O que é pré-obra? 10 dicas infalíveis para evitar problemas nessa importante fase.

O que é pré-obra? 10 dicas infalíveis para evitar problemas nessa importante fase.

Você sabe o que é pré-obra e qual a importância dessa fase para a sua construção? Pois bem, a gente te explica direitinho do que se trata. E ainda vai mais longe trazendo 10 dicas infalíveis para que você evite problemas nessa importante fase da construção.

Confira também: “Erros no Planejamento de Obras”

Acompanhe e saiba mais sobre o assunto.

Boa leitura!

Profissionais para Construção - Entenda Antes - Pré-obra

O que é pré-obra

Podemos dizer que a fase do pré-obra compreende o conjunto de atividades e serviços realizados antes da execução da obra ou construção. Ela abrange tudo que garante a  eficácia e construtibilidade, como por exemplo:

  • Concepção do  projeto;
  • Estudo de soluções de engenharia e das diversas interfaces;
  • Desenvolvimento de estimativas de custo;
  • Estudo de viabilidade;
  • Planejamento;
  • Orçamento detalhado do projeto.

O pré-obra pressupõe trabalho colaborativo. Ou seja, envolve competências de diversos profissionais. Entre eles: projetistas, consultores, construtora e fornecedores.

No mais, o pré-obra avalia riscos e alternativas, para ao final escolher a melhor solução para cada projeto.

Para saber mais sobre planejamento de obras, não deixe de conferir nosso artigo Planejamento de obras: Guia para planejar sua construção e também  O que você precisa saber antes de iniciar uma construção?

Sistemas Construtivos - Entenda Antes - Pré-obra

Principais benefícios da fase do pré-obra 

O pré-obra exerce papel fundamental para o êxito do empreendimento e, entre os seus benefícios podemos apontar:

  • Assegurar o bom desempenho do construção;
  • Antecipar incertezas, já nas fases preliminares, reduzindo riscos;
  • Influenciar para a obtenção dos menores custos e prazos;
  • Apontar o orçamento, o prazo para desenvolvimento e início das obras, bem como de outros dados necessários para o estudo de viabilidade;
  • Definir antecipadamente o escopo, o custo e o cronograma do projeto;
  • Identificar oportunidades de redução dos custos;
  • Dominar informações relevantes para a tomada de decisões;
  • Definir a estratégia de contratação de mão de obra;
  • Minimizar riscos, bem como a quantidade de mudanças e custos inesperados com alterações do cronograma, durante a execução da obra;
  • Garantir a integridade da produção;
  • Reduzir custos com serviços em garantia (pós-obra).

Não tem ideia de como fazer um orçamento de obras? Confira este artigo: Orçamentos para construção: o que é e como fazer? 

orçamento de casa pré fabricada - Pré-obra

A importância da fase do pré-obra

Um dos principais erros cometidos na construção civil é a falta de planejamento. Segunda estudos, 39% dos projetos falham em razão da falta de um plano bem elaborado ou até mesmo por causa de estimativas incorretas durante a fase do pré-obra. Ou seja, sem uma preparação adequada durante a fase do pré-obra, a grande maioria dos projetos já começam predestinados a estourar o orçamento e desobedecer qualquer cronograma.

Assim, a fase do pré-obra é fundamental para o sucesso de qualquer empreendimento imobiliário. Todos os ajustes devem ser feitos nessa etapa. Com isso, você evita realizar correções já na etapa de execução, o que terá um custo bem mais elevado. A realização da fase do pré-obra evita dores de cabeça como erros e necessidade de um retrabalho, além de reduzir a  probabilidade de erros e de desperdício de materiais.

No mais, é na fase do pré-obra que se prepara para os imprevistos. Diversas condições climáticas, financeiras, estruturais ou burocráticas podem interferir no andamento da obra. Portanto não se deve subestimar o andamento de um projeto como um cenário perfeito sem falhas. Os agentes de interferência podem ser internos ou externos e podem surgir a qualquer momento, portanto é imprescindível se precaver.

Para conferir quais são os principais problemas no planejamento de obras, clique aqui e leia nosso artigo sobre o assunto.

Casa Moderna

10 dicas de como realizar um bom projeto de pré-obra

Acompanhe abaixo, 10 dicas de como realizar um bom projeto de pré-obra:

Pesquisa e análise sobre o local da obra

Qualquer que seja seu projeto, seja ele arquitetônico, hidráulico, elétrico ou estrutural, deve ser levado em conta uma análise prévia do local da obra, antes de bater o primeiro prego.

É importante, por exemplo, procurar saber sobre as condições do solo ou se há problemas na vizinhança.

Trabalhe a partir de um projeto arquitetônico

O responsável pela obra e pré-obra deve manter contato sempre que possível com o arquiteto que realizou o projeto. Deve haver uma parceria de talentos entre a equipe do canteiro de obras e seu projetor, que imaginou os conceitos ali aplicados. Da mesma forma, o cliente ou proprietário do imóvel em construção também deve acompanhar os trabalhos, pois  muito do que ele imagina no papel pode não ser possível na prática e a realização final pode ser que frustre suas expectativas.

Os obreiros deve seguir o plano do arquiteto e o arquiteto tem que delinear o que pode ser refinado de acordo com o orçamento e as expectativas do cliente.

Além disso, existe a responsabilidade pela edificação, que deve obedecer s uma série de normas e regras, como as exigências de habitabilidade da NBR 15575. Essas regras envolvem o isolamento hidráulico, acústico e térmico, um bom projeto de iluminação, as condições de saúde e higiene durante a obra, o acesso e mobilidade no local além do conforto tátil e antropodinâmico. Se esses aspectos não forem respeitados poderão haver problemas jurídicos que poderão impactar toda a obra. 

Desenhando e montando o projeto

Todos os dados sobre a edificação devem ser levados em conta na concepção do projeto, incluindo todas as medidas que forem necessárias, pois um número errado ou faltando pode comprometer todo o projeto.

Descreva numa ficha técnica todo o material que será usado na obra. Na elaboração do desenho, defina as paredes dos cômodos, a cor da tinta de parede, tudo o que precisar ser visualizado para ser executado.

O projeto deve ser aprovado somente após uma revisão

Todas as dúvidas entre o arquiteto, o cliente e os executores da obra devem ser tiradas para que se possa corrigir erros ou pequenas falhas de comunicação entre as partes antes de se iniciar o projeto.

Não é bom correr o risco de atender os requisitos de um sem que as outras partes do projeto o aprovem. Também é importante que todas as etapas do projeto se encaixem para poder haver aprovação. O sistema elétrico, por exemplo, não pode entrar em conflito com o hidráulico, ou poderá haver curto circuito ou um dano estrutural. 

Sabe o que é gerenciamento de obras? Não? Então saiba tudo aqui: Gerenciamento de obras: o guia absolutamente completo!

Atenção à parte legal da obra

A prefeitura costuma ser bem exigente com a documentação e toda burocracia pode ser um empecilho no andamento da obra. Assim, garanta que seu projeto esteja alinhado ao plano diretor de sua cidade, atente-se aos detalhes para facilitar a aprovação.

Não se esqueça de pagar as taxas e licenças exigidas pela legislação. Também será necessária a visita do corpo de bombeiros para a aprovação do projeto e futura obtenção da documentação necessária.

Cumprindo ou projetando prazos possíveis

Determinem uma data que seja plausível para o cliente, o arquiteto e o executor. É possível planejar um calendário de metas com as etapas da obra junto aos funcionários da construção.

O cronograma é importante para que o andamento da obra não recaia em frustração das expectativas finais do projeto.

Planejamento de Obras - Pré-obra

O orçamento da obra em material e equipamentos

O levantamento de custo dos materiais é fundamental para que a obra não tenha problemas futuros como ingerência financeira por gastos exorbitantes. Um orçamento mal feito pode prejudicar desde a estrutura até o acabamento final. Não arque com custos que não possa assumir e não assuma uma obra da qual não possa bancar acabamentos de luxo, caso seu cliente tenha um orçamento apertado.

Por isso, uma boa dica para não transformar sua obra num elefante branco é seguir a tabela SINAPI, do Sistema Nacional de Custos e Índices da Construção Civil. Você encontra essas informações junto à Caixa Econômica Federal.

A mão de obra

A mão de obra contratada deve ser o mais qualificada possível.

Nessa etapa muitos cometem erros de tentar baratear os custos contratando qualquer um que aceite ganhar abaixo do salário de classe. No entanto, isso além de antiético, é irresponsável e arriscado se fazer. Existem etapas na construção que somente um profissional qualificado pode cumprir. 

Para saber direitinho quais são os profissionais que você precisa ter na sua obra, leia Profissionais para construção: o que você precisa em uma obra.

Executando o projeto

Com o projeto e o planejamento prontos é hora de entrar em ação.

A execução do projeto deve ser feita em harmonia com todas as etapas e equipes de trabalho. Nesta etapa é muito importante o gerenciamento da obra. Afinal, é importante que não se perca o controle orçamentário nem a administração das ações da mão de obra. 

Acompanhando o andamento da obra

Use a tecnologia a seu favor. Acompanhe o cronograma da obra e das etapas do projeto através de aplicativos e planilhas. Quanto maior for o seu acesso ao canteiro de obras e à todos os dados do projeto, melhor e mais rápido será andamento da obra.

Vender imóveis rapidamente - Entenda Antes

E aí, gostou do nosso artigo sobre a fase do pré-obra? Pronto para tocar seus planos e construir seu imóvel dos sonhos? Então continue acompanhando nosso blog. Temos sempre novidades, dicas e muita informação para quem pretende construir, reformar ou apenas atualizar a decoração ou paisagismo.

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário