Conheça nossas Trilhas

22 de junho de 2024
24.62°C New York
alvenaria

O que é alvenaria? E quais são os tipos?

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

A alvenaria é uma das várias etapas da construção civil e, assim como qualquer outra, ela tem uma grande importância para uma obra. Então, já dissemos que ela é importante, mas, você sabe o porquê?

É basicamente uma etapa da construção onde junta-se um conjunto de blocos – tijolos, pedras etc. – que formam muros, paredes e alicerces de um edifício.

Uma curiosidade sobre a alvenaria: não precisa que os elementos que a compõem sejam juntos com argamassa, já que seu propósito é dar força e resistência a uma obra.

Aliás, um exemplo de tijolo que não precisa de argamassa para se assentar é o tijolo de cimento por encaixe.

Além de casas de alvenaria, que não utilizam madeiras em suas paredes e, sim, pedras, tijolos etc. outras construções podem ser encontradas, como churrasqueiras, piscinas e até guarda-roupas.

É correto afirmar que, sua principal função envolve a separação de ambientes, tanto externos quanto internos.

Sobretudo, a alvenaria em ambientes tem como função ser usada como barreira e freio contra os efeitos do lado de fora e, também, garantir um maior conforto no imóvel.

Além dessas características já citadas, vamos citar algumas outras:

  • Resistência a infiltrações de águas pluviais.
  • Garantir um bom isolamento termoacústico.
  • Ser um substrato/base para os revestimentos.
  • Resistir à pressão do vento.
  • Resistência movimentos térmicos e umidades.

Em sua criação, diversos materiais podem ser usados tanto na alvenaria estrutural quanto na de vedação. Os mais conhecidos e utilizados são:

  • Blocos de concreto estrutural
  • Blocos de concreto de vedação
  • Blocos de concreto celular autoclavados ou somente Bloco de concreto celular
  • Tijolo cerâmico
  • Tijolos de vidro
  • Blocos de solo-cimento
  • Blocos cerâmicos
  • Blocos de Silício-Calcário

Tipos de Alvenaria

Agora que você já conhece a alvenaria, vamos mostrar alguns dos diferentes tipos que se encontram na atualidade.

Alvenaria de Embasamento

O tipo de material recomendado para a construção desse tipo é o tijolo maciço, porém, o bloco de concreto também pode ser utilizado.

Geralmente, elas ficam acima das vigas baldrame. Muitas das vezes são usadas em terrenos com aclive ou declive, assim, deixando o terreno e vigas nivelado. Além disso, ela possibilita a passagem das tubulações, isso sem prejudicar o baldrame.

Como o próprio nome diz, elas ficam às bases dos edifícios e, acima das vigas baldrame. Sendo assim, é necessária a procura por tijolos que garantam uma melhor retenção de água.

foto da alvenaria de embasamento

Ao contrário dos outros tipos de alvenarias, seu orçamento é feito através do volume (m³) do terreno, ou seja, o perímetro da fundação x a altura das alvenarias x espessura delas.

Alvenaria estrutural

Nesse tipo de sistema construtivo, ela também é chamada de autoportante e, suas paredes sustentam os pesos de toda a casa – lajes, telhados e esquadrias -, ainda distribui para as fundações, devido a isso, não são necessárias a construção de vigas e colunas.

Suas instalações elétricas e hidráulicas são feitas junto a fase de levantamento das paredes, já que as tubulações passam por dentro dos blocos estruturais. Isso tudo é feito e especificado na planta estrutural da obra.

alvenaria estrutural

É importante dizer que, após ter construído um imóvel com a alvenaria estrutural talvez não seja possível fazer uma reforma nele, já que não se pode realizar a retirada e cortes de paredes.

Entre suas vantagens, podemos citar:

    • Redução do uso de revestimentos, como argamassa.
    • Otimização da mão de obra.
    • O desperdício é reduzido.
    • Garante uma facilidade de controle.
    • Simplicidade na execução.

No entanto, suas desvantagens incluem:

  • Como já dito, mudanças podem ser difíceis de serem feitas.
  • Seus vão e balanços são limitados.
  • Existem limitações estéticas.

Os blocos mais utilizados nela são os blocos de concreto e os blocos cerâmicos. Cada um deles tem suas próprias características, vantagens e desvantagens.

Alvenaria de vedação

Também pode ser chamada de convencional, ela tem como função a separação de ambientes e como o nome diz, a vedação. Em sua construção, utilizam-se estruturas como pilares e vigas de concreto armado ou estrutura metálica para a sustentação do edifício.

imagem da alvenaria de vedação

Na alvenaria de vedação, as opções e possibilidades para sua estética são maiores em relação à estrutural, pelo fato de se utilizar vigas e pilares para a sustentação da estrutura.

No entanto, uma grande desvantagem dela é que lhe falta uma mão de obra qualificada para o serviço e, qualquer descuido ocorrido na obra gera problemas sérios na construção, como por exemplo, paredes fora de prumo, nível e esquadro, isso pode gerar vários entulhos na obra.

Vale ressaltar que, ela se difere da alvenaria estrutural em alguns sentidos. Por exemplo, a alvenaria de vedação utiliza vigas e pilares e, a estrutural dispensa vigas e pilares.

Além disso, os custos e o tempo de execução da alvenaria de vedação são maiores, já que ela possui vigas e pilares, aumentando o custo total da obra. Em relação ao tempo, a estrutural é menor por não precisar montar e desmontar formas, curar e concretar.

Suas vantagens são:

  • Uma maior durabilidade, em relação aos outros materiais.
  • É oferecida uma flexibilidade e versatilidade maior.
  • Seus materiais de construção são mais baratos.
  • É mais aceitável pelos clientes por ser mais comum.
  • O custo-benefício em relação a todos os materiais disponíveis para vedação é melhor.
  • Futuras reformas são bem-vindas.

Entretanto, ela possui algumas desvantagens também, como:

  • Se for comparada as outras alvenarias, seu custo total é maior.
  • Utiliza mais revestimento em sua construção.
  • Seu tempo de execução é maior.
  • Produz uma quantidade excessiva de resíduos.

Alvenaria ecológica

As alvenarias ecológicas não são tão conhecidas quanto as demais, porém, elas ainda são uma boa sugestão para serem usadas. Assim como ou outros tipos de materiais sustentáveis, elas buscam uma alternativa ecológica ou reutilização de outros materiais em sua construção.

Ainda mais, os materiais são usados em uma mistura para a construção de um tijolo ecológico. Então, esse tijolo pode ser uma ótima alternativa para a obra, já que seu custo é baixo e ele é de fácil montagem,

Em sua cura, são usados o pó de mármore e cimento e, eles são pensados em uma prensa manual. Em seguida, é borrifada a água para sua cura e, depois disso, espera-se cinco dias e mais cinco para sua estabilização e uso para edificações.

Logo após esse processo, ele passa a garantir quase o dobro de resistência se comparado aos tijolos comuns. Ademais, o processo de construção com esses tijolos é feito com encaixe deles.

local da obra da alvenaria ecológica

Outrossim, lembre-se de sempre contatar um profissional capacitado para fazer esse processo das alvenarias. Portanto, confira a página de orçamentos do Entenda Antes para saber um pouco mais sobre o valor específico para o seu projeto.

Contudo, você gostou do artigo? Então, não se esqueça de acessar nossa Revista Digital e ficar por dentro das novidades do mundo da construção civil.

tijolo ecológico

Tijolo Ecológico, aprenda mais sobre ele!

(Se preferir, clique no player para o ouvir a narração desse artigo! Queremos facilitar sua vida, desde consumir o nosso conteúdo até realizar o seu projeto.) =)

As práticas sustentáveis estão se tornando uma grande alternativa para a construção civil e, além dessas práticas, surgem a cada ano mais materiais que não prejudicam o meio ambiente, como é o caso do Tijolo Ecológico.

Quer saber mais sobre alguns outros materiais ecológicos? Clique aqui e confira nossa matéria onde citamos 8 Materiais Ecológicos para Construção e Entenda Antes!

O que é o tijolo ecológico?

Tijolo sustentável ou tijolo ecológico é um modelo de tijolo que não provoca um impacto negativo ao meio ambiente.

Além disso, os tijolos ecológicos podem ser produzidos de maneiras diferentes uns dos outros.

Sendo assim, confira alguns tipos de tijolos ecológicos abaixo:

1- Tijolo solo cimento

Esse tipo de tijolo ecológico é produzido usando partes proporcionais do solo, água e cimento que, endurece após um processo, ganhando durabilidade e consistência para a aplicação em obras.

Outra vantagem do tijolo solo cimento, além de poder ser usado da mesma forma que o tijolo convencional, ele ainda agrega mais valor arquitetônico às obras, exemplo, permitindo que as obras ganhem curvas, espessuras diferenciadas e formas arredondadas.

Tijolo Ecológico

2- Tijolos produzido com resíduos de escavação da obra

Visando o desperdício de resíduos gerado nas obras, a Watershed Materials desenvolveu  um sistema que transforma os resíduos retirados do local da obra em unidades de alvenaria, isso é feito por meio de uma fábrica pop-up.

Tijolo Ecológico

É necessário sempre se preocupar com os entulhos gerados nas obras. Sendo assim, clique aqui para conferir nossa matéria que ensina sobre esse assunto.

Tijolo Ecológico

3- Eco-BLAC

O “Eco-Blac Bricks” como é chamado, foi desenvolvido pela empresa Tata que é parte da “MIT Energy Initiative”.

Tijolo Ecológico

Esse tijolo ecológico é produzido de 70% cinzas de caldeiras de fábricas de papel misturadas com hidróxido de sódio, cal e uma quantidade pequena de argila. Outra vantagem é que, ele é feito em temperatura ambiente.

4- GreenCakes – tijolos feitos com cinzas da guerra em Gaza

Duas engenheiras civis começaram a produzir blocos de concreto usando escombros da guerra de dez anos e cinzas pozolânicas das usinas termelétricas da região. Não apenas isso, os tijolos ainda são mais leves e 30% menores que os convencionais.

Tijolo Ecológico

5- Tijolos de Mariana

Uma pesquisa realizada na Universidade Federal de Lavras (UFLA) usa os resíduos gerados pelo rompimento da barragem de Mariana – MG para a criação de tijolos e outros materiais.

Então, são misturados esses resíduos com terra, água e cimento dentro de uma prensa formando blocos, telhas e pisos ecologicamente corretos.

Tijolo Ecológico

6- UNICEF Brick

Os tijolos “UNICEF Brick” foram desenvolvidos pelos designers da Psychic Factory.

Seu formato é inspirado nas famosas peças de LEGO.

O UNICEF Brick é usado para construir abrigos temporários. Além disso, ele foi desenvolvido para que fosse possível guardar alimentos não-perecíveis e distribuí-los para as vítimas de desastres naturais.

Tijolo Ecológico

7- Tijolos com cinzas do bagaço da cana-de-açúcar

Foi inicialmente desenvolvido por duas estudantes do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Na composição desses tijolos são usados materiais como solo, cinzas do bagaço da cana-de-açúcar e água.

Uma grande vantagem desse projeto é que não se utiliza nenhum forno, ou seja, não é necessário fazer nenhuma queima, graças a utilização das cinzas do bagaço. Ainda mais, esses tijolos secam na sombra, sem emitir gases poluentes.

Tijolo Ecológico

8- Tijolos ecológicos desenvolvidos por estudantes do Instituto Mauá de Tecnologia

Assim como um dos tijolos já citados, esse tipo de tijolo ecológico também foi desenvolvido por estudantes, porém, dessa vez em Mauá – SP.

Em sua composição é utilizado apenas o cimento, solo arenoso e água. Assim como os demais tijolos ecológicos, esse tipo não vai ao forno, evitando a emissão de gás carbônico e a queima de lenha para a sua cura.

Tijolo Ecológico

Ademais, o que diferencia essa iniciativa das outras citadas é que o projeto contempla a inclusão de ex-moradores de rua para a sua produção. Dessa forma, contribui na geração de novas oportunidades de trabalho.

9- REPLAST

O REPLAST, é um tijolo ecológico que em sua criação são usados os plásticos retirados do oceano e desperdiçados. Além disso, ele não emite o CO² e não precisa de argamassa, cola e adesivos para sua fixação.

Já foi citado em uma matéria de nossa revista, clique aqui para conferí-la.

Tijolo Ecológico

Vantagens dos Tijolos Ecológicos

Existem muitas vantagens em utilizar os tijolos ecológicos, como:

  • Diminuição da demanda energética.
  • Utilização de diversos resíduos e materiais.
  • Redução de resíduos gerados na obra.
  • Criação de oportunidades locais.
  • Simplicidade de execução.
  • Resistência: alguns tijolos podem ser até 6x mais resistente que um tijolo convencional.

Desvantagens dos Tijolos Ecológicos

Apesar de ter muitas vantagens, os tijolos ecológicos ainda acompanham algumas desvantagens, como:

  • É necessária uma mão de obra qualificada.
  • Como os tijolos ecológicos não são tão conhecidos no Brasil, desse modo, o tijolo convencional acaba se tornando mais barato e acessíveis em alguns casos.
  • Requer mais cuidado, já que alguns tipos de tijolos absorvem mais umidade.
  • Alguns tipos de tijolos ecológicos são maiores em espessura, ou seja, diminuem a área total dos cômodos da casa.

Conta aí, você já conhecia algum tipo de tijolo ecológico citado? Então, acesse nossa Revista Digital e fique por dentro das novidades do mundo da construção civil.

Shopping Basket
1