Conheça nossas Trilhas

23 de junho de 2024
33.58°C New York
Tipos de Pisos

Tipos de pisos para utilizar no acabamento de uma casa

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Para escolher de forma adequada o melhor tipo de piso para a sua obra primeiro é preciso conhecer o que existe disponível no mercado.
Pensando nisso, elaboramos este post com informações úteis sobre os 12 diferentes tipos de pisos existentes. Entenda Antes e faça uma boa escolha.

Tipos de pisos que podem ser usados em acabamentos

Tipos de Pisos

  1. Piso de Cerâmicas

    Primeiramente, a cerâmica é um dos tipos de pisos mais usado no Brasil. Então ele pode ser encontrado em diversos tamanhos, texturas, cores, qualidades e preços. Também pode ser utilizados em áreas internas e externas.Porém, na hora de escolher a sua cerâmica é preciso conferir se ela é adequada para o ambiente em questão. Por isso, é necessário consultar o seu PEI – Resistência à Abrasão.

    Tipos de Pisos

  2. Piso de Porcelanatos

    O porcelanato também é bastante utilizado. Pode ser semi-polido, polidos ou peça rústica.Você também pode encontrar o material esmaltado e em diversas texturas, principalmente imitando madeiras, mármores e granitos.

    Tipos de Pisos

  3. Piso de Granito

    O piso de granito, além de muito bonito, é resistente e apresenta alta durabilidade. Podem ser utilizados em residências e também em locais de grande tráfego de pessoas, como shoppings, supermercados, prédios comerciais e aeroportos.
    Pode ser encontrado em diversas tonalidades e preços. Os mais conhecidos são: Branco Itaúna, Verde Ubatuba, Cinza Corumbá, Cinza Andorinha e Preto São Gabriel.

    Tipos de Pisos

  4. Piso de Mármore

    O mármore, como o granito, é uma rocha metamórfica, composta principalmente por minerais de calcita. O mármore, no entanto, apresenta coloração mais uniforme que o granito e a formação de veios definidos.
    É indicado apenas para ambientes internos. E, por ser pouco produzido no Brasil, apresenta um custo muito elevado.

    Tipos de Pisos
    Veja também:
    “Iluminação para piscinas – Melhores Exemplos”

  5. Piso Laminado de madeira

    Feito de lâminas de madeira de reflorestamento e portanto, sustentável.
    Esse é um piso flutuante, visto que não é colado no contrapiso. Então, as lâminas são assentada sobre uma manta, em sistema de encaixe tipo e presos pelos rodapés que são colados.

    Tipos de Pisos

  6. Piso vinílico

    Trata-se de um piso produzido com resina de PVC, em formato de réguas com dimensões que variam bastante de um fabricante para o outro.
    São instalados com o sistema do tipo macho-fêmea sobre manta. São indicados para áreas internas de menor tráfego e podem ser encontrados em diversas estampas que imitam madeira.

    Tipos de Pisos

  7. Piso de Tábua corrida

    Piso em madeira natural de lei, geralmente extraída da Amazônia. Possui encaixe tipo macho-fêmea e sua instalação é feita sobre um ripamento.
    Conferem muita beleza e conforto, mas não são sustentáveis. Após instalado, o piso precisa ser raspado e sintecado para adquirir brilho.

    Tipos de Pisos

  8. Piso de Tacos

    Os tacos foram muito populares nas décadas de 60 a 80, mas atualmente são pouco utilizados pois possuem um custo elevado.
    Assim como o piso de tábua corrida, é preciso raspar e sintecar o piso.
    As madeiras mais comuns para a produção de tacos são ipê, grápia e cumaru.

    Tipos de Pisos

  9. Piso de Ardósia

    O piso em pedra ardósia também é muito utilizado devido a sua durabilidade e preço baixo.
    Ele pode ser utilizado em áreas internas e também externas. Mas, é preciso ter cuidado pois é um piso muito escorregadio quando molhado.

    Tipos de Pisos

  10. Piso de Pedra São Tomé

    A pedra São Tomé é o piso ideal, e por isso o mais utilizado, ao redor de piscinas.
    Elas podem ser encontradas em peças regulares 30x30cm e irregulares (retalhos).

    Tipos de Pisos

    Veja também: “Áreas de lazer para você se inspirar – Entenda Antes!”

  11. Piso de Ladrilho hidráulico ou lajota

    Estão novamente na moda, trazendo charme e muito estilo. Mas porém, seu custo é elevado se comparado com as cerâmicas e porcelanatos.
    São produzidos a base de cimento e tem produção artesanal.

    Tipos de Pisos

  12. Piso de Cimento queimado

    Solução de baixo custo para pisos, indicada para áreas internas e externas.
    Esse é um dos tipos de pisos para ambientes com estilo de decoração industrial ou moderno.

    Tipos de Pisos

Viu como existem diversas opções? Mas na hora de escolher o piso da sua casa, consulte um profissional capacitado e experiente. Só ele poderá de indicar a melhor opção para cada ambiente, de acordo com o estilo arquitetônico do imóvel e também com o estilo de vida dos moradores.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Revestimento ripado - Entenda Antes

Revestimento ripado: modelos, marcas e inspirações

Em divisórias de ambientes, aplicado em móveis, tetos ou nas paredes, tanto faz! O revestimento ripado está em alta e cada vez ganha mais destaque nos projetos de interiores. 

Além do efeito estético tridimensional, os painéis ripados fazem sucesso entre arquitetos e designers por vários motivos. A facilidade de aplicação, versatilidade para combinar com vários estilos de decoração e variedade de modelos são alguns deles. 

Então, se você já ama o revestimento ripado, precisa ler este artigo até o final. Nele, apresentamos os principais tipos, modelos e marcas do revestimento para você aplicar em qualquer ambiente da sua casa. Confira! 

Madeiras naturais

Revestimento ripado - Entenda Antes

A maioria dos painéis ripados são feitos em madeira, sendo que as mais utilizadas são: Freijó, Imbuia e Cumaru. Como estas madeiras naturais são materiais nobres, o preço do revestimento ripado é um pouco alto. Em contrapartida, existem soluções mais econômicas, como o MDF laminado ou compensado naval que também funcionam bem para o propósito. 

Não é difícil entender por que o revestimento ripado de madeira é o favorito de arquitetos e design. O efeito da madeira combina com uma atmosfera mais rústica, assim como cria uma sensação contemporânea em qualquer área. Além disso, as madeiras nobres são altamente duráveis e resistentes.

Outro ponto positivo é que o painel ripado de madeira pode ter diversos desenhos. Ou seja, é possível fazer ripas mais largas ou finas, alterar o espaço entre os frisos, dentre outras possibilidades. 

Cerâmica

Existem vários modelos de revestimentos cerâmicos são feitos com efeito ripado. Alguns são tão semelhantes à madeira natural que, à primeira vista, é quase impossível perceber que se trata de um revestimento cerâmico e não um painel ripado de madeira. 

Portanto, essa pode ser uma boa alternativa para aplicar em paredes, já que a cerâmica é um material mais econômico, durável e fácil de manter.

A linha Wall Mosaic da Portobello, por exemplo, possui opções de revestimento ripado na cor branca e reproduzindo a madeira. Os materiais possuem relevo e texturas que são parecidas com papel de parede ou superfícies tridimensionais. Alguns modelos são: 

Revestimento ripado - Entenda Antes

Outro destaque de revestimento ripado em cerâmica é a coleção Criar, da Decortiles. As peças possuem textura e detalhamento ripado e, por isso, são ideais para criar painéis em ambientes internos. A coleção conta com dois modelos: o Filetto Canela e o Filetto Camel

Concreto

Por fim, quem prefere uma aparência descontraída e moderna, pode apostar no revestimento de concreto ripado. Nesse sentido, é possível encontrar peças de formas e tamanhos variados para criar diferentes composições. 

Uma vantagem é que o concreto aparente é prático, tem alta durabilidade e pode ser utilizado tanto em ambientes internos quanto externos. 

A linha Apparente da Castelatto é um exemplo de revestimento de concreto ripado. Também existem materiais cerâmicos que reproduzem o efeito do concreto aparente, como é o caso do modelo Brasilia Concreto Cinza, da Portobello.

Revestimento ripado - Entenda Antes

Ambientes com revestimento ripado para se inspirar

Nada como alguns projetos incríveis para servir de inspiração, não é mesmo? Portanto, selecionamos alguns ambientes onde o revestimento ripado foi aplicado com muito bom gosto! 

Quarto

Revestimento ripado - Entenda Antes Bruna Alvim Campos
O revestimento ripado não é apenas uma decoração, assim como também uma técnica eficaz de zoneamento. Neste projeto, o ripado sutilmente separa a área íntima e o closet sem bloquear completamente a linha de visão. Além disso, precisamos destacar o efeito de continuidade com a aplicação da madeira no teto do quarto. 

Sala integrada

Revestimento ripado - Entenda Antes Carolinne Ataide Lima
Neste projeto, o painel ripado de madeira é o grande destaque da sala integrada. Apesar de espaçoso, é possível ter a sensação de conforto no ambiente. 

Ambiente integrado

Revestimento ripado - entenda antesHeloisa Zarpelon Arquitetura e Interiores
Aqui, o painel ripado proporcionou aconchego e mais sofisticação ao ambiente. Além disso, o espaçamento entre as ripas garante a ventilação do espaço. 

Revestimento na horizontal

Os painéis ripados também podem ser fixados na horizontal para criar a sensação de alongamento. Os projetos abaixo, por exemplo, mostram como isso funciona bem:

Revestimento ripado - entenda antes

Revestimento ripado ARCHtec Arquitetura e Interiores
Percebeu como o revestimento ripado é versátil e bonito? Então, compartilhe nos comentários qual é o seu modelo favorito!

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Qual é a melhor tinta para cada ambiente da sua casa?

Qual é a melhor tinta para cada ambiente da sua casa? Essa é uma tarefa desafiadora para todos, por isso fizemos essa matéria para lhe auxiliar nessa jornada.

Primeiramente, porque a cor das paredes pode interferir no seu humor, profundidade do ambiente e tipo de atmosfera que você terá em casa.

Em segundo lugar, porque existem vários tipos de tinta, cada um com suas especificações e maneira de aplicação.

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Qual é a melhor tinta para cada ambiente?

Por isso, antes que você faça o revestimento das paredes, precisa selecionar o acabamento de pintura e cor indicada para o cômodo que está pintando.

Para ajudar você nessa tarefa, aqui está uma análise geral dos principais ambientes da casa para que você entenda antes sobre tipos e cores de tintas e capriche no acabamento!

Cozinha

A cozinha é uma área altamente utilizada e que precisa de atenção especial na escolha da tinta. Nesse espaço você está lidando com respingos de alimentos, bebidas e gorduras, além de exigir uma limpeza mais pesada.

Por isso, na cozinha você precisa de um tinta durável e fácil de limpar. A tinta acrílica com é a mais indicada nesse caso por ser impermeável e resistente à limpeza.

A tinta acrílica com acabamento semibrilho resiste bem à lavagem, no entanto destaca as imperfeições da parede. Se você mora em uma casa mais antiga e com falhas na parede, é melhor optar pelo acabamento acetinado, que tem um aspecto mais fino e com pouco brilho.

Para pintar pisos e azulejos, opte pela tinta epóxi que é ideal para essas superfícies.

Em relação à coloração da tinta, as cores quentes, como laranja e vermelho são boas apostas pois estimulam o apetite. As cores mais neutras, como branco, bege e azul suave também ficam ótimas na cozinha. Apenas evite cores frias e escuras, como azul escuro, preto etc.

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Flávio Lima Arquitetura

Veja também: “A melhor forma de decorar um imóvel!”

Banheiro

Os banheiros e lavabos também precisam de tintas resistentes à umidade e que possam ser lavadas sem problemas. Por isso, a tinta acrílica com acabamento semibrilho ou acetinado também são as melhores escolhas.

Na hora de definir as cores, opte pelos tons suaves para criar um ambiente bem relaxante. Bege, branco, rosa, verde e azul são boas opções. Tenha cuidado com cores muito fortes e brilhantes pois em um espaço relativamente pequeno, o resultado por ser exagerado.

Quartos

Nos quartos, convém utilizar a tinta acrílica com acabamento fosco ou acetinado. Além de oferecer uma cobertura superior, essas tintas criam um efeito aveludado, adicionando muito mais elegância ao ambiente.

Já para a escolha das cores, é preciso levar em consideração a personalidade de quem vai ocupar o espaço.

Se você quer usar o quarto apenas para relaxar, aposte em uma paleta com as cores verde, azul, cinza ou outros tons neutros que proporcionam a sensação de tranquilidade.

Mas se o quarto também vai ter outra função, como um lugar de estudos, por exemplo, opte por uma cor mais estimulante, como o amarelo, laranja ou roxo.

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Fundos Arquitetura

Sala

A sala é um ambiente de socialização para reunir a família e as visitas. Por causa do grande fluxo de pessoas no espaço, é preciso escolher uma tinta de boa qualidade.

Nesse espaço, você pode investir em uma tinta acrílica com acabamento semibrilho ou acetinado. Outra opção é a látex PVA, uma das mais tintas mais comuns e específicas para áreas internas.

Em relação à cor das paredes da sala, você pode escolher tons mais aconchegantes, como o amarelo. Cores neutras, como o bege e o cinza também ficam muito bem nesse espaço. Mas, se quiser ousar, escolha tons escuros que complementem a decoração do ambiente..

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

INDESIGN ARQUITETURA

Veja também: “8 Truques para pintar sua casa igual um profissional – Entenda Antes!”

Fachada

Os ambientes externos precisam de atenção redobrada na escolha da tinta. Por ser uma área exposta à intempéries, o material precisa ser bem resistente.

A tinta acrílica elástica é ideal para fachadas e paredes externas. Esse tipo de tinta possui uma resina que cria uma superfície impermeável com maior durabilidade e proteção contra os efeitos climáticos, infiltrações e mofo.

Para escolher a cor certa para sua fachada, é preciso levar em consideração o estilo arquitetônico da casa e a sensação que deseja transmitir. Cores neutras, como branco, cinza e bege e os tons terrosos são algumas sugestões clássicas.

Qual é a melhor tinta para cada ambiente

Bruna Alvim Campos

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Como combinar piso e revestimento

Como combinar piso e revestimento?

Como combinar piso e revestimento em qualquer ambiente da casa? Siga nossas dicas e você terá a melhor combinação! Entenda Antes de Decorar!

Duráveis, fáceis de limpar e simples de instalar, pisos e revestimentos são ótimas maneiras de adicionar cor e estilo a diversos ambientes. Por causa desses e outros motivos, os materiais de acabamento são uma grande tendência na arquitetura.

Mas, basta pesquisar na internet ou visitar lojas de materiais de construção que começam a surgir as dúvidas. Afinal, o mercado conta com diversos tipos, estilos e matérias-primas de pisos e revestimentos. Nesse sentido, combinar chão e parede pode se tornar um verdadeiro desafio. Será que é melhor usar o mesmo material nas paredes e pisos? Ou será que possível ousar e misturar padrões totalmente diferentes?

Já adiantamos que sim, você pode usar pisos e revestimentos diferentes em um mesmo ambiente. Nesta matéria, mostraremos como você pode escolher os materiais que combinam entre si para criar um ambiente harmonioso e cheio de estilo.

 

 

Como combinar piso e revestimento?

Materiais

Porcelanato, piso cerâmico, madeira, mármore, granito, ladrilho hidráulico, laminado e vinílico são apenas alguns exemplos de materiais de acabamento. Existe uma diversidade de piso e revestimento tão grande que, às vezes, fica difícil fazer a escolha certa. Mas, e se a gente disser que é possível misturar esses materiais?

A mistura de diferentes materiais de acabamento já é uma tendência na arquitetura de interiores. Então, em vez de escolher apenas um azulejo para todo o banheiro, por exemplo, por que não escolher mais? Aposte em combinações de dois a três tipos de materiais em um mesmo espaço.

Porcelanato no piso e tijolinhos nas paredes, piso de madeira e revestimento com pedra natural são apenas algumas possibilidades para inspirar você.

Como combinar piso e revestimento

ATPH Arquitetura engenharia e construção

Como combinar piso e revestimento

Géssica Fernandes Arquitetura

Como combinar piso e revestimento

F & H Arquitetura e Engenharia

Cores

A correspondência de cores é uma parte essencial em qualquer projeto de arquitetura. Entretanto, é justamente nesta etapa que muitas pessoas erram na combinação. Se você está executando o acabamento da sua casa, a nossa dica para não errar é: tenha uma paleta de cores limitada.

Você não precisa mesclar várias cores para projetar algo incrível. Mantendo uma única cor e misturando diferentes materiais no piso e revestimento, é possível ter um ambiente consistente e com interesse visual.

Veja também: “Decoração com cores neutras, você conhece?”

Por outro lado, quem quer ousar na escolha dos acabamentos pode apostar em uma paleta variada. Experimente, por exemplo, um piso claro de tonalidade neutra em contraste com revestimentos de cores vibrantes na parede. O contrário também é válido: usar pisos bem coloridos e um revestimento neutro na parede.

Como combinar piso e revestimento

Karla Araujo Arquitetura e Interiores

Como combinar piso e revestimento

Géssica Fernandes Arquitetura

Texturas e padrões

Fazer um mix de texturas e padrões é uma técnica valiosa ao combinar piso e revestimento. Vale combinar um revestimento 3D juntamente com um piso polido, misturar porcelanato que imita cimento no piso e um revestimento com efeito de madeira etc.

Mesmo com tamanha liberdade de combinação, é preciso encontrar um equilíbrio para evitar que o ambiente fique sobrecarregado. Em espaços menores, os revestimentos estampados ou texturizados funcionam melhor com pisos grandes e lisos. Já em espaços amplos, é possível ter mais liberdade para explorar pisos e revestimentos com diferentes padrões e texturas sem medo de errar.

Como combinar piso e revestimento

Flávio Lima Arquitetura

Como combinar piso e revestimento

GE Arquitetos

Como combinar piso e revestimento

Karla Araujo Arquitetura e Interiores

Formatos

Para dar mais personalidade e contraste em qualquer ambiente, ouse misturar os formatos dos azulejos. Existem peças quadradas, hexagonais, retangulares, em tamanhos grandes e pequenos.

Aproveite os formatos menos comuns para criar ousadia, mas mescle com os formatos tradicionais para permanecer elegante e sofisticado.

Como combinar piso e revestimento

Bruna Alvim Campos

Como combinar piso e revestimento

GE Arquitetos

Como combinar piso e revestimento

JANAINA CABRAL 

Veja também: Você NÃO precisa perder tempo com projeto para construir sua casa. Entenda o porquê!

Azulejos clássicos e modernos, revestimentos de madeira e concreto, ladrilhos coloridos e pisos de cerâmica…Todas as combinações são possíveis, desde que sejam feitas com equilíbrio.

E aí, gostou das nossas dicas para combinar piso e revestimento em qualquer ambiente da casa?

Compartilhe com as pessoas, isso pode ajudar quem está na fase de escolha dos pisos e revestimentos de sua casa!

concreto aparente

Decorações com revestimentos de concreto aparente! Entenda Antes

Até alguns anos atrás, o concreto era utilizado apenas para a construção das estruturas de edifícios e havia um grande esforço para escondê-lo. Quando o material precisava ficar exposto, o uso era restringido a garagens, calçadas e outros ambientes sem muita importância. Mas, há pouco tempo, isso tudo mudou.

Mas agora, o concreto aparente é uma das principais tendências em revestimentos. Designers e arquitetos passaram a utilizar o material em diversos ambientes várias maneiras, como pisos, bancadas, acessórios e outras formas inusitadas.

Veja também: REVESTIMENTOS: Parede, piso, cozinha, banheiro e área externa, como escolher? Entenda Antes!

O aspecto inacabado do concreto aparente cria um visual incrível, típico de ambientes urbanos. Se você quer saber mais sobre o revestimento aparente e como aplicá-lo na decoração da sua casa, basta continuar a leitura!

O concreto aparente

O concreto é o elemento básico da maioria dos edifícios que são construídos hoje em dia. Composto por areia, pedra, cimento e, em alguns casos, por uma estrutura metálica, o material é responsável por formar as vigas, colunas, lajes, pilares e paredes estruturais de uma construção.

Portanto, ao optar por deixar o revestimento aparente, você não precisará fazer outras etapas de uma construção, como emboço, reboco e pintura. Isso acaba gerando uma economia direta nos gastos com acabamentos.

Então a aparência crua e simples do concreto torna o material ideal para ambientes que seguem o estilo industrial. Mas não se engane. Esse tipo de revestimento é bem versátil e serve como uma base neutra para qualquer estilo de design de interiores – campestre, moderno, minimalista, entre outros.

Veja também: Você já ouviu falar de decoração com cores neutras? Entenda Antes!

Concreto aparente na decoração

Então se você está precisando de inspirações para usar o concreto aparente em sua casa, está no lugar certo! A seguir, reunimos projetos de arquitetura e design de interiores com esse tipo de acabamento em diferentes ambientes.

Sala

Aplicar o revestimento de concreto aparente na sala de estar e/ou jantar é uma forma de criar um ponto focal interessante na decoração do espaço.

Mas o principal diferencial desse tipo de acabamento é o amplo leque de possibilidades para decorar: é possível manter um visual inacabado, como também criar um design elegante e moderno. Para isso, aposte em elementos de materiais e texturas diferentes para complementar a decoração.

Karla Araujo Arquitetura e Interiores – Solicite um orçamento

Jullieth Pazello Arquitetura de interiores – Solicite um orçamento

Quarto

Nos quartos, o revestimento de concreto aparente proporciona um toque de estilo e personalidade. Mas é preciso ter cuidado, já que o concreto é um material frio e pode tornar o quarto menos aconchegante. Para não errar, equilibre o revestimento com outros elementos naturais, como madeira, tecidos, roupa de cama colorida e iluminação indireta.

Une Arquitetura – Solicite um orçamento

Ambientes integrados

O concreto aparente é um elemento bem aproveitado em ambientes integrados. O acabamento ajuda a criar a aparência de lofts tradicionais do estilo industrial. Em espaços amplos, o acabamento exposto pode ser usado em paredes estruturais, colunas e vigas expostas para recriar um visual urbano como nos projetos a seguir.

FREITAS ARQUITETURA E INTERIORES – Solicite um orçamento

Une Arquitetura – Solicite um orçamento

Une Arquitetura – Solicite um orçamento

Veja também: Descubra o que é um loft e qual o seu conceito – Entenda Antes!

Varanda

Então após um processo de impermeabilização, o revestimento de concreto aparente torna-se uma boa alternativa para as varandas pois facilita na hora da limpeza. Móveis de madeira e plantas combinam bem com o acabamento, deixando o espaço mais aconchegante e estiloso.

GE Arquitetos – Solicite um orçamento

Área gourmet

Primeiramente, se você tem uma área gourmet em casa, pode apostar no revestimento aparente para deixar o ambiente mais despojado. É possível aplicar o concreto em bancadas e outras estruturas do espaço, como pia, ilha, prateleira, churrasqueira etc.

Fundos Arquitetura – Solicite um orçamento

Inclua elementos como concreto, tijolo e madeira para montar uma decoração de área gourmet que mescla características do estilo industrial e contemporâneo. O resultado fica incrível!

Mas perceba nesse projeto como todos esses itens combinam entre si e ganham ainda mais destaque com as cores fortes, plantas e vários pontos de luz em todo o espaço.

INDESIGN ARQUITETURA – Solicite um orçamento

INDESIGN ARQUITETURA – Solicite um orçamento

Espaços comerciais

O concreto aparente pode ser perfeitamente aplicado em espaços comerciais de todo os segmentos. Neste projeto, por exemplo, o revestimento de concreto aparente foi usado em conjunto elementos de madeira e pontos coloridos. O resultado foi um ambiente leve e aconchegante, ideal para a recepção de um escritório.

ROSELAINE PEREIRA – Solicite um orçamento

Confira mais matérias como esta acessando a Revista do Entenda Antes!

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

como-evitar-erros-na-fase-de-acabamentos

Como evitar erros na fase de acabamento da sua construção?

Não importa o tamanho da sua construção ou reforma, é preciso estar sempre atento aos detalhes, principalmente na fase de acabamento, parte final da obra e também mais cara, pois os produtos e os materiais necessários possuem preços mais elevados. Veja também: “Por que contar com um arquiteto para planejar sua obra?“ Assim, da escolha correta […]

Shopping Basket
1