Grandes nomes da arquitetura: Paulo Mendes da Rocha.

Continuando nossa série sobre grandes nomes da arquitetura, conheça agora um pouco da vida e obras do arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha que alcançou fama e respeito em todo o mundo. Boa leitura!

Torne-se um profissional melhor, vamos te ajudar!

Insira o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente dicas sobre empreendedorismo e marketing para profissionais do segmento de arquitetura, designer de interiores e engenharia! >

A vida de Mendes da Rocha

Paulo Archias Mendes da Rocha, nasceu em Vitória (ES) a 25 de outubro de 1928. Filho de um grande engenheiro e respeitado professor de Naval e Recursos Hídricos na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, ele costuma dizer que foi criado vendo a engenhosidade do mundo.

Em 1954, se formou em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo.

A partir dos anos de 1960, a convite de João Batista Vilanova Artigas, passa a integrar a chamada Escola Paulista da arquitetura brasileira, que influenciaria, com seus pontos de vista sociais e humanistas, várias gerações de arquitetos e artistas.

No entanto, em 1969 ambos foram afastados pela ditadura militar de seus cargos na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, sendo reintegrados somente em 1980, após a Anistia.

Vilanova Artigas morreu pouco tempo depois, mas Mendes da Rocha continuou como professor da instituição até se aposentar em 1999.

A arquitetura de Mendes da Rocha

Mendes da Rocha ganhou destaque na arquitetura brasileira nas últimas décadas e reconhecimento internacional em 2006, quando foi o ganhador do Prêmio Pritzker, o mais importante da arquitetura mundial. Antes dele, o único brasileiro a ganhar o prêmio foi Oscar Niemeyer, em 1988.

A justificativa do júri ao conceder-lhe o prêmio foi que “suas obras modificam a paisagem e o espaço, procurando atender tanto às necessidades sociais quanto estéticas do homem”.

Na opinião dos jurados, Mendes da Rocha produz trabalhos reveladores de uma busca permanente de harmonia entre a arquitetura e a natureza.

Atualmente, Mendes da Rocha trabalha como arquiteto associado ao escritório MMBB, na cidade de São Paulo.

A Escola Paulista da arquitetura brasileira

O trabalho de Paulo Mendes da Rocha costuma ser apontado como um exemplo do pensamento estético que caracteriza a Escola Paulista da arquitetura brasileira, uma linha de pensamento que foi liderada por João Batista Vilanova Artigas e bastante difundida na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

A Escola Paulista, apesar de bastante criticada pelo seu alto custo social e econômico, tinha como preocupação a promoção de uma arquitetura “crua, limpa, clara e socialmente responsável”;

Na obra de Mendes da Rocha vários dos elementos defendidos pela Escola Paulista aparecem, principalmente: o concreto aparente aliado aos grandes vãos nos quais a relação indivíduo-espaço às vezes é íntima e às vezes monumental e a busca de espaços que incentivem o convívio humano, dentro de um projeto de cidade e de sociedade.

Veja também: Grandes nomes da arquitetura: Arquiteto surrealista Santiago Calatrava!

Alguns dos principais trabalhos de Mendes da Rocha

Torne-se um profissional melhor, vamos te ajudar!

Insira o seu e-mail abaixo para receber gratuitamente dicas sobre empreendedorismo e marketing para profissionais do segmento de arquitetura, designer de interiores e engenharia! >

Destaque internacional

Mendes da Rocha teve várias obras vencedoras em concursos públicos.

Autor do projeto do Pavilhão Oficial do Brasil na Expo 70, em Osaka, no Japão; foi um dos finalistas premiados no concurso para o anteprojeto do Centro Cultural Georges Pompidou, em Paris (1971). Com destaque para o Museu Brasileiro da Escultura-MUBE, em São Paulo (1987), projeto que lhe valeu a indicação para o I prêmio Mies van der Rohe, de arquitetura latino-americana, em 1999.

Participou de inúmeras conferências e exposições pelo mundo: Espanha, Argentina, Chile, Portugal, Alemanha, Inglaterra, Itália, Cuba entre outros.

Sua obra está publicada em diversas revistas nacionais e internacionais e também em diversos livros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *