Cortinas na decoração- Quais os tipos e qual a maneira correta de usar?

Tempo de leitura: 6 minutos

Cortinas na decoração – Veja quais os tipos e como utilizar esse elemento em diferentes ambientes!

Clique em qualquer imagem para ver CasaBella Decor

Cortinas fazem uma grande diferença na decoração de um ambiente, e ainda proporcionam um bloqueio parcial ou total da luminosidade indesejável, melhorando o conforto visual e até mesmo térmico do ambiente. Existem diversos tipos de cortinas que se adaptam a todos os espaços da casa.

Cortinas dispõem de diferentes suportes de fixação, assim como diferentes sistemas de abertura e variados acessórios que podem acrescentar elegância e torná-las mais práticas.

Apresentamos aqui os principais tipos de cortinas, tecidos e suportes de fixação, dessa forma, você terá uma ideia de como deverá ser instalada corretamente e ter toda a certeza que escolheu a melhor opção para cada ambiente de sua casa.

O ideal é você fazer encomenda de cortinas sob medida, já que cada ambiente possui medidas diferentes e específicas.

Você pode consultar uma loja especializada em cortinas sob medida e a loja que indicamos para você, é por sua excelência e bom trabalho.

Uma loja para clientes exigentes a CasaBella Decor é especializada em cortinas, persianas, enxovais, cama, mesa e banho sob medida! Veja seu perfil e peça um orçamento. 

Quais os tipos de cortinas e onde utilizar?

Cortina de Voal: Esse tipo de cortina geralmente é utilizada na sala de estar, seu tecido fino permite uma incidência de luminosidade maior, o ideal para o ambiente. Porém você também pode colocar dupla camada, bloqueando um pouco mais a luminosidade, caso deseje.

Cortina DuoFold: Uma característica diferente no sistema de abertura dessa cortina permite aspectos visuais diferentes e bem atraentes, seu sistema permite que o tecido se recolha tanto para cima quanto para baixo. Fica ótima em salas de estar, quartos e escritórios.

Cortina Rolô: Esse tipo de cortina podemos ter o sistema de acionamento automático, quando encolhidas ficam enroladas, podendo ser escondidas no cortineiro de gesso ou então fixada em varão.

Cortinas na decoração

Cortina Blackout: Essa cortina é feita com um material que barra em 100% a entrada de luz solar, tornando-a perfeita para quartos e salas de home Theater. Você pode optar em ter o blackout em segundo plano, e utilizar um tecido mais fino a frente, dessa forma ela ficará mais elegante.

Cortina Painel: Seu recolhimento lateral permite posições diferentes, é composta por painéis de tecido que correm na horizontal presa sobre trilho. Ideal para salas de estar, sala de home Theater e quartos.

Cortina Romana: Sua aparência é bastante sofisticada, com linhas retas e detalhes na horizontal, fica super elegante. Seu sistema de recolhimento funciona na vertical, fica ótima em ambiente com grandes janelas, sala de estar, quarto e espaços gourmet.

Cores das cortinas

Lembre-se que as cortinas são um complemento da decoração, por isso, em ambientes como salas de estar, jantar e espaços gourmet o ideal é escolher tons neutros e claros, branco, cinza ou bege podem ser uma ótima escolha.

Nos quartos e salas de Home Theater você pode ser mais ousado e optar por cores mais marcantes e com estampas diferentes, não se esqueça de seguir o mesmo padrão do restante da decoração.

Cortineiro, o detalhe que faz a diferença!

Vamos ver aqui as quatro dúvidas frequentes sobre esse elemento que realmente faz uma grande diferença no visual do ambiente.

Se você ainda não sabe o que é um cortineiro, vamos te explicar. 

Cortineiro é o espaço deixado no teto, acima de janelas e portas, esse elemento serve para dar um acabamento mais sofisticado para a instalação de cortinas e persianas embutidas nesse pequeno vão entre a parede e o forro.

Quais são os tipos de cortineiros?

Existem três tipos de cortineiros, são eles: Sobreposto, Embutido e com iluminação.

Exemplo de cortineiro sobreposto:

Exemplo de cortineiro embutido:

 

Exemplo de cortineiro com iluminação:

 

Em qual momento da obra se faz o cortineiro?

O ideal é fazer esse elemento no momento em que se faz a parte de gesso, é nesse momento que você irá decidir qual estilo escolher.

O modelo embutido é para forros rebaixados, sobreposto é feito em tetos não rebaixados e com iluminação que é muito parecido com o embutido, porém é necessário deixar um espaço um pouco maior para a instalação da fita LED.

E qual o tamanho ideal do cortineiro?

Na maioria das vezes o espaçamento ideal entre a parede e o forro de gesso é de 15 cm, dessa forma, temos um espaço suficiente para colocar 2 trilhos, um para o forro e outro para o voil. Vale lembrar que caso o projeto tenha persiana e cortina na mesma janela ou porta, é necessário um espaço maior.

A largura mínima exigida de um cortineiro é de 12 cm e a sua altura (profundidade) vão acompanhar a moldura caso seja um cortineiro embutido, e o mesmo se aplica para cortineiro sobreposto.

Suportes de Fixação:

Existem diferentes suportes de fixação de cortinas, os mais comuns são os varões e trilhos.

Ambos podem ser utilizados em qualquer ambiente da casa, porém, os trilhos se encaixam melhor quando existe o cortineiro. 

Como já citamos, esse acabamento fica ótimo e passa um aspecto super contemporâneo para o ambiente.

Varões podem fazer parte da decoração, já que existem diversos modelos de varões, em madeira, cromados, dourados, inox, alumínio e outros materiais, em alguns casos podem chamar mais atenção do que a própria cortina.

 

Qual a medida adequada para cortina?

Não existe regra se referindo ao tamanho ideal de uma cortina, sendo que para cada caso ou estilo de decoração pode haver um tamanho diferente. O ideal é consultar um design de Interiores, ele irá saber qual o melhor tamanho para o seu caso.

Acesse Profissionais Indicados e fique por dentro dos principais arquitetos e Designers de Interior da região. 

Porém, para você não ficar totalmente perdido, em casos mais simples, você pode deixar passar 30cm de cada lado de sua janela, isso na sua largura.

Agora se referindo a altura da cortina,  em ambientes como sala de estar, jantar, espaços gourmet o ideal é que ela fique desde o forro ou cortineiro até o piso, isso além de causar uma sensação de alongamento do pé-direito fica super chique e elegante.

Em outros ambientes você também pode cobrir do forro até o piso, mas se quiser manter um tamanho menor, sem problemas, o tamanho da cortina deve passar pelo menos 30 cm abaixo da janela, e o varão deve ficar no mínimo 15 cm acima da janela.

Gostaram do artigo? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários, será extremamente gratificante para nós!

Um grande abraço e até a próxima…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *