Conheça nossas Trilhas

23 de junho de 2024
33.57°C New York
Casas autossuficientes - Entenda Antes

O que são casas autossuficientes? Entenda Antes!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Imagine uma casa que produz sua própria energia elétrica, reaproveita a água da chuva, tem um baixo impacto ambiental e os alimentos são produzidos pelos próprios moradores. Estamos falando das casas autossuficientes, um estilo de construção que procura equilibrar o consumo em geral com o desenvolvimento sustentável.

Não é à toa que as casas autossuficientes são uma grande tendência na arquitetura sustentável em todo o muito. Isso porque existem muitos benefícios ao adotar esse tipo de construção – tanto para os moradores quanto para o meio ambiente.

Então, se você quer saber o que são casas autossustentáveis e como funcionam as construções, basta continuar a leitura para ficar por dentro do assunto!

O que são casas autossustentáveis? 

As casas autossuficientes, também chamadas de casas autônomas, são construções que fornecem e aproveitam a maior parte dos recursos necessários para seu funcionamento. Assim, elas não dependem de fornecedores externos de energia elétrica, água, gás, alimentos ou outros recursos.

Dessa maneira, uma casa sustentável utiliza sistemas de captação de energia sustentável, suporta a captação de água da chuva e possui um sistema de ventilação natural. Além disso, outra característica de uma casa autônoma é a utilização de produtos reciclados em sua construção.

Assim como outras construções verdes, as casas autossuficientes também se preocupam com o descarte e reaproveitamento de resíduos. Por isso, é comum que as habitações nesse estilo tenham um sistema de compostagem e reciclagem.

Casas autossuficientes

 

O que não pode faltar em casas autossuficientes?

Seguindo essa definição, cada casa autossuficiente pode ser configurada de uma maneira diferente, dependendo do clima, localização e as necessidades dos moradores. Mas, basicamente, o projeto de arquitetura sustentável nessas construções envolve os seguintes aspectos:

Energia elétrica

Em primeiro lugar, as casas autossustentáveis  dependem de si mesmas para obter energia elétrica. A principal forma de conseguir isso é através da energia solar, uma das fontes de energia renováveis mais eficientes para abastecer uma casa.

Os painéis fotovoltaicos instalados no telhado geram energia elétrica suficiente para operar luzes e aparelhos eletrônicos. Em muitos casos, as casas autossuficientes são capazes até de fornecer energia de volta à concessionária depois de suprir suas próprias necessidades.

Casas autossustentáveis

Água

A construção de uma casa autossuficiente também precisa considerar a fonte de abastecimento de água. Algumas residências podem optar por um sistema de poço ou cisterna para fornecer água potável.

Além disso, é essencial considerar um sistema de captação de água da chuva. Essa técnica serve para acumular e reutilizar as águas pluviais, ao invés de permitir que elas simplesmente sejam descartadas. Dessa forma, é possível regar plantas, lavar roupas e limpar a casa, por exemplo.

Veja também: “Como funciona uma cisterna? Vale a pena ter uma?”

Casas autossuficientes

Gás

Já pensou em utilizar os resíduos orgânicos (como restos de alimentos) e fezes de animais (ou até de pessoas) para gerar gás de cozinha? Isso é possível com o biodigestor, um sistema bastante utilizado em áreas rurais, como fazendas e granjas.

A novidade é que já existem biodigestores domésticos que podem ser usados em casas autônomas. Esse sistema é compacto, eficiente e possui ótimo custo-benefício. Assim, os próprios resíduos gerados pelos moradores são transformados em gás de cozinha e fertilizantes para hortas e jardins.

Alimentos

Por falar nisso, cultivar frutas e vegetais orgânicos é um passo importante para quem deseja ter uma casa autossuficiente. Apesar de exigir muito esforço e dedicação, ter uma horta no quintal ou terraço definitivamente vale a pena.

O ato de cultivar seus próprios alimentos tornam os moradores mais independentes de supermercados e varejões. Isso sem contar no privilégio de comer legumes frescos e ter uma vida saudável, concorda?

Casas autossuficientes - Entenda AntesUne Arquitetura

Veja também: “Essas casas são para quem ama jardins!”

Considerações finais

A preocupação ambiental, juntamente com o aumento nos preços da eletricidade, água e outros serviços, criaram um maior interesse em um estilo de vida autossuficiente. Assim sendo, a arquitetura sustentável tem um papel muito importante, já que as casas autossuficientes estão se popularizando pelo mundo.

Para concluir, essas moradias geram benefícios para os moradores, principalmente no que diz à economia de dinheiro a longo prazo. Além disso, o meio ambiente agradece com a redução de emissão de gases poluentes e desperdício de recursos naturais.

E então, gostou de nosso artigo? Nos diga nos comentários o que você acha das casas autossuficientes!

Uso de energia solar - Entenda Antes

Conheça a lei que incentiva o uso de energia solar

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Graças à ótima localização geográfica, o Brasil é um dos países que com maiores índices de irradiação solar do mundo. Consequentemente, temos o ambiente propício para a produção e uso de energia solar. 

Essa é uma forma de energia sustentável: nunca se esgota e não produz gases poluentes. Entretanto, a tecnologia ainda não é totalmente aproveitada no país e o principal obstáculo é o alto custo para a aquisição e instalação de painéis solares.

Mas, e se você pudesse ganhar créditos com a concessionária de energia elétrica ao utilizar os painéis fotovoltaicos? Isso é possível graças à lei de incentivo ao uso de energia solar. Para saber tudo sobre essa ação que estimula o uso de energia sustentável, basta continuar a leitura! 

O que diz a lei de incentivo ao uso de energia solar? 

A legislação que estimula o uso de energia solar foi estipulada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) por meio da Regulamentação Normativa 482/12 e da resolução 687/15. 

Ambas medidas têm o intuito de reduzir os obstáculos para a geração de energia elétrica originada de sistemas solares. Além disso, as normas regulamentam a micro e a minigeração de energia no país. Assim, qualquer consumidor está autorizado a gerar sua própria energia utilizando fontes renováveis. 

Um dos aspectos mais importantes da legislação, diz respeito ao Sistema de Compensação de Energia Elétrica ou créditos de energia solar

Veja também: “O que é energia solar? Veja como implantá-la em seu imóvel”

O que são os créditos de energia solar?

Uso de Energia Solar - Entenda Antes

Ao instalar as placas fotovoltaicas em sua casa, a luz solar que incide sobre elas será transformada em energia elétrica. Assim, essa energia é consumida durante o dia. Mas, quando os seus painéis produzem mais eletricidade do que você precisa, essa energia é enviada para a rede que abastece a sua região em troca de créditos.

Dessa forma, quando você gasta mais eletricidade do que produz pelo sistema solar, é possível usar os créditos. Então, a residência é abastecida pela energia da concessionária e os créditos são compensados dos custos da conta de luz. 

Os créditos de energia gerados pelo sistema solar tem validade de 60 meses, o que é bem útil, principalmente em períodos de baixa incidência solar. Além disso, é possível utilizar os créditos em outros locais previamente cadastrados, conforme explicaremos mais adiante.

Veja também: “Como aproveitar a luz solar direta? Veja quais são suas vantagens”

Quem pode ter acesso aos créditos? 

Para fazer parte do sistema de compensação é preciso ser um consumidor cativo, ou seja, aqueles que possuem cadastro na distribuidora de energia elétrica. Praticamente todas as casas e comércios compram a energia diretamente da distribuidora. Portanto, a maioria das pessoas pode aderir ao programa.

Modalidades de consumo

A legislação do uso de energia solar regulamenta três modalidades de consumo para os créditos de compensação. São elas: 

Autoconsumo remoto 

Nesta modalidade, os créditos produzidos em um ponto também podem ser direcionados para outro local. Por exemplo, se você tem um sistema de energia solar em sua casa, pode transferir os créditos para outra propriedade sua, como um escritório ou casa de campo. 

Para isso, é necessário apenas que os imóveis sejam abastecidos pela mesma concessionária e estejam cadastrados no mesmo CPF ou CNPJ.

uso de energia solar - Entenda Antes

Geração compartilhada 

Cooperativas ou consórcios formados por pessoas físicas ou jurídicas atendidas pela mesma distribuidora também podem fazer parte do sistema de créditos. 

Assim, na modalidade de geração compartilhada, é permitido transferir os créditos excedente para outra unidade ou definir a porcentagem da energia que será distribuída. 

Geração em condomínios 

Quem mora em condomínio sabe que a cobrança da energia elétrica é feita individualmente entre as casas ou apartamentos. Ao utilizar o sistema de energia solar, tudo que foi gerado é dividido igualmente entre as unidades consumidoras e a área comum do condomínio. Dessa forma, a energia solar produzida pelo sistema será abatida da energia elétrica consumida em cada um dos pontos. 

Uso de energia solar - Entenda Antes

Com a lei de incentivo ao uso de energia solar todo mundo ganha. O impacto na natureza é reduzido, já que a luz solar é uma fonte inesgotável e não polui o meio ambiente. O consumidor, por sua vez, diminui consideravelmente o valor da conta de luz. 

Para o governo o sistema também é vantajoso, pois a demanda por fontes de energia poluentes diminui. Isso faz uma grande diferença, principalmente nos períodos de baixa nos reservatórios da hidrelétricas em que acontece a queima de combustíveis fósseis, como gás natural e carvão mineral.  

Gostou de saber mais sobre a lei de incentivo ao uso de energia solar no Brasil? Então aproveite para conhecer outras fontes de energia sustentáveis! 

Veja também: “Quais são os tipos de energias sustentáveis? Aprenda agora quais os tipos!”

arquitetura sustentável

O que é Arquitetura Sustentável? Como utilizá-la?

Você sabe o que é arquitetura sustentável e como utilizar esse estilo de decoração? Se a resposta for não, esta matéria é para você!

Vamos te explicar direitinho o que é uma arquitetura sustentável e dar dicas de como incorporar o estilo na decoração da sua casa com muito charme e beleza. Acompanhe!

O que é arquitetura sustentável?

Primeiramente, a arquitetura sustentável, ou arquitetura verde, é uma maneira de conceber o projeto arquitetônico de forma sustentável, com o objetivo de otimizar recursos naturais e sistemas de edificação que, minimizando assim o impacto ambiental das construções sobre o meio ambiente e seus habitantes.

Ela surgiu no final da década de 1980 e início da década de 1990 e tem como princípios:

  • A consideração das condições climáticas, da hidrografia e dos ecossistemas do entorno em que os edifícios são construídos, para obter o máximo desempenho com o menor impacto;
  • A eficácia e moderação no uso de materiais de construção, dando prioridade ao baixo consumo de energia em comparação com os de alta energia;
  • A redução do consumo de energia para aquecimento, refrigeração e iluminação, cobrindo a demanda com fontes de energia renováveis.
  • A minimização do balanço global de energia do edifício, que abrange a concepção, construção, utilização e seu fim;
  • O cumprimento com os requisitos de conforto higrotérmico, salubridade, iluminação e ocupação dos edifícios.

Veja também: Quais são as técnicas solares no projeto arquitetônico?

Na arquitetura sustentável os materiais usados devem ser todos ecológicos (ecoeficientes), ou seja, aqueles produzidos com menor impacto no meio ambiente. Entre os utilizados podemos citar: blocos de terra comprimida, o adobe, tintas sem compostos orgânicos voláteis tóxicos, materiais reciclados, madeira certificada ou de curto ciclo de renovação, tijolo ecológico (bloco de terra comprimida), etc.

Os materiais regionais também devem são priorizados na construção sustentável, pois reduzem o percurso de transporte e emissão de gás carbônico da queima do combustível e priorizam o desenvolvimento do comércio/indústria regional.

O estilo de decoração sustentável

Então, essa é uma tendência forte que não tem volta. Ela é sinônimo de ambientes leves, agradáveis, relaxantes, cheios de estilo e também com um toque de sofisticação. Por isso não tenha receio de apostar no estilo de decoração sustentável.

Dicas de decoração sustentável

1- Primeiramente, espalhe muitas plantas pela casa, assim você consegue um ar mais fresco e puro. E investir em jardins verticais é uma ótima ideia. Mas atenção! Dê preferência às plantas brasileiras. Essas são mais fáceis de cuidar e cultivá-las contribui para a preservação da flora nacional.

2- E na hora de enfeitar sua casa com plantas, escolha vasos de barro, cerâmica ou madeira. Esses são materiais que apresentam uma excelente durabilidade e agridem menos o meio ambiente na sua fabricação.

decoração sustentável

Veja também: O que é Sustentabilidade e como ela se encaixa na decoração? Entenda Antes!

3- Evite jogar qualquer coisa fora e reutilize os objetos. Dê novas utilidades para as peças que teriam o lixo como destino. Caixotes de madeira, latinhas de alumínio, potes e garrafas dos mais diferentes tamanhos e formatos, canos de PVC, velhos tecidos, etc, tudo pode ser usado na sua decoração, basta um pouco de criatividade.

4- Use e abuse dos famosos e versáteis paletes. Eles podem virar qualquer objeto: sofá, cama, cabeceira, nichos na parede, mesinhas e podem, até mesmo, serem usados para revestir paredes.

decoração sustentável

5- Mas se for inevitável comprar móveis novos, prefira aqueles de marcas sustentáveis que utilizam madeira de florestas plantadas. E também aquelas com flexíveis ou com dupla função, como por exemplo: sofá que vira cama, mesinha que vira banco, móvel que pode ser usado como mesa de trabalho ou penteadeira, etc.

6- Ainda falando sobre móveis, inclua na sua decoração móveis de fibra natural. Eles são sustentáveis e sofisticados na medida certa.

decoração sustentável

7- E na hora da reforma, derrube paredes e integre os cômodos. Isso além de deixar seu imóvel muito mais moderno, traz amplitude e proporciona um clima mais fresco no verão, maior insolação nos meses de inverno e uma melhor circulação do ar. Dessa maneira, você evita o uso sistemas de aquecimento ou de ar-condicionado, diminuindo o consumo de energia.

8- Grandes janelas garantem a entrada de luz natural, dispensando o uso de luzes acesas durante o dia. Porém, se isso for impossível, as claraboias podem ser uma ótima solução. Já para a iluminação artificial, use sempre lâmpadas de baixo consumo, como as fluorescentes. Outra opção é a luz de LED, que consome dez vezes menos energia do que as lâmpadas dicroicas.

Flávio Lima Arquitetura

Veja também:Quais são os tipos de energias sustentáveis? Aprenda agora quais os tipos! Entenda antes!

Confira mais matérias como esta acessando a Revista do Entenda Antes!

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

composite of solar panel and wind turbine graphic on green field background with lightbulb

Quais são os tipos de energias sustentáveis? Aprenda agora quais os tipos! Entenda antes!

Você já parou para pensar em quanta energia elétrica gasta diariamente? Seja para acender as lâmpadas de casa, usar eletrodomésticos, carregar a bateria do celular, para usar o computador no trabalho ou qualquer outra coisa, precisamos de energia. Não só você, mas praticamente todas as pessoas no mundo são dependentes na energia elétrica. Mas, infelizmente, […]

painel-solar-fotovoltaico

Vale a pena instalar um sistema de energia solar? Entenda Antes de fazer!

(Clique no vídeo para acompanhar visualmente esse artigo!)   (Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =) Compensa instalar energia solar? Tudo que você precisa saber Com certeza você já deve ter ouvido falar das vantagens […]

Shopping Basket
1