Diversas opções e estilos para construir em seu terreno. Descubra!

Não sabe por onde começar a escolher o estilo de construção para sua residência, casa de campo ou comércio?

O Entenda Antes quer te ajudar a entender mais sobre alguns tipos de edificações, seus estilos e caraterísticas.

Pensar no seu estilo de vida e no que lhe agrada os olhos, seja ele, despojado, sofisticado ou rústico, que busca tranquilidade, movimento ou espaço, são características importantes para começar esse processo.

Entre tantas escolhas para serem feitas no início de uma obra, não se deve esquecer a principal, que é a de um bom profissional.

O profissional vai lhe ajudar desde a escolha do terreno até os acabamentos e decorações que desejar. Sendo responsável pelo projeto e o auxílio nas escolhas que os favorecem, não deixando de lado o gosto e a identidade do cliente. Levando em conta também, todas as necessidades que a edificação e o cliente necessitam.

QUE TAL UMA EDIFICAÇÃO INSPIRADA NO ESTILO NEOCLÁSSICO?

Uma arquitetura imponente, que nunca cai de moda. Une as características da antiguidade a toques de contemporaneidade.

Apesar da forma sutil de como é apresentado na fachada, ela ainda traz consigo as colunas, a simetria marcante e a composição perfeitamente equilibrada com traços simples e linhas geométricas. Também utiliza-se o telhado escondido, a famosa platibanda.

Ideal para quem pretende construir em grandes terrenos.

Inspiração Neoclassico 01

Veja também: Pisos que imitam madeira – Não erre na escolha. Se inspire com mais de 26 exemplos.

ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA

O estilo contemporâneo tem como caraterísticas as vidraças inseridas ao concreto.

Inspiração Contemporânea 07

Também caracterizada pela madeira com o concreto, os vidros com a madeira, o telhado invisível, as linhas retas com forte influência modernista, e as misturas de formas, pé direito para áreas sociais mais altos e as cores claras.

nspiração Contemporanea 05

Os ambientes são pensados tanto na beleza quanto na funcionalidade, caindo bem em qualquer tipo de construção, sendo ela grande ou pequena.

Veja também: Sala de cinema em casa – Veja dicas incríveis para montar seu cinema em casa!

ARQUITETURA MODERNA

As residências modernas buscam funcionalidade e espaços multiuso, ou seja, a famosa integração de ambientes.

Integração 01

Caracterizada pelo estilo clean, a arquitetura moderna, traz consigo materiais como o aço, o concreto armado e o vidro, que dão aos arquitetos possibilidades infinitas de criação, o que faz deste estilo completamente diferente de tudo que já se tinha visto antes da revolução industrial, sendo possível a utilização de grandes vãos e lajes suspensas.

A arquitetura moderna valoriza tudo que é simples.

Moderna 04

ARQUITETURA ORGÂNICA

É do seu prazer contemplar a natureza, ouvir o som de água correndo diariamente?

Organica 03

O estilo orgânico busca essa integração do homem com o meio ambiente, se preocupando com o bem estar, tanto físico quanto psicológico. Uma fusão de natureza = homem e homem=natureza.

Organica 01

Na arquitetura Orgânica, todos os elementos do edifício devem ter a mesma importância, tanto a paisagem quanto as janelas e paredes.

A busca por um ambiente contínuo (integrado), também faz parte deste estilo; deve-se priorizar os materiais naturais, como madeiras e pedras, deixando-as em evidência. Áreas sociais são amplas e envidraçadas.

ARQUITETURA INDUSTRIAL

Caraterizado pelo estilo rústico, reciclado, de metal, ferro oxidado ou escovado, é um visual que une o urbano e o descolado, adaptados as necessidades da atualidade.

Industrial 04

Foi nos EUA que surgiu o estilo de decoração industrial (entre 1950 e 1970), quando os galpões foram transformados nos famosos lofts, ganhando fama pela sua personalidade.

Na verdade, o estilo surgiu quando esses galpões de antigas fábricas foram habitados por artistas e pessoas mais alternativas que formavam seus ateliês e apartamentos.

Por se tratar de uma classe com baixo poder aquisitivo na época, as reformas eram feitas com pouquíssimo custo. Para isso mantinham tubulações aparentes, descascavam as paredes (deixando os tijolos à vista), utilizavam luminárias e móveis já existentes no local. Sendo assim, essas características designam o estilo “industrial”.

Industrial 01

ARQUITETURA SUSTENTÁVEL

Busca-se na arquitetura sustentável evitar agressões ao meio ambiente, apropriando-se de todos os meios possíveis de reutilização, sejam eles do ar, da água, do sol e tudo que o meio ambiente oferece, empregando inovações tecnológicas como a reutilização da água da chuva, de torneiras, aquecimento solar ou a adoção da energia solar.

Sustentavel 04

Tem como objetivo o aproveitamento do espaço, o conforto térmico e a qualidade do ar, reduzindo assim a necessidade de sistemas de ventilação ou aquecimento, e diminuindo os gastos.

Faz-se a utilização de materiais ecologicamente apropriados, nos quais são fabricados com o mínimo de prejuízo ambiental, como tintas orgânicas, materiais recicláveis, materiais regionais que evitam o percurso do transporte e a emissão de gás carbônico da queima do combustível.

Sustentavel 03

O container também é uma solução sustentável e econômica, viabilizando projetos com maior agilidade, e representa um descarte a menos na natureza.

Sustentavel 01

Não necessita de serviços de fundação e terraplanagem, e permite ser desmontado e montado em outro local.

Fique atualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do Entenda Antes!>

ARQUITETURA BRUTALISTA (CONCRETO BRUTO)

A beleza do brutalismo está nas vigas aparentes, nos pilares e nos demais aspectos estruturais em exposição. Materiais como concreto armado, o aço e a madeira.

Brutalista 02

O estilo brutalista destaca um visual de obra inacabada, caracterizada pela função e não pela beleza da construção. De maneira geral, os prédios pertencentes a esse estilo são construções imponentes e de grande porte.

Brutalista 07

O interior da arquitetura brutalista tem os mesmos preceitos estruturais, com um design de algo inacabado, moderno e urbano; os espaços são amplos, com praticidade e materiais mais baratos, simples e resistentes. Os móveis são dispostos para facilitar sua utilização, sendo eles mais cleans, refinados e funcionais.

ARQUITETURA PARA CASAS DE CAMPO

Hoje em dia para se ter um refúgio no campo, não se mantem necessariamente um padrão de construção, mas alguns materiais estão sempre em destaque, como por exemplo a madeira. Há quem prefira uma casa de campo moderna, com menos rusticidade e peças de design sofisticados.

Campo 15

A madeira é um exemplo de material que está sempre inserido no contexto de campo. Seja no forro, nos pilares, na parede, no deck e até nos móveis.

Campo 14

Uma construção extremamente aconchegante, com características marcantes, a casa de campo por estar em um ambiente rural, e não ter limitações de áreas construtivas, ela se torna mais ampla.

Campo 11

O equilíbrio entre a construção e a natureza é uma peça fundamental para quem quer viver em harmonia com o meio ambiente sem fugir da funcionalidade e do conforto. Por isso, a utilização do vidro, além da construção ficar linda e arejada, remete o acolhimento do entorno, fazendo uma integração do interior com exterior.

Os elementos rústicos também estão sempre presentes, assim como a iluminação natural e a ventilação.

Campo 10

ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA COM TRAÇOS ORGÂNICOS

Já dizia Oscar NiemeyerNão é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível criada pelo o homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro no curso sinuoso dos nossos rios, nas nuvens do céu, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.”

Contemporanea organica 01

Dando impressão de movimento, as formas orgânicas vêm invadindo a arquitetura contemporânea e a decoração de interiores, criando um estilo moderno e inovador, cada vez mais presente, com formas arredondadas e assimétricas.
Estilo consagrado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, as curvas e as formas da natureza dão a impressão de movimento na construção.
  

Contemporanea organica02

ARQUITETURA COLONIAL

O estilo colonial inicialmente utilizou as técnicas da taipa-de-pilão e pau-a-pique, de rápida construção e que utilizava materiais abundantes na colônia: barro e madeira. Logo se adotaram também a alvenaria de pedra ou tijolos de adobe para levantar paredes, que permitiam a construção de estruturas maiores e a inclusão de madeiramento para pisos e tetos.

A cantaria era utilizada nos edifícios mais nobres, em geral como reforço nos cunhais (cantos) de edifícios grandes e nas vergas de portas e janelas. Nos primeiros tempos, as coberturas das casas eram feitas simplesmente com palha, como as ocas indígenas, o que ainda subsiste em áreas rurais. A telha de barro foi inicialmente utilizada nos edifícios mais abastados antes de popularizar-se.

Colonial 03

As características mais comuns deste tipo de construção são os telhados com varias águas para escoamento rápido da água da chuva, as colunas para  sustentação do telhado com extensão para varandas, detalhes repetitivos, amplas portas e janelas de madeiras em quantidades consideráveis.

Colonial 01

ARQUITETURA MINIMALISTA

A arquitetura minimalista trás poucos itens de decoração e muitos artigos geométricos. Tudo com detalhes simples e cores neutras. Não se refere necessariamente à utilização de poucos elementos, mas busca destacar o que realmente é fundamental.

A ordem do minimalismo é o desapego.

Minilimalista 01

Vista como uma tendência na arquitetura, a redução de objetos e dos detalhes compõem ambientes práticos, onde o menos é mais, sem poluição visual. O exagero pode vir em formas de luz, tanto natural quanto artificial, inserindo bastante vidro, deixando a construção com espaços mais frescos e arejados.

Minilimalista 06

ARQUITETURA AMERICANA

O método construtivo de uma casa construída fora do Brasil pode ser bem diferente, e um exemplo são as casas americanas.

Americano02

Eles utilizam da fundação de 2 metros como um porão e uma ou outra pilastra de sustentação, e as paredes de concreto são maciças.

Ao invés de cimento e tijolos, utilizam a madeira e as paredes de dry-wall.

Americano01

O exterior não é revestido de madeira e sim tábuas de plásticos, vinil ou alumínio, por ter manutenção simples e o telhado é feito com manta asfáltica.

Embora o método construtivo devido ao clima bem diferente do que estamos acostumados, o estilo americano agrada muitos brasileiros que utilizam dos seus detalhes e se inspiram em suas residências, seja no exterior quanto no interior, e apostam nos detalhes dos móveis em madeira.

Americano03

CASAS GEMINADAS

Você que pensa em construir para alugar, uma boa escolha podem ser as casas Geminadas. Utiliza-se de um terreno para se obter varias casas.

Geminadas 01

Essas casas possuem vantagens e desvantagens como todas as outras. Há simetria em seus desenhos proporciona um custo menor para sua construção, como essas casas dividem paredes, o ideal é pensar em fazer uma parede com isolamento acústico, dessa forma previne que o som passe para o vizinho.

 Já escolheu o estilo que mais lhe agrada? 
Deixe sua opinião. O Entenda Antes também pode te ajudar com mais dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *