicionais.

Veja também: “Como usar a Arquitetura para barrar o frio?”

Pia na Decoração

O que levar em conta na hora de instalar a pia da cozinha?

Altura

Não existe uma altura padrão Mas, no geral, podemos observar o seguinte:

  • 80 centímetros ou menos: considerado baixo, mas pode ser feito no caso de necessidades específicas, como por exemplo pessoas com deficiência ou mesmo com estatura muito baixa;
  • 90 centímetros: considerada ideal para a maioria dos casos, levando em conta que normalmente, ainda são as mulheres que mais usam a pia e que a estatura delas costuma ser um pouco menor que a dos homens;
  • 1 metro: é uma boa altura, com a vantagem que você ganha mais espaço para armário na parte de baixo;
  • Acima de 1 metro é considerada alta para a maioria das pessoas,, mas também pode ser admitido se houver uma necessidade específica.
    Pia na DecoraçãoRealizze Planejados

    Material

As pias de cozinha de granito são as mais resistentes e por isso são sempre uma boa escolha para cozinhas que terão muito uso. A manutenção desse material também é bastante simples, pois ele é bem durável e resistente.

As pias de inox, que incluem as cubas do mesmo material também são bem duráveis e resistentes à manchas. Porém, existe a possibilidade de riscos e arranhões.

Atenção: a escolha da bancada e da torneira devem complementar a escolha da cuba da pia de cozinha. Modelos mais modernos podem pedir por linhas mais retas, enquanto escolhas mais tradicionais permitem escolhas de linhas mais fluidas.

Tamanho

O tamanho da pia da cozinha é um ponto a se observar também. Os modelos muito pequenos são complicados de usar, já que oferecem pouco espaço.

Já as pias com duas cubas precisam de um espaço maior para a instalação e também para o uso, já que ela sugere a possibilidade de duas pessoas usarem ao mesmo tempo.

Mas com relação à profundidade da pia, a medida ideal é de 60 cm, segundo os profissionais da área.

Veja também: “Qual é a melhor tinta para cada ambiente da sua casa?”

Pia na DecoraçãoHeloisa Zarpelon Arquitetura e Interiores

Gostou das dicas? Então continue acompanhando nossa revista e fique por dentro das novidades quando o assunto for construção e reforma.

Confira mais matérias como esta acessando a Revista do Entenda Antes!

______________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!1

Shopping Basket
1