Porcelanato: conheça os diferentes tipos

ilustrar um ambiente com o piso de porcelanato polido

Hoje, é possível encontrar vários tipos de porcelanato do mercado. Mas, além da estética, é preciso pensar em outros fatores na hora compra. Resistência mecânica, possibilidade de escorregamento, resistência a manchas e absorção de água são detalhes que fazem toda a diferença, dependendo do ambiente onde são instaladas.

E claro, usar o mesmo tipo de porcelanato na casa toda pode não ser uma boa ideia. Por isso, vale a pena conhecer os diferentes tipos de porcelanato antes de fazer a sua escolha.

Continue a leitura!

O porcelanato e suas variações

As placas de porcelanato são fabricadas a partir de uma  mistura de porcelana com outros minerais. Assim, dessa forma, as peças, além de lindas, se tornam  mais homogêneas, mais vitrificadas, mais densas e mais resistentes do que as cerâmicas convencionais.

Ele é uma excelente escolha para os mais variados ambientes da sua casa, porém usar o mesmo tipo de porcelanato nem toda a casa pode fazer com que você não aproveite ao máximo as qualidades do material.

Isso acontece porque o mesmo porcelanato pode ter um  ótimo desempenho em um determinado ambiente e um desempenho não tão bom em outro.

E essa diferença pode ocorrer até em um mesmo ambiente como o banheiro, por exemplo. A área do chuveiro tem maior tendência a escorregamento e manchas do que a área de fora, por isso irá precisar de um produto diferente, menos escorregadio e mais resistente às manchas.

é uma imagem de piso de porcelanato líquido

Porcelanato técnico e porcelanato esmaltado

Podemos começar a explicação dividindo esse revestimento nessas duas categorias:  técnico e esmaltado.

Porcelanato técnico

Os porcelanatos técnicos são aqueles que não possuem nenhuma camada de esmalte na sua superfície.

Entre as suas principais características podemos citar a alta resistência mecânica e por isso é recomendado para  áreas de maior tráfego de pessoas, como a varanda, área de lazer ou garagem, quando o acabamento é natural.

Possui também baixa absorção de água (menos ou igual a 0,1%) e por essa razão é muito usado em espaços comerciais, como shoppings centers ou lojas de departamento.

No mais, o produto ajuda a dar uma sensação de maior amplitude a um ambiente, pois passa a ideia de continuidade.

Porcelanato esmaltado

Os porcelanatos esmaltados recebem uma camada de esmalte por cima da massa com a estampa desejada. A indicação técnica para o seu uso é obtida através da superfície, que pode ser lisa ou áspera, brilhante ou mate, e o PEI.

PEI é a resistência do esmalte do porcelanato e só serve para esta tipologia. Quanto maior o PEI mais resistente é o esmalte do porcelanato.

Já quanto à segurança, é importante destacar que os porcelanatos mais brilhantes são os mais escorregadios.

Tipos de porcelanato

Os diferentes tipos de acabamento do porcelanato

Dentro desses dois tipos de porcelanato, existem algumas variações dependendo do acabamento da peça. Confira:

Porcelanato polido

Os porcelanatos polidos são aqueles com superfície mais lisa e brilho intenso. As peças recebem um polimento e uma camada  impermeabilizante.

Como o porcelanato polido é mais liso  deve ser usado nos ambientes secos da casa, tais como salas, corredores e quartos.

É claro que ele pode ser usado em outros ambientes, porém é importante destacar que quando molhados ele se torna muito escorregadio. Assim, se for usá-lo em um ambiente interno que tenha contato com alguma área externa, como varanda, hall de entrada ou  áreas próximas da piscina, é bom usar um capacho para evitar tombos e escorregões.

Ele deixa o ambiente moderno e sofisticado.

Porcelanato natural

A maioria dos porcelanatos  recebe algum tipo de acabamento ao final de sua produção. Já o porcelanato natural  não recebe nenhum acabamento, pois ele é, em outras palavras, “neutro” e com superfície mate.

Este tipo de porcelanato é bastante resistente e pouco escorregadio. Por isso, pode ser usado em qualquer área de espaços comerciais e residenciais.

Ele ainda possui superfície fosca, sem brilho, o que traz para os ambientes onde é aplicado maior aconchego e conforto.

Porcelanato EXT

Indicado para áreas externas, como terraços, piscinas, varandas e rampas, e que também tenham frequente contato com água, este tipo de porcelanato possui superfície abrasiva, com efeito que não escorrega.

Ele é altamente resistente à abrasão e por isso sua durabilidade é muito grande. Porém, não é indicado para fachadas e paredes externas já que é difícil de limpar por conta de seu maior o coeficiente de atrito.

No mais, ele é impermeável, o que faz com que ele não manche com facilidade.

Como se vê, trata-se de um porcelanato muito versátil, que pode ser aplicado em vários ambientes, embora seja mais comum seu uso nos ambientes externos.

Porcelanato acetinado

Diferente do polido, o porcelanato acetinado é mais fosco e, assim, possui uma aparência menos brilhante e chamativa, trazendo a ideia de aconchego e conforto. Por isso, é indicado para salas e quartos.

Mas também, é um material de alta resistência e fácil limpeza e por isso, recomendado para garagens, banheiros, salões de eventos e salas comerciais.

Porcelanato struturato

Mas se a ideia é ter um acabamento forte e abrasivo, o porcelanato struturato costuma ser o mais adequado.

Graças a essas características, ele é de ótimo uso em locais mais úmidos, como box para banho, saúnas e decks.

ilustrar um ambiente com o piso de porcelanato polido

Como escolher os tipos de porcelanato certo para sua obra

Agora, para te ajudar a escolher o melhor porcelanato para cada um dos ambientes da sua casa, listamos algumas coisas que você deve observar na hora da compra:

1. Segurança

O porcelanato errado pode trazer riscos para você e sua família. E isso se deve ao fato de que alguns tipos de porcelanato podem causar escorregões por serem muito lisos.

Se a necessidade é de um porcelanato para o banheiro ou cozinha, então você não deve escolher um porcelanato polido, por mais bonito e elegante que ele seja.  Esse tipo de material não deve ser instalado em lugares úmidos pois, quando molhado fica extremamente escorregadio. Ou seja, também não deve ser aplicado em áreas externas perto da piscina ou que possam tomar chuva.

Assim, em ambientes úmidos prefira os porcelanatos impermeáveis e que não escorregam como o struturato e o ext.

2. Manutenção e limpeza

O porcelanato é um material de fácil limpeza e manutenção. Uma vassoura macia e um pano úmido já são o suficiente para limpá-lo.

Porém, o polido, esmaltado e acetinado são materiais que exigem um maior cuidado para evitar manchas. Já outros tipos são mais difíceis de manchar e podem ser limpos com menor frequência.

3. Estilo do ambiente

O piso de um ambiente é de extrema importância quando o assunto é  decoração e estilo.

É por isso que o porcelanato tem ficado cada vez mais popular, pois se trata de um material que permite alta customização. Você pode encontrá-lo em diversos modelos, cores, padrões e desenhos. Existem até porcelanatos que reproduzem a madeira ou a pedra!

Mas para não errar na mão, o segredo é  harmonizar a peça escolhida com o restante da decoração.

4. Tamanho da peça

Existem porcelanatos de todos os tipos nos mais variados tamanhos. Algumas peças são grandes, com 120 x 120 cm. Já outras são menores, com 30 x 60 cm, por exemplo.

O tamanho ideal vai depender do local onde ele será instalado. Apartamentos pequenos, por exemplo, não devem receber peças grandes, pois isso causará a impressão de serem ainda menores.

Dessa forma, em ambientes pequenos, o ideal é usar porcelanato de formatos menores. Já em lugares mais amplos, abuse de peças maiores.

5. Qualidade do material

O piso de uma residência ou imóvel comercial precisa ser de boa qualidade para aguentar o tráfego de pessoas com diferentes sapatos e também o peso dos móveis.

Se uma das pelas se quebrar, você terá ter um grande problema. Afinal, pode não ser fácil encontrar uma peça substituta do mesmo modelo e cor e em também porque será preciso fazer uma reforma não planejada.

Assim, prefira sempre escolher um material de qualidade, feito com bons materiais e de uma marca confiável. Isso poupará problemas no futuro.

Piscina com piso de porcelanato

E agora, está mais fácil escolher o tipo certo de porcelanato para sua construção ou reforma? E, para mais informações sobre o mundo da engenharia, arquitetura e construção, não deixe de seguir o blog Entenda Antes.

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário