Conheça nossas Trilhas

22 de junho de 2024
24.05°C New York
Revestimento ripado - Entenda Antes

Revestimento ripado: modelos, marcas e inspirações

Em divisórias de ambientes, aplicado em móveis, tetos ou nas paredes, tanto faz! O revestimento ripado está em alta e cada vez ganha mais destaque nos projetos de interiores. 

Além do efeito estético tridimensional, os painéis ripados fazem sucesso entre arquitetos e designers por vários motivos. A facilidade de aplicação, versatilidade para combinar com vários estilos de decoração e variedade de modelos são alguns deles. 

Então, se você já ama o revestimento ripado, precisa ler este artigo até o final. Nele, apresentamos os principais tipos, modelos e marcas do revestimento para você aplicar em qualquer ambiente da sua casa. Confira! 

Madeiras naturais

Revestimento ripado - Entenda Antes

A maioria dos painéis ripados são feitos em madeira, sendo que as mais utilizadas são: Freijó, Imbuia e Cumaru. Como estas madeiras naturais são materiais nobres, o preço do revestimento ripado é um pouco alto. Em contrapartida, existem soluções mais econômicas, como o MDF laminado ou compensado naval que também funcionam bem para o propósito. 

Não é difícil entender por que o revestimento ripado de madeira é o favorito de arquitetos e design. O efeito da madeira combina com uma atmosfera mais rústica, assim como cria uma sensação contemporânea em qualquer área. Além disso, as madeiras nobres são altamente duráveis e resistentes.

Outro ponto positivo é que o painel ripado de madeira pode ter diversos desenhos. Ou seja, é possível fazer ripas mais largas ou finas, alterar o espaço entre os frisos, dentre outras possibilidades. 

Cerâmica

Existem vários modelos de revestimentos cerâmicos são feitos com efeito ripado. Alguns são tão semelhantes à madeira natural que, à primeira vista, é quase impossível perceber que se trata de um revestimento cerâmico e não um painel ripado de madeira. 

Portanto, essa pode ser uma boa alternativa para aplicar em paredes, já que a cerâmica é um material mais econômico, durável e fácil de manter.

A linha Wall Mosaic da Portobello, por exemplo, possui opções de revestimento ripado na cor branca e reproduzindo a madeira. Os materiais possuem relevo e texturas que são parecidas com papel de parede ou superfícies tridimensionais. Alguns modelos são: 

Revestimento ripado - Entenda Antes

Outro destaque de revestimento ripado em cerâmica é a coleção Criar, da Decortiles. As peças possuem textura e detalhamento ripado e, por isso, são ideais para criar painéis em ambientes internos. A coleção conta com dois modelos: o Filetto Canela e o Filetto Camel

Concreto

Por fim, quem prefere uma aparência descontraída e moderna, pode apostar no revestimento de concreto ripado. Nesse sentido, é possível encontrar peças de formas e tamanhos variados para criar diferentes composições. 

Uma vantagem é que o concreto aparente é prático, tem alta durabilidade e pode ser utilizado tanto em ambientes internos quanto externos. 

A linha Apparente da Castelatto é um exemplo de revestimento de concreto ripado. Também existem materiais cerâmicos que reproduzem o efeito do concreto aparente, como é o caso do modelo Brasilia Concreto Cinza, da Portobello.

Revestimento ripado - Entenda Antes

Ambientes com revestimento ripado para se inspirar

Nada como alguns projetos incríveis para servir de inspiração, não é mesmo? Portanto, selecionamos alguns ambientes onde o revestimento ripado foi aplicado com muito bom gosto! 

Quarto

Revestimento ripado - Entenda Antes Bruna Alvim Campos
O revestimento ripado não é apenas uma decoração, assim como também uma técnica eficaz de zoneamento. Neste projeto, o ripado sutilmente separa a área íntima e o closet sem bloquear completamente a linha de visão. Além disso, precisamos destacar o efeito de continuidade com a aplicação da madeira no teto do quarto. 

Sala integrada

Revestimento ripado - Entenda Antes Carolinne Ataide Lima
Neste projeto, o painel ripado de madeira é o grande destaque da sala integrada. Apesar de espaçoso, é possível ter a sensação de conforto no ambiente. 

Ambiente integrado

Revestimento ripado - entenda antesHeloisa Zarpelon Arquitetura e Interiores
Aqui, o painel ripado proporcionou aconchego e mais sofisticação ao ambiente. Além disso, o espaçamento entre as ripas garante a ventilação do espaço. 

Revestimento na horizontal

Os painéis ripados também podem ser fixados na horizontal para criar a sensação de alongamento. Os projetos abaixo, por exemplo, mostram como isso funciona bem:

Revestimento ripado - entenda antes

Revestimento ripado ARCHtec Arquitetura e Interiores
Percebeu como o revestimento ripado é versátil e bonito? Então, compartilhe nos comentários qual é o seu modelo favorito!

Decoração Monocromática

Decoração monocromática, como usar dentro de casa?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

Como o próprio nome indica, uma decoração monocromática implica usar apenas uma cor em paredes, objetos e móveis. Um esquema de cores nesse estilo é uma das paletas mais fáceis de executar em projetos de design de interiores. Porém, a paleta com apenas uma cor pode ser uma das mais difíceis de acertar.

Quando é feito habilmente, um ambiente monocromático usa tonalidades variadas de uma única cor de forma harmoniosa enquanto mistura diferentes texturas para manter a decoração interessante. Feito da maneira errada, o monocromático pode ser monótono, deixando o ambiente chato, sem variedade ou interesse visual.


Nesta matéria, descreveremos por que optar por uma única paleta de cores é uma ótima opção para qualquer ambiente, além de mostrar dicas para você criar uma decoração monocromática em sua casa. Confira!

Decoração Monocromática

OTANNO ARQUITETURA DE INTERIORES

Por que usar uma decoração monocromática?

Se você é daquelas pessoas que se preocupam com boas combinações de cores, a decoração monocromática é para você. Com ela é possível fazer sua casa parecer elegante e sofisticada, além de conseguir um efeito harmonioso com facilidade. Isso porque você precisará simplesmente escolher uma cor básica e aplicar a teoria das cores para criar uma variedade de matizes e tons a partir da coloração original.

Decoração Monocromática

GE Arquitetos

Para aqueles que estão começando a experimentar o mundo do design de interiores, a ideia de colocar uma sala inteira com a mesma cor pode ser assustadora. Afinal, existem tantos elementos diferentes que precisam ser considerados: móveis, revestimento de piso, paredes, além de arte e decoração.

Mas pode acreditar: ir para o monocromático guiará suas decisões e reunirá todos os componentes perfeitamente. A decoração monocromática é moderna, versátil, fácil de recriar e, por tudo isso, é cada vez mais utilizada em projetos de design de interiores.

Como acertar na decoração monocromática?

Existem equívocos comuns sobre a decoração em uma paleta monocromática. Muitas pessoas acreditam que nesse estilo é permitido usar apenas uma tonalidade neutra e sem variação em todo o ambiente.

Na verdade, é possível usar qualquer cor – rosa, laranja, azul etc – e uma série de variações. Por exemplo, um sala monocromática pode ser obtida com azul-marinho, azul-petróleo, azul-claro e outras tonalidades. Ainda assim, a decoração será monocromática pois todos os tons são variações de azul.

Se você ainda não sabe como começar a decorar com apenas uma cor, não tem problema. A seguir, reunimos dicas valiosas para você acertar na composição ao criar uma decoração monocromática em sua casa.

Veja também: “O que é Arquitetura Sustentável? Como utilizá-la?”

Decoração Monocromática

Karla Araujo Arquitetura e Interiores

Comece pequeno

Um ambiente monocromático é o oposto de tímido. Na realidade, a decoração monocromática é ousada, atraente e cheia de personalidade. Então, se você está começando agora a decorar nesse estilo, recomendamos que comece por um espaço pequeno, como um banheiro.

Decoração Monocromática

OTANNO ARQUITETURA DE INTERIORES

O ambiente mais compacto é menos intimidante do que áreas maiores, como uma sala de estar ou de jantar, por exemplo. Além disso, as dimensões menores permitem criar um esquema monocromático mais limpo e com menos elementos.

Use texturas e padrões diferentes

Para alguns, o uso de uma única cor pode parecer um pouco limitante quando se trata de decoração. É aqui que as diferentes texturas e padrões são essenciais em um ambiente monocromático.

A variação na textura cria ritmo nos elementos e disfarça o lado muito liso da decoração monocromática. Se o seu interior é verde, por exemplo, você pode usar um tecido de veludo para cobrir o sofá e uma tinta fosca para as paredes. Além disso, as estampas e padrões diferentes criam interesse visual, realçando ainda mais a beleza do espaço.

Decoração Monocromática

Use cores neutras a seu favor

Fazer uma decoração monocromática não significa que você precisa usar apenas uma cor em todos os detalhes. As cores neutras, como branco, preto e bege podem ser suas melhores amigas para complementar a paleta principal.

Paredes e pisos brancos, sofás e poltronas pretos são excelentes opções de base para construir seu ambiente. Mas, se você não gosta de cores neutras, pode optar por materiais naturais que criam o mesmo efeito. Usar móveis de madeira para dividir um quarto ou um conjunto de cadeiras de metal para destacar seu espaço de jantar são sugestões para complementar a decoração e destacar ainda mais a cor principal.

Veja também: “A diferença entre Urbanismo e Antiurbanismo. Entenda Antes!”

Decoração Monocromática

Suelen Marafioti – Arquitetura e Interiores

Um design atraente e arrojado com uma pitada de sofisticação é a melhor maneira de descrever a decoração de um interior monocromático. O jogo sábio de cores neutras, a mistura de tonalidades e texturas criam um cenário incrível para qualquer ambiente!

Confira mais matérias como esta acessando a Revista do Entenda Antes!

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

 

como aproveitar de ambientes integrados

Saiba como aproveitar o espaço integrado da sua casa!

Casas e apartamentos com conceito aberto estão se tornando mais populares do que nunca. Esse tipo de arquitetura refere-se a uma residência na qual dois ou mais cômodos de uso tradicional foram unidos para dar lugar a um espaço integrado. Paredes e divisórias são eliminadas, criando uma sensação de amplitude e uma área maior para o tráfego.

Veja também: Casa ou apartamento? Descubra qual é a melhor opção para você!

Ambientes integrados possuem muitas vantagens, desde que o espaço seja bem utilizado. É justamente nesse ponto que muitas pessoas têm dificuldade. Afinal, como aproveitar o espaço integrado e garantir que todos os elementos funcionem juntos para criar um ambiente coeso?

Neste artigo você vai descobrir como equilibrar decoração, móveis e divisão entre os ambientes para ter uma casa ampla e aconchegante!

Divisão dos ambientes

 

Mesmo que não existam paredes para dividir os cômodos, é preciso delimitar cada ambiente e manter cada coisa em seu lugar. A melhor maneira de criar essa divisão é com tapetes. Por exemplo, você pode colocar um tapete no espaço reservado para a mesa de jantar e outro no local da sala de estar. Assim, você tem duas salas bem definidas em um único espaço integrado.

Outra opção é posicionar os móveis de forma que a transição entre um espaço e outro fique visivelmente marcada. Você pode, por exemplo, utilizar um sofá ou par de poltronas no meio da sala, de costas para a cozinha para criar a sensação de fechamento.

Thiago Conte Arquitetura

Esquema de cores harmônico

Um espaço integrado não é apenas um local amplo sem paredes. Para que o ambiente seja realmente integrado, precisa existir uma ligação entre a cozinha, sala de jantar e estar – ou qualquer outro cômodo da casa.

Ter uma paleta de cores coesa é a forma mais simples de conseguir unificar ao mesmo tempo que divide os diferentes ambientes. Se você tem medo de errar, comece com paredes em cores neutras, como branco, cinza ou bege. Em seguida, escolha uma cor de destaque que se repita em todos os ambientes.

Neste projeto, as paredes possuem tons claros que se complementam com o azul petróleo na sala de TV e na cor vinho dos detalhes da cozinha.

Asalc Arquitetura

Veja também: Como equilibrar as cores em uma decoração? Entenda Antes!

Estilo do mobiliário

Por mais que cada ambiente precise de móveis específicos, é fundamental que eles combinem entre si, seja nas cores, formas ou estofado. Se optar por uma madeira escura no móvel principal da sala, por exemplo, considere utilizar a mesma madeira na mesa de jantar e nas banquetas da cozinha. Da mesma forma, se optar por móveis planejados brancos na cozinha, procure seguir o mesmo estilo nos demais ambientes.

PRIMORE Engenharia e Design

Iluminação

O tradicional ponto de luz central não é a melhor opção em ambientes integrados. Além de não iluminar o espaço uniformemente, uma luminária central não fica agradável visualmente.

Portanto, em casas com conceito aberto, é recomendável incluir pontos de iluminação específicos para cada ambiente. Uma luminária pendente acima da mesa de jantar, por exemplo, mantém um clima aconchegante na área de refeições. Spots de embutir ou sancas de gesso são opções discretas que servem para a iluminação geral da sala de estar e/ou TV.

Veja também: Veja como uma boa iluminação pode trazer bem estar aos ambientes – Entenda Antes!

Interesse visual

Em uma grande área de plano aberto é preciso adicionar elementos que criarão interesse visual. Isso porque os espaços maiores precisam ter tecidos e acabamentos interessantes para garantir que as pessoas continuem encantadas com os detalhes após a primeira vista.

Então, adicione cortinas, almofadas e alguns pufes estofados para proporcionar conforto visual e físico em um espaço integrado.

Une Arquitetura

Fluxo

O fluxo é um elemento fundamental em uma casa com planta aberta. O conceito refere-se à forma como a pessoa se move em uma sala tanto fisicamente quanto visualmente. Na prática, isso significa que os móveis e outros elementos devem ser posicionados de forma que a movimentação por toda a sala fique simples.

Ao decorar sua casa, trace uma linha imaginária em formato de “s”. Colocando o mobiliário e decoração de destaque dessa maneira, você cria uma sensação de movimento e facilita o deslocamento das pessoas pela sala.

Carolinne ataide lima

Embora a arquitetura dos imóveis com espaço integrado apresentem alguns desafios de decoração, não há razão para desistir de torná-las aconchegantes. Seguindo as nossas dicas para aproveitar o espaço da melhor forma, você terá um resultado incrível e harmonioso.

_____________________________________________________________________

Criamos o Entenda Antes porque acreditamos que a troca de conhecimento, informação e experiência é o único meio que realmente tem o poder de melhorar as pessoas, melhorar os negócios e o mundo como um todo.

Acreditamos que não precisa ser difícil e demorado encontrar bons profissionais e realizar orçamentos para fazer um bom negócio. Fazemos isso porque o mundo pede mais agilidade, facilidade e comodidade.

Solicite um orçamento do que você precisa sobre o mundo da construção e iremos te ajudar a realizar o melhor negócio!

Shopping Basket
1