Conheça nossas Trilhas

24 de junho de 2024
25.17°C New York
Tipos de Pisos

Descubra como não errar na escolha do piso para sua casa!

Se você está construindo ou reformando e não sabe qual o melhor piso para cada um dos ambientes da sua casa, não precisa mais se preocupar. Vamos te mostrar neste artigo como não errar na hora de escolher seu novo piso e assim, garantir a beleza, conforto e segurança em todos os ambientes.

Acompanhe e boa leitura!

Como escolher o piso ideal para cada ambiente da sua casa

A escolha do piso é algo muito importante pois, além de trazer beleza es estilo para os ambientes, o piso traz conforto e funcionalidades. Assim, cada cômodo da casa combina e precisa de um determinado tipo de piso.

No mercado, existem diversos tipos de piso, com cores, tamanhos e características diferentes. Então, antes de fazer a sua escolha você deve responder a algumas perguntas, como por exemplo:

  • É um espaço mais íntimo?
  • Vai ter muita ou pouca circulação de pessoas?
  • Terá contato com a umidade?
  • É um ambiente interno ou externo?
  • Como é o clima da região?

Lugares mais quentes combinam com pisos frios, como porcelanato, mármore e granito; enquanto áreas mais frias são compatíveis com madeira e vinílicos, que se adequam melhor às temperaturas.

Conheça os diversos tipos de piso

Veja agora diversos tipos de piso que você encontra no mercado para revestir sua casa da melhor forma possível e não errar na hora da escolha.

1.Cerâmica

A cerâmica é um dos tipos de pisos mais usado no Brasil. Então ele pode ser encontrado em diversos tamanhos, texturas, cores, qualidades e preços. É produzido a partir da prensagem da argila úmida e peneirada.

Entre suas vantagens está a resistência à água e a manchas e a variedade de texturas e paginações.

É um piso que pode ser utilizado  em áreas internas e externas. Porém, na hora de escolher a sua cerâmica é preciso conferir se ela é adequada para o ambiente em questão.

Tipo de Piso

2. Porcelanato

O porcelanato também é bastante utilizado e é um dos mais pedidos em razão de sua alta qualidade, pelo fato de deixar qualquer ambiente mais elegante e por ser encontrado imitando madeiras, mármores e granitos.

Ele pode ter acabamento semi-polido, polidos ou peça rústica, sendo a principal diferença entre eles a intensidade do brilho e a presença de texturas.

É perfeito para todos os ambientes da casa, inclusive banheiros e cozinha.

E por falar em banheiros, confira nosso artigo Pisos e revestimentos para banheiro, uma seleção especial para você!

é uma imagem de piso de porcelanato líquido

 

3. Granito

O piso de granito, além de muito bonito, é resistente e apresenta alta durabilidade. Podem ser utilizados em residências e também em locais de grande tráfego de pessoas, como shoppings, supermercados, prédios comerciais e aeroportos.

Ele traz, como o mármore, imponência e luxuosidade para os ambientes, mas com a vantagem de ser mais barato que o mármore.

Outro benefício dessa pedra natural é a facilidade de limpeza e o fato de poder ser encontrado em diversas tonalidades e preços.

Os tipos de granito mais conhecidos são: Branco Itaúna, Verde Ubatuba, Cinza Corumbá, Cinza Andorinha e Preto São Gabriel.

Quer saber mais? Aproveite e confira nosso artigo sobre granito petro e os diferentes tipos de granito para utilizar na decoração. 

 

Tipos de Piso

4. Mármore

O mármore, como o granito, é uma rocha metamórfica, composta principalmente por minerais de calcita. Porém, o mármore apresenta coloração mais uniforme que o granito e a formação de veios definidos.

É indicado apenas para ambientes internos e para regiões de clima quente, uma vez que se trata de um piso frio.

O piso de mármore traz aspecto de limpeza e tranquilidade, porém entre as desvantagens, está a baixa resistência a impactos e soluções ácidas, bem como o custo elevado, já que é pouco produzido no Brasil.

Veja também: Qual a diferença entre granito e mármore.

Tipos de Pisos

5. Laminado de madeira

Outro piso muito pedido, é o laminado de madeira feito com matéria-prima de reflorestamento e portanto, sustentável.

Esse é um piso flutuante, visto que não é colado no contrapiso. Então, as lâminas são assentada sobre uma manta, em sistema de encaixe tipo e presos pelos rodapés que são colados.

Trata-se de uma alternativa interessante diante do alto custo da madeira natural, deixa o o ambiente aconchegante e tem fácil instalação.

A desvantagem? Esse é um tipo de piso que não se dá muito bem com a umidade. Por isso, não é recomendado para o uso em áreas molhadas como banheiros ou cozinha.

Leia também: Piso laminado click – Realmente vale a pena?

Tipo de Pisos

6. Vinílico

Trata-se de um piso produzido com resina de PVC, em formato de réguas com dimensões que variam bastante de um fabricante para o outro. É muito parecido com o piso laminado e, muitas vezes, os dois são confundidos. A diferença é que ele é produzido a partir de PVC e necessita de uma superfície nivelada para a instalação.

É instalado com o sistema do tipo macho-fêmea sobre manta.

São indicados para áreas internas de menor tráfego e podem ser encontrados em diversas estampas.

Entre suas vantagens podemos citar conforto térmico e acústico, bem como a resistência a manchas.

Leia também sobre porcelanato líquido aqui no nosso blog!

Tipos de Pisos

7. Madeira

O piso de madeira é um dos mais caros, pois geralmente são feitos com madeira de lei.

Pode ser feito em forma de tábuas corrias ou tacos e ambos trazem luxo e conforto para os ambientes. Após instalado ele precisa ser raspado e sintecado para adquirir brilho.

Além disso, combina com vários estilos de decoração.

As madeiras mais comuns para a produção de piso de madeira são ipê, grápia e cumaru.

Adora pisos de madeira, mas ela não cabe no seu orçamento? Descubra pisos que imitam a madeira e deixe sua casa como você sempre sonhou.

Tipos de Piso

8. Ardósia

O piso em pedra ardósia também é muito utilizado devido a sua durabilidade e baixo custo.

Fica perfeito em áreas internas e também nas externas. Porém, não deve ser usado em áreas molhadas, pois fica escorregadio.

 

Tipos de Pisos

 

9. Pedra São Tomé

A pedra São Tomé é o revestimento ideal para ser utilizado ao redor de piscinas.

Afinal, seu custo é baixo e pode ser encontrado em peças regulares 30x30cm e irregulares (retalhos).

Falou em piscina, então que tal conferir o artigo “Áreas de lazer para você se inspirar – Entenda Antes!”

Tipos de Pisos

 

10. Ladrilho hidráulico ou lajota

Estão novamente na moda, trazendo charme e muito estilo. Mas porém, seu custo é elevado se comparado com as cerâmicas e porcelanatos.

São perfeitos para quem procura um piso estampado e cheio de personalidade.

É feito com uma combinação de pó de mármore, cimento e corantes e de forma artesanal.

Tipos de Pisos

11. Cimento queimado

O piso de cimento queimado é aquele que tem aparência de inacabado. Por isso, é ideal para ambientes com o estilo rústico ou industrial.

O piso é feito com uma base de cimento, areia e água e finalizado com pó de cimento. Assim também, existem diversos produtos no mercado que foram desenvolvidos para dar o efeito de cimento queimado ao piso.

Uma das vantagens desse tipo de piso é a facilidade na aplicação e o baixo custo para a obra. Entretanto, ele não é indicado para ambientes úmidos, como o banheiro.

Tipos de Pisos

O que mais você precisa saber sobre pisos para fazer a escolha certa

Por isso, na hora de escolher seu piso, é importante ficar atento ao seguinte:

1. Calcule a quantidade necessária de material necessária

Primeiramente, antes de ir às compras, meça o local onde o piso será instalado e peça ajuda de um profissional da área para simular a quantia necessária. Mas lembre-se sempre de levar 10% a mais, para o caso de precisar repor peças quebradas.

2. Escolha o rejunte certo

O rejunte ocupa o pequeno espaço entre as peças de revestimento e serve para sustentar a união entre elas. Ou seja, evita trincas ou quebras, acúmulo de sujeira e infiltrações, no caso de áreas molhadas. Por fim, o ideal é escolher com o piso por perto para pegar a cor mais próxima.

Para saber mais sobre o assunto leia nosso artigo sobre tipos de rejuntes.

3. Atenção na hora do rodapé 

O rodapé é um pequeno detalhe da decoração que serve para dar acabamento, por isso deve ser escolhido com cuidado. Você pode apostar no estilo mais básico e combinar a cor ou até mesmo o material do piso, escolher uma combinação que entre em harmonia com as portas e soleiras, ou investir em um modelo de tom contrastante com a parede.

4. Um só piso para a casa toda não é uma regra

Não precisa ter a casa toda com um só piso. Afinal, o mais usado é a combinação de laminados nos quartos e porcelanatos nos demais ambientes. Se você quiser combinar, pode escolher o mesmo piso, mudando cor e textura de acordo com cada cômodo.

5. A cor dos piso

Os tons pastéis ainda são os preferidos pois  são versáteis, fáceis de limpar e ainda causam aquela sensação de que o ambiente está sempre arejado. Além disso, ajuda a  destacar outros elementos decorativos do ambiente.

Se você prefere pisos escuros, estará escolhendo um clássico, sobretudo quando opta pela madeira. Junto com paredes claras também podem passar a ideia de amplitude.

6. Escolha um bom profissional para instalar o piso

É importante contratar um profissional qualificado para instalar o piso, já que a qualidade e a beleza do ambiente dependem da boa colocação do revestimento. Assim, no momento de escolher o profissional, leve em consideração a experiência, o conhecimento sobre o tipo de piso que será instalado e o capricho na hora do acabamento.

Mas claro, é sempre bom acompanhar o trabalho de perto para garantir que sua casa ficará como você sempre quis e que também não terá dor de cabeça no futuro com uma peças mal colocada.

Como combinar piso e revestimento

Gostou do nosso conteúdo? Pronto para escolher o piso certo para a sua casa? Então, continue acompanhando nosso blog, temos sempre ótimas ideias, dicas e informações úteis para quem está construindo ou reformando!

E já que está por aqui, que tal aproveitar e conferir nosso artigo Portas e janelas: madeira, alumínio ou vidro? Qual escolher?

Tipos de Pisos

Tipos de pisos para utilizar no acabamento de uma casa

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Para escolher de forma adequada o melhor tipo de piso para a sua obra primeiro é preciso conhecer o que existe disponível no mercado.
Pensando nisso, elaboramos este post com informações úteis sobre os 12 diferentes tipos de pisos existentes. Entenda Antes e faça uma boa escolha.

Tipos de pisos que podem ser usados em acabamentos

Tipos de Pisos

  1. Piso de Cerâmicas

    Primeiramente, a cerâmica é um dos tipos de pisos mais usado no Brasil. Então ele pode ser encontrado em diversos tamanhos, texturas, cores, qualidades e preços. Também pode ser utilizados em áreas internas e externas.Porém, na hora de escolher a sua cerâmica é preciso conferir se ela é adequada para o ambiente em questão. Por isso, é necessário consultar o seu PEI – Resistência à Abrasão.

    Tipos de Pisos

  2. Piso de Porcelanatos

    O porcelanato também é bastante utilizado. Pode ser semi-polido, polidos ou peça rústica.Você também pode encontrar o material esmaltado e em diversas texturas, principalmente imitando madeiras, mármores e granitos.

    Tipos de Pisos

  3. Piso de Granito

    O piso de granito, além de muito bonito, é resistente e apresenta alta durabilidade. Podem ser utilizados em residências e também em locais de grande tráfego de pessoas, como shoppings, supermercados, prédios comerciais e aeroportos.
    Pode ser encontrado em diversas tonalidades e preços. Os mais conhecidos são: Branco Itaúna, Verde Ubatuba, Cinza Corumbá, Cinza Andorinha e Preto São Gabriel.

    Tipos de Pisos

  4. Piso de Mármore

    O mármore, como o granito, é uma rocha metamórfica, composta principalmente por minerais de calcita. O mármore, no entanto, apresenta coloração mais uniforme que o granito e a formação de veios definidos.
    É indicado apenas para ambientes internos. E, por ser pouco produzido no Brasil, apresenta um custo muito elevado.

    Tipos de Pisos
    Veja também:
    “Iluminação para piscinas – Melhores Exemplos”

  5. Piso Laminado de madeira

    Feito de lâminas de madeira de reflorestamento e portanto, sustentável.
    Esse é um piso flutuante, visto que não é colado no contrapiso. Então, as lâminas são assentada sobre uma manta, em sistema de encaixe tipo e presos pelos rodapés que são colados.

    Tipos de Pisos

  6. Piso vinílico

    Trata-se de um piso produzido com resina de PVC, em formato de réguas com dimensões que variam bastante de um fabricante para o outro.
    São instalados com o sistema do tipo macho-fêmea sobre manta. São indicados para áreas internas de menor tráfego e podem ser encontrados em diversas estampas que imitam madeira.

    Tipos de Pisos

  7. Piso de Tábua corrida

    Piso em madeira natural de lei, geralmente extraída da Amazônia. Possui encaixe tipo macho-fêmea e sua instalação é feita sobre um ripamento.
    Conferem muita beleza e conforto, mas não são sustentáveis. Após instalado, o piso precisa ser raspado e sintecado para adquirir brilho.

    Tipos de Pisos

  8. Piso de Tacos

    Os tacos foram muito populares nas décadas de 60 a 80, mas atualmente são pouco utilizados pois possuem um custo elevado.
    Assim como o piso de tábua corrida, é preciso raspar e sintecar o piso.
    As madeiras mais comuns para a produção de tacos são ipê, grápia e cumaru.

    Tipos de Pisos

  9. Piso de Ardósia

    O piso em pedra ardósia também é muito utilizado devido a sua durabilidade e preço baixo.
    Ele pode ser utilizado em áreas internas e também externas. Mas, é preciso ter cuidado pois é um piso muito escorregadio quando molhado.

    Tipos de Pisos

  10. Piso de Pedra São Tomé

    A pedra São Tomé é o piso ideal, e por isso o mais utilizado, ao redor de piscinas.
    Elas podem ser encontradas em peças regulares 30x30cm e irregulares (retalhos).

    Tipos de Pisos

    Veja também: “Áreas de lazer para você se inspirar – Entenda Antes!”

  11. Piso de Ladrilho hidráulico ou lajota

    Estão novamente na moda, trazendo charme e muito estilo. Mas porém, seu custo é elevado se comparado com as cerâmicas e porcelanatos.
    São produzidos a base de cimento e tem produção artesanal.

    Tipos de Pisos

  12. Piso de Cimento queimado

    Solução de baixo custo para pisos, indicada para áreas internas e externas.
    Esse é um dos tipos de pisos para ambientes com estilo de decoração industrial ou moderno.

    Tipos de Pisos

Viu como existem diversas opções? Mas na hora de escolher o piso da sua casa, consulte um profissional capacitado e experiente. Só ele poderá de indicar a melhor opção para cada ambiente, de acordo com o estilo arquitetônico do imóvel e também com o estilo de vida dos moradores.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Shopping Basket
1