O que é uma Laje? Confira!

A laje é de extrema importância na construção, mas, você sabe o porquê?

Descubra nesse artigo o que é uma laje e os seus principais tipos.

O que é uma Laje?

Em primeiro lugar, a laje é a estrutura de superfície plana que é projetada para sustentar um determinado peso. Elas funcionam como um telhado, por exemplo.

Sobretudo, vale lembrar que, grande parte das lajes são apoiadas em vigas, já as vigas se apoiam em pilares que, distribuem de forma adequada a carga da edificação.

Desse modo, ela proporciona um conforto térmico e segurança aos imóveis.

Uma forma de avaliar um projeto é através da resistência à ruptura e a própria espessura. Ou seja, as lajes maiores podem ser mais seguras, mas causam uma certa insegurança ao utilizador, isso devido às flechas grandes ou vibrações excessivas.

Principais tipos de Lajes

Agora que já foi dito o que são lajes, listaremos abaixo os principais tipos usados na construção.

Laje Maciça

A laje maciça é o tipo mais utilizado no Brasil. Então, ela é moldada no próprio canteiro de obras, também chamado de “in loco”.

Normalmente utiliza-se um forro de madeira para moldá-la. Além disso, é usado o concreto armado para dar resistência à tração e à compressão. Isto é, o concreto é despejado nela, formando sua estrutura.

A maciça é um modelo bastante resistente a trincas, fissuras etc. Além da resistência, ela ainda garante facilidade na execução e o seu acabamento é liso no teto.

Entretanto, se comparada a outros modelos de lajes, a laje maciça gera mais entulhos, também o volume de concreto usado é maior, o que a torna mais pesada e, consequentemente, exigindo mais dos elementos de apoio.

Laje de painéis treliçados

Também é chamada somente de Laje treliçada.

Esse tipo de laje pré-moldada possui painéis treliçados, esses painéis possuem vigotas mais largas que os outros tipos. Dessa forma, os painéis feito em concreto encostam uns nos outros. Em sua parte superior, localiza-se as vigotas treliçadas de metal que, a torna mais resistente e o EPS (isopor) é usado como enchimento. Por último, o projeto é envolvido pelo concreto que, concluirá a obra.

uma laje com painéis treliçados

As lajes treliçadas são mais resistentes que os outros modelos pré-fabricados, garante um fácil transporte, elas ainda utilizam em menor quantidade a madeira no escoramento. Porém, ela acaba se tornando na maioria dos casos mais cara que os outros modelos pré-fabricados.

Laje nervurada

Assim como a Laje maciça, a Nervurada também é moldada no local da obra. Essa estrutura é constituída com nervuras que são interligadas por uma capa ou mesa de compressão. Além disso, ela possui um conjunto de vigas.

A laje nervurada é fortemente recomendada quando deseja-se usar em locais sem pilares e vigas intermediários, gerando maior flexibilidade aos ambientes.

Por fim, a concretagem é realizada sobre as formas que moldurarão as nervuras. Em sua parte inferior, pode ou não ter um forro para dar um aspecto de acabamento liso, mas deixar as curvas aparentes tem sido mais usado.

um edíficio construido com laje nervurada

Laje cogumelo

As lajes cogumelo possuem uma estrutura diferenciada. Por exemplo, lajes maciças tradicionais formam um conjunto com pilares e vigas, já as lajes cogumelos contam com apenas pilares e capitéis, ou seja, sem vigas.

Os capitéis podem ter diferentes modelos e formas, o que gera semelhança ao cogumelo, por isso, chama-se cogumelo.

Um grande ponto da laje cogumelo é que devido a eliminação das vigas, o ambiente em que esse tipo é inserido se torna mais ventilado e permite uma melhor iluminação. Entretanto, o trabalho exige maior execução dos elementos, isso se comparado ao sistema tradicional de vigas.

Laje alveolar

Além das lajes treliçadas, a Laje Alveolar é outra solução de pré-fabricada. Ela possui dutos ou alvéolos no interior das placas pré-moldadas usadas na sua produção.

edíficio feito de laje alveolar

Sem dúvida, ela tem um grande diferencial, que é tornar o cronograma de execução mais simples, isso melhora a gestão do empreendimento da construção.

Vale lembrar que, a alveolar é mais comum em grandes espaços, como depósitos e grandes centro comerciais, ou seja, é menos comum em residenciais.

Laje pré-moldada com Lajota de cerâmica

Esse tipo é mais comum em pequenas residências, já que suas lajotas de cerâmica são as mais adequadas para pequenos vãos. Sua instalação consiste em vigotas de concreto colocadas lado a lado e lajotas entre entre os espaços. Logo após, é coberta de concreto.

tijolos com uma lajota de cerâmica

É importante ressaltar que, deve-se ter muito cuidado com as lajotas, pois elas são pouco resistentes e são mais fáceis de quebrar durante o transporte, montagem e/ou concretagem com pequenos choques.

Conta aí, qual você achou ser o tipo ideal de laje para você? Acesse nossa Revista Digital e fique por dentro das novidades do mundo da construção civil.

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário