Como escolher as luzes para jardim? Entenda Antes!

Luzes para jardim

As luzes para jardim podem ser trabalhadas como item de decoração, ainda mais quando se trata de área externa. Elas nos permitem destacar plantas, árvores, objetos expostos e até formar caminhos de passagem. Afinal, com um belo projeto de paisagismo transformamos qualquer área externa em um lugar para festas, confraternizações, ambientes de lazer.

Leia também: O que é Paisagismo e qual sua vantagem?

Existem vários modelos de luzes para jardim, afinal existem vários estilos de jardim. De tal forma que, cada um deles requer uma iluminação especifica. Dessa forma, o primeiro passo é conhecer as plantas que fazem parte do seu paisagismo, e assim saber onde serão colocados pontos de luz estratégicos e definir o tipo de luz que será usada.

Antes que você opte por um estilo de iluminação, que tal aprender um pouco mais sobre cada detalhe? Vamos adiante.

Como reconhecer o estilo do meu jardim?

Existem mais de 50 estlos de jardim, e para cada um deles é necessário um luzes de jardim. Vamos aprender um pouco sobre os 6 tipos mais conhecidos e mais utilizados pelos paisagistas.

Jardim Inglês

Luzes para jardim inglês

É bem conhecido por jardim de vó, pois ele traz formas curvas e formas arredondadas. Por não ser totalmente plano e ter ondulações no terreno é necessário de um grande espaço para ser planejado. Quando se está nele, deve-se ter a sensação de andar em um bosque antigo, com pouca ou nenhuma intervenção humana pois valoriza a paisagem natural.

Jardim Francês

Luzes para jardim francês

É mais conhecido por jardim clássico. Nesse estilo há total domínio do homem sobre a natureza. Além disso, tem formas geométricas e simetria perfeita, assim os caminhos são largos e bem definidos. As pedras são pouco utilizadas, ao passo que os arbustos verdes e pinheiros tem lugar de destaque devido a possibilidade de simetria.

Jardim Italiano

Luzes para jardim italiano

Bem semelhante ao Jardim Francês, porém tem uma particularidade: utiliza plantas frutíferas, flores, estátuas e principalmente fontes. A água, normalmente é o ponto central do jardim, por isso, ela não pode ficar de fora.

Jardim Japonês

Luzes para jardim japonês

Tem um ambiente tranquilo que transmite paz e espiritualidade. Neste tipo de jardim é valorizado a cultura japonesa onde elementos como água, pedras, plantas são utilizados. Assim, detalhes visuais como texturas e cores são menos importantes.

Jardim Desértico ou Rochoso

Luzes para jardim desértico

É conhecido por conter plantas xerófitas (cactos e suculentas). Apesar das variações dentro desse tipo de jardim, todos eles apresentam plantas simétricas, onde os espinhos estão muito presentes. Por consequência, tem um baixo custo de manutenção, pois não exigem podas constantes.

Jardim Tropical

Luzes para jardim tropical

Bem semelhante ao Jardim Inglês, pois tem caminhos e contornos naturais. É um ambiente descontraído e sem simetrias, plantas de cores vivas estão presentes. É comum ter pedras, fontes, lago, tudo o mais natural possível e quando se colocar acessórios dê preferências aos materiais e texturas naturais.

Tipos de iluminação de Jardim

Depois de decidir qual tipo de jardim mais combina com seu estilo vamos ver alguns tipos de luzes para jardim.

  • O Poste de iluminação podem ter vários modelos e estilos e tem uma versão mini, utilizado para clarear caminhos ou plantas próximas ao chão.
  • Os cordões de luz dão um toque personalizado do ambiente. Além de, serem muito delicados e charmosos. Pode ser colocado em jardins com árvores, colunas, pergolados.
  • As luzes balizadoras são normalmente utilizadas para indicar caminhos, escadas, degraus, tudo que está próximo ao chão. Podem ser colocados direto no piso, em paredes, trazendo visibilidade na circulação do jardim. Por isso, essas luzes de jardim são perfeitas para dar um charme especial no espaço externo.
  • As luminárias espeto e os refletores são bem parecidos. Ambos são utilizados para destacar elementos do jardim , pois tem o foco de luz direcionado. São instalados no chão e o feixe de luz para cima, em direção ao objeto a ser focado.
  • As lâmpadas embutidas trazem segurança na hora de circular pelo jardim. Iluminam de baixo para cima e sua instalação requer maior planejamento. Por isso, são perfeitas para corredores e passagens.
  • As arandelas são instaladas nas paredes ao redor do imóvel. É um tipo de iluminação vertical que realçam os contornos das plantas, objetos, assim oferecendo uma iluminação indireta ao ambiente.
  • As luminárias subaquáticas são instaladas dentro de piscinas, fontes. Além de iluminar o ambiente trazem destaque para água, causando um efeito muito diferente e impactante. A noite elas ficam incríveis.
  • Não tão comum em luzes de jardim, mas os pendentes também podem ser instalados. Com função decorativa são utilizados em pergolados e varandas. Pois é preciso que haja uma cobertura para sua instalação.

Inspirações

  • Em volta do canteiro de flores

Inspiração de como usar as luzes para jardim

  • No caminho

Modelo de como usar as luzes para jardim em caminhos

  • Para iluminar plantas

Como usar as luzes para jardim em árvores

Tipos de luzes para jardim

Depois de escolher a iluminação é importante definir o tipo de luzes para jardim. Com toda certeza o modelo preferido de lâmpadas é o LED, mesmo que sejam coloridas. Afinal o LED tem um custo benefício ótimo, elas duram mais e economizam energia.

Quando se trata de luz quente ou luz fria nos referimos a tonalidade de cor que queremos proporcionar ao ambiente. A diferença é que a luz fria proporciona mais contraste e dá a impressão de mais claro, já a luz quente traz mais aconchego e maior conforto ao ambiente. Lembrando que quanto mais baixa a temperatura de cor, menor será a sua eficiência. Em caso de ambientes que necessitam uma atenção maior utiliza-se uma luz de jardim de cor mais fria.

Os tons amarelados criam um efeito mais real, sendo assim, são ótimas para destacar plantas e deixar o ambiente aconchegante. Já a luz branca é utilizada, na maioria das vezes, quando o objetivo é apenas clarear o lugar. Tons verdes também são sempre procurados, mas cuidado para não exagerar e criar um ambiente bagunçado visualmente.

Para algumas áreas pode-se utilizar sensores de movimento que só vão acender as luzes se houver movimentação. Nos locais que deseja manter iluminado a noite toda, até por questão de segurança, se utiliza um sistema de programação para acender e apagar as luzes em horários programados.

Depois de tantas ideias ficou fácil de decidir qual luzes para jardim utilizar. Não se esqueça, é sempre importante a ajuda de um profissional na hora da instalação. Inspire-se e divirta-se!

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário