Quais os melhores modelos de lâmpadas para cada ambiente?

Luz quente e luz fria

Se você está construindo ou decorando e está em dúvida de quais modelos de lâmpadas comprar para cada um dos ambientes da sua casa, você precisa ler este artigo.

Vamos te explicar aqui quais modelos de lâmpadas são ideais para cada os mais diversos ambientes, de acordo com sua finalidade e sempre visando o conforto e praticidade.

Acompanhe e aprenda a iluminar o seu lar.

A importância da iluminação para os ambientes 

A iluminação é parte importante de qualquer projeto arquitetônico, seja ele residencial ou comercial. Afinal, além da funcionalidade, a iluminação pode provocar sensações, estimular a produtividade no trabalho e nos estudos  ou  relaxamento, por exemplo.

Assim, na hora de construir ou reformar, é fundamental que você tenha também um bom projeto de iluminação. Com ele, você irá valorizar a decoração, a arquitetura e também transmitir as sensações corretas em cada um dos ambientes do imóvel.

Cada cômodo pede uma iluminação diferente e cada estilo de decoração também.

No mais, existem  milhares de opções com luminárias decorativas, nos mais diferentes formatos, com diferentes intensidades de luz, sombra, criando diferentes cenários em um mesmo espaço, por isso escolher as lâmpadas de uma casa não é uma tarefa simples.

Veja também: Veja como uma boa iluminação pode trazer bem estar aos ambientes – Entenda Antes!

Forro ripado de madeira e iluminação com fita de LED - Entenda Antes

Modelos de lâmpadas existentes no mercado

Lâmpada incandescente

Utilizam um filamento pelo qual circula a corrente elétrica para emitir luz. Por isso, uma grande parcela do consumo de energia é dissipada em calor, o que a torna pouco eficiente.

Têm uma vida útil baixa, mas seu preço é bastante convidativo e apresenta uma excelente reprodução de cor e tonalidade de cor branca quente.

Lâmpada fluorescente

O modelo mais tradicional dessa lâmpada é na cor branco frio, mas você também pode encontrar alguns modelos que emitem  uma luz amarelada, similar às lâmpadas incandescentes .

Essas luzes são classificadas de acordo com o formato da lâmpada. O modelo tubular é caracterizado por longos tubos cilíndricos de vidro, bastante utilizado em comércios e fábricas.

Já as lâmpadas fluorescentes compactas são menores e por isso são indicadas para uso residencial.

Luz quente e luz fria - Modelos de lâmpadas

Lâmpada de LED

Essas lâmpadas são as mais eficientes em termos energéticos. Embora tenham um custo elevado, têm uma vida útil bem longa, podendo durar até  60 mil horas.

Existem lâmpadas de LED em várias opções que abrangem uma variedade de cores, inclusive o branco frio e o branco quente.

Lâmpada halógena

São uma variação mais econômica das incandescentes, mas ainda consomem mais energia do que as fluorescentes e as de LED.

A luz emitida pela lâmpada halógena se aproxima da luz natural do dia e, por isso, elas são utilizadas principalmente na iluminação embutida, sob armários e pendentes.

A grande desvantagem é que elas ficam extremamente quentes e podem causar incêndio em determinadas áreas.

Luz quente e luz fria - Modelos de lãmpadas

Lâmpada de filamento

O design retrô e os filamentos que formam diversos desenhos dentro do bulbo de vidro são o que mais chamam a atenção nas lâmpadas de filamento de carbono. E por essa razão, elas são muito utilizadas na decoração.

No entanto, elas consomem bastante energia elétrica e, por isso, não devem ser usadas como iluminação principal de um ambiente.

Lâmpada UV Germicida

A lâmpada UV Germicida tem alto rendimento de radiação. Sua principal finalidade é a esterilização de ambientes, água, ar, superfícies, áreas médicas, indústrias farmacêuticas e alimentícias.

Não são indicadas para uso residencial.

Como usar as luzes para jardim em árvores

Fibra Ótica

É um filamento de vidro ou de elementos poliméricos utilizado para transmitir a luz.

É necessária apenas uma fonte geradora de luz para que esta possa percorrer os cabos de fibra ótica e assim iluminar vários outros pontos. Por isso, a iluminação com fibra ótica é considerada econômica, de baixa manutenção e segura, já que os filamentos transmitem a luz e não a energia elétrica.

Lâmpada de neon

É composta por um tubo com gás neon em seu interior que pode ser de diferentes formatos. Quando submetida à eletricidade, a lâmpada de neon emite uma luz vermelha.

É muito utilizada para iluminação decorativa, principalmente comercial. Sua desvantagem? O ruído emitido pelo reator.

Iluminação com fita de led - Entenda Antes - Modelos de lâmpadas

Como escolher os modelos de lâmpadas para a sua casa

Antes de comprar uma lâmpada é importante pensar em qual ambiente ela será instalada e também:

  • Observar o o formato da luminária onde essa lâmpada será instalada. Você deverá avaliar se a lâmpada precisa ficar embutida, se deve ficar aparente e se requer um formato, tamanho ou tipo específico.
  • Pensar na economia de energia, que faz bem ao bolso do usuário e ao planeta. Hoje, existem no mercado vários modelos de lâmpadas que atendem às necessidades de iluminação de diversos ambientes e ainda economizam energia.
  • Busque produtos com garantia de qualidade, de marcas conhecidas e com certificação Procel (selo que garante o baixo consumo de energia).
  • Pensar no preço, mas sem se esquecer que o valor de uma lâmpada não é simplesmente aquele que registramos no caixa. Deve se leva em conta a durabilidade e a economia de energia. Ou seja, não vale a pena comprar um produto mais barato que dure menos de um ano e não traga economia.

Iluminação com fita de led - Entenda Antes

Os melhores modelos de lâmpadas para cada ambiente

Salas e quartos pedem uma iluminação mais aconchegante. Ou seja, lâmpadas que emitem uma luz suave, como as de cor amarela.

Já as áreas de trabalho, cozinha, garagem e banheiros precisam de uma iluminação mais intensa. Assim, nesses ambientes recomenda-se uma luz mais clara, como as lâmpadas brancas.

Assim, de maneira geral, para cada ambiente temos as seguintes indicações:

  • Quartos: incandescentes ou LED com luz branca quente.
  • Sala: incandescentes ou LED com luz branca quente.
  • Cozinha e demais áreas de serviço: fluorescente compactas ou tubulares e LED tubular.
  • Banheiro: incandescente ou fluorescentes.
  • Escritório: fluorescentes tubulares ou LED tubular.
  • Home theater: incandescentes ou LED com luz branca quente.
  • Áreas externas (piscina, jardim, quintal): halógenas e LED.

Converse bastante com seu arquiteto ou designer de iluminação e diga o que você deseja criar em cada ambiente. Assim, é possível criar um projeto que traga bem estar e funcionalidade para cada toda a sua casa.

Gostou das dicas? Então continue seguindo nosso blog e não deixe de ler outros artigos sobre iluminação como: Iluminação para jardins, Luz inteligente e Luz quente e luz fria: quais são as diferenças.

Orçamento grátis e seguro
Profissionais avaliados

Iremos te ajudar a realizar o seu sonho fechando o melhor negócio!

Deixe seu comentário